Discussão:Pandemia de COVID-19 no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Surto?[editar código-fonte]

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.

Não acho que possamos falar ainda em "surto" no Brasil com a quantidade de casos confirmados. Um apenas? Houve mais algum outro nos últimos dias? Posso não estar atualizado. Parece que foge um pouco do conceito de "surto", salvo engano meu. Epidemiologia não é meu forte, mas não acho que casos suspeitos entrem na conta e mesmo considerando os casos suspeitos não sei se poderia ser considerado surto.

Talvez seja melhor mudar o nome do artigo para "Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 no Brasil em 2020", pois assim poderia falar mais genericamente, citar medidas de precaução, presença na mídia, casos confirmados e suspeitos, etc.—Teles«fale comigo» 18h45min de 28 de fevereiro de 2020 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. O artigo deve ser renomeado mesmo. Acho que poderia ser algo como COVID-19 no Brasil ou algo similar. EVinentefale comigo 19h43min de 28 de fevereiro de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo embora acho que breve terá um surto também no Brasil uma vez que o número de casos vem aumentando em praticamente todo o mundo. Mas como não podemos ir por futorologia, o correto seria renomear e depois se houver renomear novamente. Instambul (discussão) 20h14min de 28 de fevereiro de 2020 (UTC)
Sim... como em qualquer vírus do tipo, é apenas uma questão de tempo pra que os casos aumentem no Brasil, mas ainda não aconteceu.—Teles«fale comigo» 21h30min de 28 de fevereiro de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a mudança de nome. COVID-19 no Brasil é uma boa. Atenciosamente, MSN12102001 (discussão) 21h59min de 28 de fevereiro de 2020 (UTC)
Yes check.svg Feito. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 22h48min de 4 de março de 2020 (UTC)
Symbol question.svg Dúvida com dez casos confirmados — em quatro estados diferentes — e mais de 600 casos suspeitos, já não poderia ser considerado um surto? Instambul (discussão) 18h17min de 6 de março de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com o Instambul. Penso que já está na hora de voltar o artigo para o nome original. Atenciosamente, MSN12102001 (discussão) 12h53min de 8 de março de 2020 (UTC)
Pois é, agora são 24 confirmados e +~600 suspeitos. Instambul (discussão) 13h08min de 8 de março de 2020 (UTC)

68 casos. Acho que já deve ser movido. GhostP. disc. 22h57min de 11 de março de 2020 (UTC)

Yes check.svg Feito Instambul (discussão) 23h35min de 11 de março de 2020 (UTC)}}

A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


Mapa[editar código-fonte]

@Breno Damasceno: Temos duas opções de mapas disponíveis (e redundantes). Qual usar? Particulamente, eu prefiro a opção 2 porque o arquivo foi montado de um modo que basta abrir o editor de texto e mudar a cor do estado. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 20h37min de 5 de março de 2020 (UTC)

(1) COVID-19 Outbreak Cases in Brazil.svg
(2) Wuhan Coronavirus Brazil map.svg
Se é mais fácil editar o segundo, opto por ele também, afinal são informações que mudam rapidamente. Instambul (discussão) 18h19min de 6 de março de 2020 (UTC)
O ideal é que seja o segundo, já que o primeiro está para ser eliminado no commons e apenas duplica o segundo. Eu acabei fazendo a mudança sem ver essa discussão, caso não concordem, podem desfazê-la. Mr. Fulano! Fale 22h14min de 6 de março de 2020 (UTC)
É pra atualizar o da esquerda ou pra removê-lo?--Leone dá o papo 21h51min de 14 de março de 2020 (UTC)

Links dos Estados[editar código-fonte]

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.

Os links dos Estados nos mapas direciona para as páginas das federações de futebol. Acho que seria adequado direcionar as páginas dos respectivos estados. comentário não assinado de 143.202.187.51 (discussão • contrib) 14h57min de 8 de março de 2020 (UTC)

Yes check.svg Corrigido. GhostP. disc. 15h21min de 8 de março de 2020 (UTC)

A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


Correção[editar código-fonte]

Quem fez as últimas alterações acabou sobrescrevendo a nota 3 na referência 2. Falta atualizar a tabela com o caso 20.comentário não assinado de Sarahyva (discussão • contrib) 8 de março de 2020 (UTC)

A referência 2 continua sendo sobrescrita. --Sarahyva (discussão) 12h55min de 10 de março de 2020 (UTC)

Tabela de casos[editar código-fonte]

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.

@Instambul, Breno Damasceno, Pp.ped e Leone Melo: A tabela de casos fazia sentido quando a quantidade era muito pouca, mas agora que já passamos dos 20 ela começou a ser muito poluída e com cheiro de WP:NPI. Não seria o caso de remover? ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 02h23min de 9 de março de 2020 (UTC)

@Albertoleoncio: a tabela tem uma opção que pode ser ocultada. É uma informação relevante, e não cai em NPI pois cada linha é referenciada por fonte fidedigna, além de ser publicado em fontes fiáveis (a própria tabela). Por outro lado concordo com você que em certo momento vai ser impossível adicionar todos os casos. Imagina se chegarmos a 100 casos, ou a 1000 casos? Ou se passar disto? Porém, penso que é uma tabela relevante. Por ora, eu defendo não retira-la. Posteriormente há de se verificar o que fazer. Instambul (discussão) 02h38min de 9 de março de 2020 (UTC)
@Instambul: Acho que uma tabela com 100 casos já ficaria muito grande. Talvez os 50 primeiros casos ou até a data em que se atingisse essa marca. Exemplo: No dia 14 de março havia 48 casos, aí no dia 15 atingiram-se 54 casos. Como o dia 15 foi dia que passou dos 50 casos, nós deixaríamos os 54 casos. Se vocês decidirem por deixar ainda mais casos, seria interessante deixar a tabela colapsada por padrão. --Leone dá o papo 20h30min de 9 de março de 2020 (UTC)
Exatamente, acho que vale deixar somente para os primeiros casos e denifir um número. 50 por exemplo. Eu mencionei acima que 100 casos confirmados seria impossibilitado incluir na tabela. Instambul (discussão) 23h15min de 9 de março de 2020 (UTC)
Particularmente gosto da ideia de deixar a tabela colapsada e manter todos os casos como histórico.--Sarahyva (discussão) 13h11min de 10 de março de 2020 (UTC)
Agora já batemos 52 casos. Acho que poderíamos restringir a tabela para as primeiras duas semanas (14 dias = 26/02-10/03), já que os assombrosos 17 casos do dia 11 não houveram divulgação das idades, países de infecção, etc... ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 22h08min de 11 de março de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo E o título da seção poderia ser "Primeiros casos" em vez de "Casos".--Leone dá o papo 22h39min de 11 de março de 2020 (UTC)
Yes check.svg Feito. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 04h27min de 12 de março de 2020 (UTC)

As tabelas de casos poderiam ser movidas para o grupo estatística. Interessante criar o gráfico de casos acumulados.--Sarahyva (discussão) 13h11min de 10 de março de 2020 (UTC)

Yes check.svg Feito. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 04h27min de 12 de março de 2020 (UTC)

A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.


Municípios[editar código-fonte]

Na medida do possível, seria bom ter uma informação sobre os municípios onde ocorreram os casos.--Raimundo57br (discussão) 22h41min de 11 de março de 2020 (UTC)

@Raimundo57br: Vou repetir o texto postado em sua PDU em relação aos dados presentes na seção Casos por Município para que todos o vejam: "boa parte deles são fontes secundárias baseadas nos dados apresentados pelas Secretarias Estaduais de Saúde, que em alguns estados divulgam mais casos do que o Ministério da Saúde, ou seja, divergem do resto do artigo. Recomendo avisar isso colocando um texto antes ou inserir uma nota, pois outro editor pode apagar todo o seu trabalho, o que é bem chato."--Leone dá o papo 23h37min de 15 de março de 2020 (UTC)
Não vou mais continuar a atualizar a lista de municípios, quem tiver interesse, indico essa fonte: Casos de coronavírus no Brasil--Raimundo57br (discussão) 11h42min de 22 de março de 2020 (UTC)
Raimundo57br Como o vírus ainda está se espalhando, a tabela ficará gigantesca, o que poluirá o artigo. Isso sem contar o trabalho que haverá de se fazer a manutenção disso. Acho melhor só deixar os municípios com mais casos.--Leone dá o papo 14h58min de 23 de março de 2020 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo veemente, a tabela deve ser completa, achei uma fonte para isso e atualizarei diariamente, a tabela pode ser comprimida se assim preferir.--Raimundo57br (discussão) 23h14min de 23 de março de 2020 (UTC)
Ótimo! Minha preocupação era que os dados ficassem desatualizados. Se a tabela ficar muito grande, comprimir parece ser uma boa opção.--Leone dá o papo 23h26min de 23 de março de 2020 (UTC)

Atualização dos números[editar código-fonte]

Criei uma predefinição com o intuito de simplificar a atualização do número de casos da COVID-19 {{Número de casos de COVID-19/Brasil}}, mas ainda tenho dúvidas sobre qual fonte usar para o número de casos confirmados, já que os números do Ministério da Saúde diferem dos números das notícias veiculadas. Por exemplo:

Ministério da Saúde contabiliza 60 casos pelo país, segundo balanço divulgado na manhã desta quinta-feira (12) (10:15). Esse número, porém, não leva em conta os 2 primeiros casos confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco nem os 16 casos confirmados na quarta (11) pelo Hospital Albert Einstein em São Paulo.
 

Seria melhor seguir o Ministério da Saúde, ficando com uma única fonte e ir atualizando a medida que o governo atualiza esses números, ou ir trocando de fonte e atualizando os números na medida em novas notícias forem divulgadas? ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 14h30min de 12 de março de 2020 (UTC)

O melhor é ir trocando. Quanto mais atualizado e recente, melhor. GhostP. disc. 15h04min de 12 de março de 2020 (UTC)
@Leone Melo: Vi sua edição em 57803850], qual sua opinião? ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 20h54min de 12 de março de 2020 (UTC)
@Albertoleoncio: Eu mudei pois as fontes colocadas diziam 77 e no artigo estava 87 casos. Acho que devemos seguir o site do Ministério da Saúde ([1]), pois pode haver divergência entre os portais de notícias.--Leone dá o papo 21h23min de 12 de março de 2020 (UTC)
Já tem fontes de O Globo e Estado de Minas indicando mais de 100 casos confirmados. Atualizei na predefinição com a devida referência. Instambul (discussão) 00h45min de 13 de março de 2020 (UTC)
Achei uma fonte com um número fechado, e já atualizei. Colocar "+100" fica um pouco... impreciso. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 01h05min de 13 de março de 2020 (UTC)

Recomendo enfaticamente que utilizemos os dados do MS. O G1, que noticiava 151 casos confirmados, reduziu hoje para 98. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 22h03min de 13 de março de 2020 (UTC)

Não é bem assim. A notícia [2] diz: Citação: O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (13) novo balanço dos casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil: são 98 casos.
Mas também diz: Citação: Nem todos os casos anunciados pelas secretarias estaduais então contabilizados pelo Ministério da Saúde. Com os casos ainda não registrados oficialmente, Brasil tem ao menos 157 casos confirmados de Covid-19.
Ou seja, essa notícia apenas repitiu o que o Ministério da Saúde disse. O link que foi colocado na citação é dessa notícia: [3], que diz que são 159 casos confirmados. GhostP. disc. 22h33min de 13 de março de 2020 (UTC)
@GhostP.: A Folha, o Estadão, o R7, a Veja e o BBC corroboram com o número do Ministério da Saúde: 98. Só o G1 está pegando essa informação do MS e colocando outras informações em cima, tanto que nesse exato momento ele diz Citação: Assim, o total é de 107 brasileiros com a Covit-19. Além disso, logo abaixo há um asterisco: Citação: Em São Paulo, além da Secretaria Estadual da Saúde, o Hospital Albert Einstein é um centro de saúde privado que realiza testes de infecção por coronavírus validados pelo Ministério da Saúde. Na última quinta (12), o hospital disse que, até as 19h30, havia confirmado 98 infecções desde o primeiro caso no país. No entanto, não ficou claro quantos desses casos foram incluídos no balanço federal.
Essa informação não deve ser utilizada porque, se o Ministério da Saúde é uma fonte primaria, todas as fontes que citei acima são fontes secundárias. Por outro lado, como o G1 está criando um novo resultado, isso o torna uma fonte primaria, na qual deve ser preterida em detrimento das fontes secundárias. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 01h56min de 14 de março de 2020 (UTC)

Famosos contaminados[editar código-fonte]

Sugiro a criação de uma seção com famosos contaminados, já temos 3.--Raimundo57br (discussão) 00h16min de 13 de março de 2020 (UTC)

BA candidate.svg Leve discordância. Pensando nesses números que irão crescer em escala exponencial, acho impraticável. Mas apoiaria a criação de uma categoria para colocar nos artigos biográficos de mortos pelo Covid-19 (não vai demorar muito). ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 01h03min de 13 de março de 2020 (UTC)
No caso brasileiro, temos a notícia de um contaminado integrante da comitiva presencial que inclusive bateu fotos com Trump. Além do vice-presidente do Flamengo que se reuniu com Rodrigo Maia. Além de um casamento que pode ter contribuído para alavancar as contaminações em São Paulo.--Raimundo57br (discussão) 01h19min de 13 de março de 2020 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo, o fato de uma pessoa ser contaminada por uma doença não a torna mais ou menos relevante, se pessoa é notável certamente não é por ter ficado doente. Isto seria uma mera curiosidade, vamos criar em cada artigo sobre doenças contagiosas uma seção para "famosos contaminados" ou que já tiveram a doença? Fabiano msg 19h02min de 17 de março de 2020 (UTC)

Me referia às pessoas que já têm biografia na Wikipédia como [Príncipe Charles testa positivo para coronavírus]--Raimundo57br (discussão) 19h06min de 25 de março de 2020 (UTC)

Tabela[editar código-fonte]

A tabela Casos por região e unidade federativa possui dados divergentes do apresentado pelo Ministério da Saúde (Ver aqui), em alguns casos porque as referências apresentadas divergem da apresentada pelo Governo, em outros porque as referências são antigas e não estão de acordo com os dados mais recentes. Além disso, colocaram várias referências na coluna de Casos confirmados, quando há uma coluna própria para referências. Como o site do Ministério da Saúde não informa os municípios, acho que só devemos considerar as fontes que informam as cidades com casos que não vão de encontro aos dados apresentados pelo Governo do Brasil (no que tange aos casos totais de um estado ou do país).--Leone dá o papo 18h11min de 14 de março de 2020 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 18h39min de 14 de março de 2020 (UTC)

@Raimundo57br: Você poderia dar uma olhada na formatação da tabela dos municípios? Eu estou me dedicando a atualizar as predefinições das estatísticas, e notei que essa tabela está com algumas linhas com as colunas desalinhadas. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 03h42min de 19 de março de 2020 (UTC)

Infelizmente não sei como alinhar, não sei quem colocou a coluna "posição", que atrapalha a edição.--Raimundo57br (discussão) 03h48min de 19 de março de 2020 (UTC)
@Raimundo57br: Entendo... Retirei essa coluna, já que estava atrapalhando. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 03h59min de 19 de março de 2020 (UTC)

Medidas[editar código-fonte]

Casos de morte por COVID-19 no Brasil🇧🇷[editar código-fonte]

Já houve um caso confirmado de óbito por COVID-19 no Brasil,atualiza aí! comentário não assinado de 2804:d47:40c7:5200:41a2:113:20c0:a619 (discussão • contrib) 17 de março de 2020 (UTC)

Transmissão Local[editar código-fonte]

Transmissão Local confirmada em SC, falta atualizar mapa

https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2020/03/17/governo-de-sc-decreta-situacao-de-emergencia-por-causa-do-coronavirus.ghtml

Também em MG

https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2020/03/17/ses-mg-confirma-transmissao-local-de-coronavirus-em-juiz-de-fora-zona-da-mata-e-vertentes-tem-novos-casos-suspeitos.ghtmlcomentário não assinado de 200.215.115.89 (discussão • contrib) 09h32min de 18 de março de 2020 (UTC)

Dados oficiais do Ministério da Saúde[editar código-fonte]

O site do Ministério da Saúde (https://plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/) que compila os dados de casos e óbitos usado como referência está offline.--Leone dá o papo 02h47min de 21 de março de 2020 (UTC)

@Leone Melo: Ele entrou em manutenção e sumiu desde então, depois disso eles colocaram os dados em outras páginas. Estou vendo se eles colocam o site novamente, senão teremos que recorrer a outra fonte. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 02h59min de 21 de março de 2020 (UTC)

Comparativo entre países[editar código-fonte]

Um gráfico interessante na comparação de países utiliza as curvas a partir de 100 casos. Tenho visto os gráfico em escala logarítmica, mas acho que confunde um pouco. Gostaria de ver como fica na escala natural. Interessante incluir países com abordagens diferentes, como por exemplo o Reino Unido que tem amenizado a questão do distanciamento social. Sarahyva (discussão) 23h41min de 22 de março de 2020 (UTC)

@Prlimath: Há uma política na Wikipédia que proíbe o uso da própria Wikipédia como fonte e, de acordo com sua contribuição 57860212], os dados tem origem na própria Wikipédia. Devido a isso, retirei a seção de comparativo entre os países. Se utilizar outra fonte de dados, poderá coloca-la novamente. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 12h39min de 23 de março de 2020 (UTC)

@Sarahyva: Inclui Reino Unido. A partir do centésimo caso em escala natural ficaria assim:

O próximo gráfico compara o crescimento do número de casos entre alguns países relativamente ao tempo de duração da pandemia em cada território a partir do centésimo caso registrado. Neste gráfico, considera-se que o o dia do centésimo caso é o dia no qual o relatório oficial da OMS registrou o centésimo caso para o país. Por exemplo:

  • O centésimo caso na Itália ocorreu (conforme registro no relatório da OMS) em 24/02/20.
  • O centésimo caso no Brasil ocorreu (conforme registro no relatório da OMS) em 15/03/20.
  • O centésimo caso em Portugal ocorreu (conforme registro no relatório da OMS) em 14/03/20.

Isto ilustra, por exemplo, que o centésimo caso (conforme registro no relatório da OMS) foi atingido quase simultaneamente no Brasil e em Portugal, aproximadamente um mês depois do centésimo caso italiano.

Fonte dos dados: Relatórios diários da Organização Mundial da Saúde --Prlimath (discussão) 16h14min de 23 de março de 2020 (UTC)

@Albertoleoncio: Reconstruí o gráfico usando como fonte os dados disponibilizados pela OMS (provavelmente o a única fonte que disponibiliza dados "oficiais" para todos os países). Apesar de ter um certo atraso relativamente aos dados noticiados pela mídia, acredito que são bastante úteis para fins de comparação (afinal, o atraso provavelmente se aplica a todos os países). --Prlimath (discussão) 16h14min de 23 de março de 2020 (UTC)

@Prlimath: Obrigado! Interessante que apesar do Reino Unido não ter sido agressivo no isolamento social, sua curva não "explodiu". Vamos aguardar para ver.

A propósito do comparativo entre países, o site https://ourworldindata.org/coronavirus-new possibilita a construção de gráficos personalizados. Fiz um gráfico comparativo de alguns países em relação ao número de mortos. Não sei como mostrá-lo aqui e se seria possível/relevante incluir no artigo, mas apareceu algo interessante: Até 27/02 o num de mortes mundiais eram representados principalmente pela China (2.800). Daí para frente a curva da China estabilizou enquanto a curva mundial subiu numa inclinação muito maior que a da China. Total de 14.600 hoje. Outro gráfico interessante é o de número de mortes por milhão de habitantes. Enquanto a China estabilizou as mortes em 2,28 a Itália, que ainda não estabilizou, já está em 90,6, Espanha 36,8, Irã 20, França 10.

A parte descritiva do site também é muito boa. Recomendo uma leitura sobre como eles deixaram de acompanhar os dados da OMS e passaram a seguir os dados da ECDC: https://ourworldindata.org/coronavirus-new#our-world-in-data-relies-on-data-from-the-european-cdc Sarahyva (discussão) 21h06min de 23 de março de 2020 (UTC)

Gráficos de número de casos[editar código-fonte]

Breno Damasceno O gráfico que você inseriu é muito interessante, mas ele é muito largo, e ainda vai ficar mais ainda. O ideal é a largura dela fosse compatível com a maioria dos computadores e dispositivos móveis. Talvez fosse mais interessante colocá-lo em relações às semanas. Outra coisa é a predefinição {{Data da pandemia de COVID-19/Gráfico de casos médicos no Brasil}}, que é bem bonita, mas quase todas as informações presentes nela estão na tabela logo acima, e ela também não é tão simples de atualizar que nem a tabela.--Leone dá o papo 00h41min de 24 de março de 2020 (UTC)

@Leone Melo: Acho que o problema do tamanho do gráfico pode ser resolvido mudando a legenda do eixo horizontal. Podemos usar uma contagem de dias em vez de especificar a data explicitamente. Neste caso, ele vai retraindo automaticamente conforme os valores vão crescendo. Neste momento ele está mostrando de 2 em 2 unidades (note que o comparativo entre países tem a mesma largura, porém mostra de 5 em 5 unidades porque possui mais dias). Sobre a predefinição {{Data da pandemia de COVID-19/Gráfico de casos médicos no Brasil}}, acho que é importante mantê-la porque além de apresentar os dados da tabela, ela nos dá uma perspectiva visual da proporção de crescimento. --Prlimath (discussão) 14h07min de 24 de março de 2020 (UTC)

Casos não notificados[editar código-fonte]

Entendo que essa seção deve ser excluída. Estudo no mínimo controverso. Que, aliás, tem pouca relação com o tema que é objeto do presente artigo, que é específico para a Cvid-19 no Brasil.--Raimundo57br (discussão) 17h25min de 24 de março de 2020 (UTC)

Proposta de divisão[editar código-fonte]

Devido a alta quantidade de gráficos, tabelas e análises estatísticas relacionadas a evolução da pandemia no Brasil, vejo que há uma tendência em fuga do tema do artigo e creio que esse conteúdo devesse ir para um artigo próprio. ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 00h12min de 25 de março de 2020 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo--Raimundo57br (discussão) 00h31min de 25 de março de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. MSN12102001 (discussão) 02h24min de 25 de março de 2020 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo FábioJr de Souza msg 03h05min de 25 de março de 2020 (UTC)
Concordo Prlimath (discussão) 11h22min de 25 de março de 2020 (UTC)
Yes check.svg FeitoALBERTOLEONCIO Who, me? 15h18min de 25 de março de 2020 (UTC)

Gráficos de número de casos (2)[editar código-fonte]

Mesmo que exista uma página própria para as estatísticas para a pandemia, vejo que há um consenso em manter um ou dois gráficos básicos da evolução dos números no artigo principal. Entretanto gostaria de discutir qual estilo de gráfico deveríamos seguir. Listo algumas opções:

Predefinição:Gráfico[editar código-fonte]

  • Desvantagem: Embora seja uma ferramenta com muitas opções, o gráfico se transforma em uma imagem PNG de baixo DPI conforme já apontado.

Módulo:Gráfico[editar código-fonte]

1 000
2 000
3 000
4 000
5 000
25
50
75
100
125
150
1
5
10
15
20
25
30
34
  •   Casos acumulados
  •   Óbitos acumulados
  • Desvantagem: É uma ferramenta limitada, exibindo somente gráficos de barras e de pizza.

Imagem SVG[editar código-fonte]

  • Desvantagem: A edição é bastante restritiva, já que exige a edição do gráfico no Commons e o uso de uma ferramenta própria (Inkscape) e de expertise específica para a edição.

Predefinição:Gráfico de casos médicos[editar código-fonte]

Evolução da pandemia de COVID-19 no Brasil ()
     Mortos      Casos positivos

Fev. Fev. Mar. Mar. Abr. Abr. Últimos 15 dias Últimos 15 dias

Data
# de casos
# de mortes
25-02-2020
1(n.a.)
1(=)
29-02-2020
2(+100%)
2(=)
04-03-2020
4(+100%)
05-03-2020
8(+100%)
06-03-2020
13(+62%)
07-03-2020
19(+46%)
08-03-2020
25(+32%)
09-03-2020
30(+20%)
10-03-2020
34(+13%)
11-03-2020
52(+53%)
12-03-2020
77(+48%)
13-03-2020
98(+27%)
14-03-2020
121(+23%)
15-03-2020
200(+65%)
16-03-2020
234(+17%)
17-03-2020
291(+21%) 1(n.a.)
18-03-2020
428(+47%) 4(+300%)
19-03-2020
621(+61%) 6(+50%)
20-03-2020
904(+46%) 11(+83%)
21-03-2020
1.128(+25%) 18(+64%)
22-03-2020
1.546(+37%) 25(+33%)
23-03-2020
1.891(+28%) 34(+36%)
24-03-2020
2.201(+16%) 46(+35%)
25-03-2020
2.433(+11%) 57(+24%)
26-03-2020
2.915(+20%) 77(+35%)
27-03-2020
3.417(+17%) 92(+19%)
28-03-2020
3.904(+14%) 114(+24%)
29-03-2020
4.256(+9%) 136(+19%)
30-03-2020
4.579(+8%) 159(+17%)
31-03-2020
5.717(+25%) 201(+26%)
01-04-2020
6.836(+20%) 240(+19%)
02-04-2020
7.910(+16%) 299(+25%)
03-04-2020
9.056(+14%) 359(+20%)
04-04-2020
10.278(+13,5%) 432(+20%)
05-04-2020
11.130(+8%) 486(+12,5%)
Fontes:
  • Desvantagem: Não possui a função (ou não conheço) de personalizar o tamanho, o que atrapalha a exibição em celulares.

Comentários[editar código-fonte]

Vou pingar alguns editores que talvez possam opinar: Raimundo57br, Prlimath, Leone Melo, Camervan, GabrielStella, Breno Damasceno, SBanksX, Instambul, Tuvalkin e MSN12102001. Possuem alguma preferência dentre essas opções? ━ ALBERTOLEONCIO Who, me? 20h18min de 30 de março de 2020 (UTC)

Prefiro o último--Raimundo57br (discussão) 22h09min de 30 de março de 2020 (UTC)
Também gosto mais do último. --Leone dá o papo 22h11min de 30 de março de 2020 (UTC)

Me inclino mais para o último, porque parece ser mais simples de entender o gráfico para quem está vendo. Mas é igual você disse, há um problema na versão móvel. MSN12102001 (discussão) 22h14min de 30 de março de 2020 (UTC)

Mesmo com o problema na versão móvel, acho o último gráfico mais intuitivo e de fácil edição para os colaboradores. GabrielStella fale! 23h46min de 30 de março de 2020 (UTC)

Imagem SVG é a opção mais vantajosa. A única desvantagem, como você disse, é a dificuldade de edição. Mas eu vou criar uma forma de edição automática para resolver essa única desvantagem. Comprometo-me a fazer edições diárias enquanto essa funcionalidade não estiver pronta, assim como venho fazendo com os dois mapas presentes na página Pandemia de COVID-19 no Brasil. SBanksX (discussão) 23h52min de 30 de março de 2020 (UTC)

Um outro ponto negativo dos gráficos de linhas (da forma como estão no momento) é que não é possível absorver nenhuma informação relevante da linha de morte porque a linha de casos é muito mais alta. E ficará pior visto que os casos crescem numa proporção muito mais elevada. O segundo gráfico resolve este problema com uma escala dupla, mas creio que fica muito confuso para a maioria dos leitores. Nesse sentido, não seria viável remover a linha de mortes e, eventualmente, apresentá-la num eixo separado?--Prlimath (discussão) 01h38min de 31 de março de 2020 (UTC)

Morte confirmada por COVID-19 no Brasil em janeiro de 2020[editar código-fonte]

O Ministério da Saúde divulgou em 2 de abril de 2020 que uma mulher de 75 anos teria morrido em 23 de janeiro de 2020 em Minas Gerais, em decorrência da COVID-19. O caso foi confirmado pelo exame laboratorial PCR. De acordo com o o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, a descoberta é resultado de uma "investigação retrospectiva" dos pacientes internados com quadros de síndrome respiratória aguda grave. Ele também informou: "Lembrem-se que estamos fazendo a investigação de casos internados. Muitos desses casos estão com material colhido, e nós tivemos, a partir de investigação retrospectiva, a identificação do primeiro caso confirmado. Ele é da semana epidemiológica 4, de 23 de janeiro". A confirmação indica que o caso foi a primeira morte por COVID-19 fora do território chinês. Essa informação foi publicada por diversos jornais e sítios de notícias brasileiros como o G1, O Globo, UOL, Estado de Minas e Veja. Sudhertzen (discussão) 16h02min de 3 de abril de 2020 (UTC)

O Ministério da Saúde divulgou em 3 de abril de 2020 que estava incorreta a informação sobre a data da morte da brasileira de 75 anos. A Secretaria de Saúde de Minas Gerais errou ao computar a data da primeira morte por Covid-19 no estado e notificou que o óbito havia ocorrido em 25 de março. Sudhertzen (discussão) 17h55min de 4 de abril de 2020 (UTC)

Pronunciamentos do Presidente[editar código-fonte]

Gostaria de sugerir um tópico com os pronunciamentos do presidente que tem consumido a imprenssa durante essa crise. Como referẽncia poderíamos construir um diagrama como o abaixo do Presidente Trump: https://en.wikipedia.org/wiki/2020_coronavirus_pandemic_in_the_United_States#/media/File:20200401_Trump_coronavirus_quote_timelines_-_Washington_Post.svg Sarahyva (discussão) 16h50min de 3 de abril de 2020 (UTC)