Dion Fortune

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dion Fortune
Nome completo Violet Mary Firth Evans
Pseudônimo(s) Dion Fortune
Nascimento 06 de dezembro de 1890
Gales, Reino Unido
Morte 08 de janeiro de 1946 (55 anos)
Reino Unido
Nacionalidade País de Gales Galesa
Ocupação Ocultista, escritora e psicóloga

Dion Fortune, pseudônimo de Violet Mary Firth Evans (6 de Dezembro de 1890 - 8 de Janeiro de 1946), psicóloga e ocultista Galesa. Violet nasceu em Bryn-y-Bia (Llandudno, Gales), e cresceu no seio de uma família onde se praticava, rigorosamente, a Ciência Cristã. Por volta de 1910, após sofrer uma crise nervosa. Essa crise viria a ser por ela explicada como resultado de uma "agressão mágica", que teria rompido sua Aura e abalado sua saúde[1], interessou-se pelo Ocultismo

Em 1919, ela foi iniciada no Templo "Alpha e Ômega", da Ordem Hermética da Aurora Dourada (Golden Dawn), onde adotou o nome-mágico de "Dion Fortune", inspirado no lema de sua família: "Deo, non fortuna "(Deus, não o destino) [2]. Ao mesmo tempo, estudou Psicologia e Psicanálise na Universidade de Londres, onde se formou, passando a trabalhar como psicoterapeuta na Clínica Médico-Psicológica de Brunswick Square [3].

Escreveu uma série de romances e contos [4] que explora vários aspectos da Magia e do Misticismo, incluindo "The Secrets of Dr. Taverner", uma coletânea de contos baseados em suas experiências com o magista maçon irlandês, Theodore Moriarty, que foi seu mestre [5]. De suas obras não-ficção sobre temas mágicos, as mais lembradas são: "A Doutrina Cósmica", que pretende ser um somatório de seus ensinamentos básicos sobre o Misticismo, "Cabala Mística", considerada sua obra-prima, e "Autodefesa Psíquica", que ensina como se proteger de ataques mágicos.

Em 1922, deixou a loja "Alpha e Ômega" e, junto com o marido, Penry Evans, fundou a "Fraternidade da Luz Interior", mais tarde renomeada como "Sociedade da Luz Interior", à qual se dedicou pelo resto de sua vida.

Dion Fortune alegou ter participado do "Magical Battle of Britain", que seria uma tentativa de ocultistas britânicos para ajudar, magicamente, o esforço de guerra, visando impedir a iminente invasão alemã, durante os dias mais sombrios da Segunda Guerra Mundial. Seus esforços nesse sentido estão registrados em uma série de cartas, escritas na época [6].

Ela morreu em 1946, de Leucemia.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Aspectos do Ocultismo
  • Através dos Portais da Morte
  • Autodefesa Psíquica
  • A Cabala Mística
  • A Doutrina Cósmica
  • A Filosofia Oculta do Amor e do Matrimônio
  • Glastonbury
  • Magia Aplicada
  • Magia Ritual
  • Ocultismo Prático na Vida Diária
  • As Ordens Esotéricas e Seu Trabalho
  • Paixão Diabólica
  • Preparação e Trabalho do Iniciado
  • Sacerdotisa da Lua
  • Sacerdotisa do Mar
  • Os Segredos do Dr. Taverner
  • O Deus com Pés de Bode

Referências

  1. Fortune, Dion; Autodefesa Psíquica, pags: 10-14, Editora Pensamento, ISBN 8531500559
  2. Knight, Gareth; Dion Fortune e da Luz Interior, Thoth, 1993, p.2 ISBN 1-874505-45-0.
  3. Segundo Alan Richardson, em A Vida Mágica de Dion Fortune, p. 54. No entanto, Janine Chapman, em Quest for Dion Fortune, p.6, citando Christine Hartley como sua fonte, diz que Fortune trabalhou na clínica de Tavistock.
  4. Dois de seus romances, "A Sacerdotisa do Mar" e "Lua Mágica", tornaram-se influentes dentro da religião da Wicca.
  5. Segundo Alan Richardson, em A Vida Mágica de Dion Fortune.
  6. Fortune, Dion; The Magical Battle of Britain, Sun Chalice Books, 1993, ISBN 1-928754-21-X.
  • Richardson, Alan; A Vida Mágica de Dion Fortune, Aquarian Press, 1991; ISBN 1-85538-051-X
  • Drury, Nevill; Dicionário de Misticismo e as tradições esotéricas. Bridport, Dorset: Prisma Unidade, 1992. ISBN 1-85327-075-X.
  • Innerlight (link externo)
Portal A Wikipédia tem o portal:



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Magia do Caos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.