Discussão:Plug-in

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Renomeação[editar código-fonte]

Considerando as recomendações do livro de estilo, esta página precisa ser renomeada. A grafia "pluguin" não é inglês (o correto é plug-in, com hífen) nem português, pois não se pronuncia plujim e sim pluguim. Temos três opções: usar o termo em inglês (plug-in), o termo aportuguesado (pluguim) ou usamos o termo extensão (de navegador). Por favor, manifestem-se a respeito. Como há uma discussão específica que categoriza um pluguim como um tipo especial de extensão, creio que o termo aportuguesado ou o termo em inglês sejam mais adequados. Add-on tem a tradução fácil e quase unânime de complemento, mas pluguim recebeu uma conotação diferente.

Aos anglófilos de carteirinha: a grafia do aportuguesamento é inevitável. Palavras terminadas em -in em português nunca são oxítonas (píjin, písin, hein, mas pasquim, nanquim, pinguim) e o fonema /g/ (guê) exige um u antes de i e e. Além do mais, plug já foi aportuguesado como plugue (tomada no Brasil e ficha em Portugal e algures), portanto não há outra grafia que se conforme à ortografia vigente. Grafar "plugin", sem um u depois do g é inaceitável pois implica na pronúncia plujim, que não ocorre em nenhum país, lusófono ou não.

Esperarei algumas semanas antes de renomear, mas peço desde já que não tumultuem a discussão defendendo inutilmente a grafia atual, já que ela não encontra respaldo nem na ortografia inglesa nem na portuguesa. comentário não assinado de 164.85.68.11 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

Renomeação feita por Yanguas em 2014. --Luan (discussão) 14h33min de 3 de abril de 2018 (UTC)

Fusão Plug-in; Add-ons