Discussão:Produto interno bruto do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Remoção de colunas[editar código-fonte]

@PauloMSimoes: Decidi simplificar a tabela. Removi as colunas sobre Câmbio, Desemprego, Inflação e Dívida pública bruta. Acho que essas informações fogem do escopo do artigo, que é claramente sobre o PIB apenas. Acho ainda que é possível remover ainda mais, como a coluna da População. O objetivo disso tudo é manter o artigo dentro do tema e simplificar a tabela, que estava (e ainda está) muito densa e confusa. O que você acha? É possível remover mais colunas ou devemos restaurar algumas? HG (discussão) 15h02min de 14 de junho de 2017 (UTC)

@Holy Goo: acho que ficou bom. Inflação, dólar, desemprego não precisam estar na tabela.
Pode remover também "Trimestre", "Crescimento trimestral", "PIB em dólar" e "População".
Um lembrete: ao inserir estes gráficos de visualização do artigo, coloque um título, para não confundir o leitor. Sdçs! PauloMSimoes (discussão) 16h16min de 14 de junho de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── @PauloMSimoes:

  • Discordo em remover o crescimento trimestral
  • PIB em dólar, acho que pode ficar, mas tenho dúvida. Acha que poderíamos fundir o PIB em dólar na coluna anterior, que é do PIB em reais?
  • População será eliminada também
  • O que fazemos com sinais como esse (⇊), que indica aumento ou queda? Não faria mais sentido apenas usar um número negativo para indicar queda?

...HG (discussão) 16h58min de 14 de junho de 2017 (UTC)

Pois eu acho que crescimento trimestral é encheção de linguiça; PIB em dólar também. Nossa moeda é R$, o PIB oficial é divulgado em R$ e os indicadores de subida ou queda são sobre R$. De todos, acho mais importante "População", que compõe o PPC. PauloMSimoes (discussão) 18h58min de 14 de junho de 2017 (UTC)

Holy Goo, sugestão quanto ao uso ou não de setinhas pra cima e pra baixo: coloque cores, como no exemplo abaixo (pode até tirar o sinal negativo).

Ano Trimestre Crescimento do PIB (trimestralmente)
2017 4º trim. (1 mar 2018) Não disponível
3º trim. (1 dez 2017)
2º trim. (1 set 2017)
1º trim. 1,0%
2016 4º trim. -0,9%

Uma dúvida: como eu verifico se todos estes números trimestrais estão certos ? PauloMSimoes (discussão) 04h17min de 15 de junho de 2017 (UTC)

@PauloMSimoes: Ótima ideia! Vou fazer isso. Quanto à verificação dos números trimestrais, há uma referência no título da coluna, mas não consegui verificar todos os dados e também percebi alguns possíveis erros (ATUALIZAÇÂO: Há muitos erros; optei por remover a coluna). Será necessário encontrar uma fonte melhor e verificável. Este artigo tem bastante visibilidade, e por isso é importante trabalhar nele. HG (discussão) 12h52min de 15 de junho de 2017 (UTC)

@Holy Goo: achei que ficou melhor a tabela agora, sem os trimestrais; uma sugestão: havia uma coluna "População", você poderia cogitar a sua volta na tabela e também de adicionar uma coluna "PIB per capita nominal, que é o resultado da divisão "PIB nominal" pela "População" (mesmo sendo população estimada, nos anos sem censo demográfico, com fontes verificáveis). Não encontrei nenhum artigo sobre evolução do PIB per capita no Brasil e seria bom ter esta informação, mas em R$. E sem colunas em dólar, não vejo razão para isso. Você poderia fazer uma simulação de algumas linhas na sua página de testes e ver se fica bom. PauloMSimoes (discussão) 19h45min de 15 de junho de 2017 (UTC)

@PauloMSimoes: Eu acho importante a coluna do PIB trimestral pois é assim que o PIB é calculado. A divulgação é por trimestre. Quanto ao PIB per capita, acho que vai ser necessári achar uma fonte para a informação. Há uma diferença entre PIB real e nominal, há inflação, acho que é mais complicado que uma simples divisão. HG (discussão) 21h18min de 15 de junho de 2017 (UTC)
@Holy Goo: é só escolher a variável. Se for "PIB nominal", será "PPC nominal". PauloMSimoes (discussão) 21h37min de 15 de junho de 2017 (UTC)
@PauloMSimoes: Tudo bem então. Vou ver o que posso fazer. Quando tudo estiver pronto, vou fazer no Excel um gráfico bem bacana que mostra a variação do PIB. A variação do PIB é a informação mais precisa e confiável da tabela. HG (discussão) 23h07min de 15 de junho de 2017 (UTC)

O texto seguinte foi movido de: Usuário Discussão:PauloMSimoes

Evolução do PIB[editar código-fonte]

Mudança de planos. Encontrei dados do banco mundial que pude fazer download como arquivo do Excel. Tem todos os dados sobre o PIB imagináveis, e desde 1967! Dê uma olhada na tabela em minha página de testes aqui. Vai ficar jóia! HG (discussão) 00h14min de 16 de junho de 2017 (UTC)

Holy (sem ping). Não consegui ver o seu link, mas imagino que seja tudo em dólar, ou não ? PauloMSimoes (discussão) 00h37min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Não! Tudo em LCU (local currency unit, ou seja, unidade monetária local). O link está aqui: Usuário:Holy_Goo/Testes/EdPIBdB. Sinta-se livre para editar minha página de testes! HG (discussão) 00h43min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Linda tabela ! Depois de pronta, me chame para dar uma olhada. Você viu meu último comentário na seção "Monotonia" ? PauloMSimoes (discussão) 00h49min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Tecnicamente ela já está pronta. Falta apenas nomear os títulos das colunas de forma correta. Talvez você pudesse me ajudar nisso. Sabe, escrever com as palavras mais adequadas o que é valor corrente, valor constante, essas coisas. Sim, li seu comentário acima. Achei mesmo que você estivesse falando sério. hehe. HG (discussão) 00h53min de 16 de junho de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Não entendo muito do assunto, mas parece óbvio que os valores menores correspondem ao "PIB/PPC real, que desconta a inflação" e os valores maiores são o "PIB/PPC nominal" (expressões citadas no artigo). PauloMSimoes (discussão) 01h15min de 16 de junho de 2017 (UTC)

Beleza, era disso que eu precisava. HG (discussão) 01h17min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Mentira, ainda não entendi. Os valores que terminam depois de um tempo são o real ou o nominal? HG (discussão) 01h21min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Não entendi. "Depois de um tempo" são os da 3ª coluna antes de 1989 ? PauloMSimoes (discussão) 01h26min de 16 de junho de 2017 (UTC)

Holy, estive vendo a sequência das colunas, e acho melhor ser assim: PIB nominal; PIB real; Variação do PIB real; PIB per capita nominal; PIB per capita real; Variação do PIB per capita real. Os números são bem correspondentes a esta fonte. PauloMSimoes (discussão) 01h42min de 16 de junho de 2017 (UTC)

Faz sentido. Vou reorganizar as colunas dessa forma e, enfim, publicar a tabela nova. Tem certeza que tu não confundiu o real com o nominal? HG (discussão) 01h49min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Acho que não. "Real" é com o desconto da inflação e outras reduções (não sei quais, mas o resultado final é bem menor que o PIB nominal). "Nominal" é o valor calculado sem considerar as reduções. Ou não ?
PauloMSimoes (discussão) 02h00min de 16 de junho de 2017 (UTC)
Tudo bem então. Falta agora pesquisar dados do ano de 2016 e aí fica pronto. Ufa! HG (discussão) 02h11min de 16 de junho de 2017 (UTC)

Proposta de renomeação e ampliação do objeto[editar código-fonte]

Olá a todos! Espero ânimos mais arrefecidos e proponho a renomeação, bem como a ampliação do objeto tratado neste artigo. Proponho renomear para Produto interno bruto do Brasil. Assim, é cumprida a norma "Nomes completos em vez de abreviaturas". Também amplia-se o objeto do artigo, deixando-o mais enciclopédico (ao passo que fica mais generalista), como também agrega/concentra todas aquelas listagens relativas ao PIB e ao Brasil, respondendo a uma demanda de Predefinição:Economia do Brasil. Concordam? --Luan (discussão) 14h26min de 6 de outubro de 2017 (UTC)

Que se exploda as normas. Quer dizer que então, se tu pudesse, tu iria renomear Lista de unidades federativas do Brasil por PIB per capita (1950) para uma coisa mais monstruosa ainda, que seria Lista de unidades federativas do Brasil por produto interno bruto per capita (1950)? Mas concordo com a renomeação proposta, mas o artigo teria que passar por uma grande expansão, pois o PIB não é só um número, mas é também a origem dos valores, quanto do PIB vem do setor primário, secundário etc. Holy Goo (d . c) 17h48min de 6 de outubro de 2017 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio-- Leon saudanha 00h23min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Yes check.svg Feito A alteração do título parece ser racional, e não vejo impedimento para a mudança. A expansão que mencionei acima também seria necessária caso o artigo tivesse o nome anterior, então não há razão para não mover a página. Holy Goo (d . c) 02h40min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

Tabela problemática[editar código-fonte]

Prezados Holy Goo e PauloMSimoes, com todo o respeito ao trabalhão que tiveram para fazer a tabela de evolução do PIB, os números da primeira coluna da tabela me parecem estranhíssimos, sobretudo de 1967 a 1999. Quais são as fontes dessas cifras? A unidade utilizada é a mesma? Teria havido erro na compilação dos dados? Como pode, por exemplo, o PIB nominal de 1967 ser de R$0,03 (três centavos de real, equivalentes USD 262.861.203.500,00)!? --Yone (discussão) 01h03min de 10 de maio de 2018 (UTC)

Prezada Yone, participei desta elaboração, mas não saberia te dizer com certeza. O PIB nominal considera a inflação do período até o ano corrente, e foi um bocado de "zeros" perdidos. Ver PIB#PIB nominal e PIB real. Mas há inconsistências no artigo. Os números foram extraídos de The World Bank Data Base. Tomando como exemplo o gráfico "GDP (constant LCU)", têm-se para o ano de 1967, por exemplo, 262,861 bilhões (LCU - "local currency") e não US$, como está na tabela. É necessário uma revisão, por quem entenda. Estou longe disso...--PauloMSimoes (discussão) 02h28min de 10 de maio de 2018 (UTC)
Obrigada, Paulo, pela indicação da fonte. Vou dar uma olhada nos dados e tentar resolver esse quid pro quo. De todo modo, talvez seja melhor ocultar, por ora, a parte mais "cruel" da tabela. O que acha? Esse PIB de três centavos está me dando vontade de chorar... Very sorry.svg --Yone (discussão) 06h30min de 10 de maio de 2018 (UTC)
@Holy Goo: Bom dia aparece aí, que o filho é teu...--PauloMSimoes (discussão) 10h00min de 10 de maio de 2018 (UTC)
@Luan: que também editou consideravelmente a tabela, pode ajudar?--PauloMSimoes (discussão) 11h09min de 10 de maio de 2018 (UTC)
Sendo bem sincero, eu não lembro. Não lembro como eu extraí os dados do WorldBank. Vou ter que re-estudar esse caso. Enquanto isso, falvez seja uma boa idea remover a coluna do PIB nominal... Holy Goo (d . c) 15h50min de 10 de maio de 2018 (UTC)
Prezados Holy Goo e Paulo, estou pensando que a solução possa ser muito mais simples do parecia à primeira vista. Realmente, os dados contidos no gráfico GDP (constant LCU) correspondem aos dados que estão na segunda coluna da tabela - PIB real (US$). Só está faltando citar a fonte e, talvez, acrescentar uma pequena nota explicativa. Aliás, acabo de ler, nesta página, que o Banco Mundial padroniza os valores do PIB e de consumo das famílias, segundo o critério da paridade do poder de compra (PPP).
Portanto está tudo certo com essa coluna, e eu até decidi retirar algumas alterações que havia feito, inclusive uma nota explicativa sobre a inflação do dólar (que eu pensei não estar sendo considerada).
Quanto à primeira coluna - PIB nominal (R$) -, acho mesmo que não dá pra ficar como está. Mesmo se a gente conseguisse corrigir os números "suspeitos", que interesse podem ter valores nominais de 30, 40 ou 50 anos atrás - lembrando que o Brasil já passou por hiperinflação e um montão de reformas monetárias (cruzeiro novo, cruzeiro, cruzado, cruzado novo, o outro cruzeiro, cruzeiro real) nesse período ? Mas... se, em vez de valores em reais, tivermos valores em dólares correntes (ou seja, PIB nominal, em USD), a coluna 1 pode ficar mais interessante. Aqui tem uma série histórica (elaborada pelo FMI) do PIB nominal 1980-2015, e aqui tem o PIB nominal 2016 - 2018.
O que vocês acham? Yone (discussão) 07h17min de 11 de maio de 2018 (UTC)
Yone, que bom que você está se aprofundando no assunto. Se está se embasando em todas estas informações, não vejo porque contestar, e o que fizer vai estar bem feito. Quanto à sua observação que os dados nominais de décadas atrás não tem interesse, não concordo, neste caso. São dados históricos, e talvez fosse melhor adicionar notas explicativas em alguns campos; se houver uma explicação para sua opinião e eu estiver errado, me corrija por favor. Uma dúvida, os dados na segunda coluna, segundo a fonte, são em LCU (que pelo que parece, significa "moeda local"). Porque o título da coluna menciona US$? Você não acha estranho, em 2017 por exemplo, termos um PIB de US$ 2.054.969.000.000. Creio que isso seja 2 trilhões de dólares, um pouco exagerado, não? E o formato dos n.ºs poderia ser conforme o LDE, em WP:LDE/NQ ({{fmtn}}) Vamos aguardar o Holy se manifestar.--PauloMSimoes (discussão) 10h26min de 11 de maio de 2018 (UTC)

Olá, Paulo! Muito obrigada por suas observações.

  • Em primeiro lugar, sim, você tem toda a razão: eu deveria ter corrigido o cabeçalho da coluna 2 (desculpe: eu estava dormindo, literalmente). Os números são mesmo em moeda local (LCU), a preços constantes (e não em dólares). Vou consertar isso daqui a pouquinho (aliás, também preciso me lembrar de colocar o link para a fonte de cada coluna da tabela).
    Se você quiser dar uma olhada, os dados da coluna 2 (PIB real) estão aqui (GDP (constant LCU) Brazil).
  • Sobre o PIB 2017: uma vez que a série do Banco Mundial termina em 2016, achei que poderia usar, provisoriamente, os dados do FMI, tanto para o PIB nominal quanto para o PIB real de 2017 (Gross domestic product, current prices - National currency e Gross domestic product, constant prices - National currency, respectivamente). Esse PIB 2017 no valor de USD 2 tri, a preços correntes (Brazil Gross domestic product, current prices U.S. dollars Billions), pode parecer esquisito, mas é o que diz lá, no relatório do Fundo Monetário. O dado também foi publicado pela imprensa: "a riqueza criada pelo Brasil situou-se ligeiramente acima de 2 biliões (lembrando que, em Portugal, bilião=trilhão) de dólares)...". E não seria a primeira vez que o PIB do Brasil chegaria a US$2 trilhões. Infelizmente, não conheço a metodologia de cálculo usada pelo FMI. Só achei umas notas nesta tabela, com informações genéricas sobre as fontes em que eles próprios se baseiam e a referência a uma tal chain-weighted methodology , que eles usam pra cozinhar os números. Enfim, a metodologia pode até ter seus furos, mas duvido muito que eles tenham errado nas contas. No fim das contas, esse valor do PIB, em dólares, é apenas o resultado de uma continha de dividir (PIB, em reais, pela taxa de câmbio, ou seja, R$6,56 trilhões:3,20). Se esse resultado ficou alto demais, é porque a taxa de câmbio (R$3,20 por US$1) estava muito apreciada, em 2017. Mas, se você achar melhor, eu não faço objeção a retirar esse PIB do FMI e esperar até que o Banco Mundial publique sua cifra do PIB para 2017. Em geral, essas duas fontes devem convergir para valores não muito diferentes. Em 2016, por exemplo, o PIB do FMI foi 1,793.066 - muito próximo do registrado pelo WB, que foi US$1,796 trilhão).
  • Tudo bem quanto a manter a coluna PIB nominal (R$), se você assim preferir. Os dados (PIB em moeda local, em valores correntes, isto é, valores nominais), estão aqui: GDP (current LCU) Brazil, em Excel (disponível para download). Aparentemente, são os mesmos dados que o nosso amigo Holy Goo usou. Então, como eu dizia, podemos manter coluna do PIB nominal, em moeda local, mas... se for assim, seria necessário, imprescindível, na minha opnião, acrescentar uma nova coluna, com os correspondentes valores em dólares [1], para dar alguma inteligibilidade àqueles dados mais antigos (como o tal PIB de três centavos). Só que eu não sei mexer na estrutura da tabela Talvez eu precise de ajuda para acrescentar uma nova coluna.
  • Podemos deixar pra resolver a formatação dos números depois?
    Bem, acho que já estou ficando com sono. Melhor parar por aqui pra não fazer bobagens de novo. °-° Smiley.png Yone (discussão) 06h18min de 14 de maio de 2018 (UTC)

Olá, Yone! Penso que uma nova coluna, somente se for imprescindível, mesmo. Não entendi sua citação "lembrando que, em Portugal, bilião=trilhão de dólares"; às vezes eles usam a expressão "mil biliões", o que seria realmente "trilhões", mas na fonte citada não é o caso: "...a riqueza criada pelo Brasil situou-se ligeiramente acima de 2 biliões de dólares (€1,6 biliões)". O Holy Goo é o expert nessa tabela e pode ajudar. Mas com certeza o que está fazendo está bem embasado e acho que deveria já alterar conforme as fontes, aquilo que conseguir fazer. Abraço!--PauloMSimoes (discussão) 11h00min de 14 de maio de 2018 (UTC)

Sinto muito mas não estou com cabeça para isso. Tou com mil e um problemas pra resolver em minha vida e não tenho capacidade de me focar na wikipédia. Sugiro que removam os dados duvidosos... Holy Goo (d . c) 13h50min de 14 de maio de 2018 (UTC)
@Holy Goo:, às vezes passamos por problemas mais sérios e temos que nos dedicar integralmente a solucioná-los, deixando de lado as atividades que nos dão prazer... é a vida. Espero que você em breve supere tudo e volte ao projeto como a disposição de sempre. Este assunto aqui não é do meus prediletos, por isso também peço à Yone que altere o que desejar e me avise assim que concluir para avaliarmos com calma. São muitos números, fontes em inglês, índices econômicos complexos, influência da inflação nos resultados, enfim algo bem complexo para mim.--PauloMSimoes (discussão) 15h42min de 14 de maio de 2018 (UTC)
OK, Holy Goo. Espero que seus problemas se resolvam rapidamente e que tudo dê certo pra você. Boa sorte. Yone (discussão) 17h10min de 14 de maio de 2018 (UTC)
Paulo, bilião, em Portugal, é o mesmo que "milhão de milhões" (1012, ou seja, o mesmo que trilhão no Brasil; veja nos dicionários Priberam e Porto). Para os portugueses, trilhão corresponde a 1018. A escala do PIB do Brasil é mesmo trilhão (seja em reais, seja em dólares). Exemplo: "Para o FMI, o PIB brasileiro será de US$ 1,95 trilhão no ano que vem..." (FSP, 5/10/2016). Então, se você dividir o PIB de 2017, em reais, que foi de R$6,56 trilhões, pela taxa de câmbio (R$3,20 por dólar), o resultado é mesmo US$2,05 trilhões, concorda? Yone (discussão) 17h10min de 14 de maio de 2018 (UTC)
Yone, quanto ao PIB de 2017, ok, US$ 1 950 000 000 000 = 1,95 X 1 000 000 000 000, certo?. Essa de "bilião", em Portugal, ser o mesmo que "um milhão de milhões", eu desconhecia totalmente. Então é bom, para não confundir, não usar estes termos no artigo, apenas os números, porque no Brasil "um bilhão" é o mesmo que "mil milhões".--PauloMSimoes (discussão) 17h59min de 14 de maio de 2018 (UTC)

É isso, Paulo! Em outubro de 2016, o FMI estimava o PIB brasileiro, para 2017, em US$1,95 trilhão. O número acabou sendo um pouco maior (US$2,05 tri) [2].Eventual exagero não terá sido por 'culpa' do FMI. Segundo a FSP, a previsão da retomada do crescimento [...] e a freada da alta do dólar [...] vão levar o Brasil a voltar a ser, em 2017, o oitavo maior PIB... 'Freada' do dólar, em bom português, é contenção do câmbio em R$3,20/US$1. O FMI nada tem a ver com isso: quem mexe os pauzinhos do câmbio é o BC, comprando USD (para ajudar os exportadores) ou vendendo (para agradar o pessoal das compras em Miami e melhorar os indicadores, inclusive o PIB em US$). O dólar baixo ajudou a inflar o PIB (US$) de 2017, quando o Brasil voltou a ser a 8ª economia do mundo, para alegria geral. O contrário ocorreu em 2012: a desvalorização do R$ fez o PIB cair de US$2,6 tri para US$2,4 tri, e o Brasil passou do 6º para o 7º lugar do ranking [3]. Yone (discussão) 22h50min de 14 de maio de 2018 (UTC)

Fui notificado aqui. Eu editei o artigo, não editei os números da tabela. O máximo que fiz foi alterar questões de estilo. Por sinal, a tabela precisa estar em conformidade com WP:LE/NQ e com números correto como se está discutindo aqui. --Luan (discussão) 17h40min de 15 de maio de 2018 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta @PauloMSimoes e Yone Fernandes: Que conclusões vocês tiraram dessa conversa toda? Por que a coluna problemática não foi removida? Holy Goo (d . c) 19h11min de 28 de maio de 2018 (UTC)

Olá, Holy Goo! Espero que seus problemas tenham sido resolvidos e que você tenha voltado às suas atividades normais, aqui na ptwiki.
Se puder ler aquela "conversa toda", verá que o Paulo não concordou com a remoção da coluna 1 (PIB nominal em R$). Eu tenho opinião diferente: numa série tão longa (quase 60 anos, durante os quais o Brasil teve altas taxas de inflação e sofreu várias mudanças de padrão monetário), fica difícil ter a dimensão/entender o significado daqueles valores nominais baixíssimos do PIB (em moeda local), embora todos esses dados tenham referência (Banco Mundial). Mas a discussão não prosperou, e eu também não me senti à vontade para fazer modificações na estrutura da tabela, sem discutir com você - que, afinal, é o pai da criança, como disse o Paulo. Então, achei melhor esperar até poder discutir isso com você e outros eventuais interessados. Por isso a coluna de valor nominal do PIB (desde 1967) permaneceu como estava.
Mas, pra mim, o mais importante é que as referências estejam claras, de modo que os números sejam verificáveis por qualquer usuário. Como entendi que você não se lembrava mais como tinha conseguido os dados do Banco Mundial, decidi tentar reconstruir o caminho. Para as séries de dados de GDP (current LCU), isto é, PIB nominal em R$, e de GDP (constant LCU), ou seja, PIB real em R$ (não em dólares, como estava antes), os dados continuam sendo do Banco Mundial. Apenas coloquei notas, com os links, na tabela. Para o ano de 2017, os dados são do FMI (conforme nota colocada também na própria tabela). Ainda não confrontei todos os dados da tabela com os dados das planilhas Excel do Banco Mundial, mas, aparentemente, a fonte que você usou foi essa. Por favor, se puder, dê uma olhada.
Também acrescentei o link para os dados de GDP growth (annual %), ou seja, Variação % anual do PIB, em termos reais.
Para os dados de PIB per capita (em R$ correntes, em R$ constantes e variação %) referentes ao período 1960-2016 (também do Banco Mundial: DataBank. World Development Indicators), os links para gráficos e respectivas planilhas são os seguintes:
Enfim, espero não ter feito alguma trapalhada (seria ótimo se alguém pudesse verificar). Quanto à adequação a WP:LE/NQ, que Paulo e Luan lembraram, também concordo que é preciso cuidar disso, assim que o conteúdo da tabela (dados, notas/referências) esteja OK. Yone (discussão) 07h37min de 29 de maio de 2018 (UTC)
@Yone Fernandes: Ah, agora pude verificar os dados que eu havia inserido. Antes de prosseguirmos, deixa perguntar uma coisa. Os dados do PIB nominal são verificáveis, mas são eles explicáveis? Isto é, você sabe por que os valores ali são tão baixos? Holy Goo (d . c) 12h22min de 29 de maio de 2018 (UTC)

Holy Goo, certamente esses valores tão baixos são explicáveis. A questão é saber se eles são inteligíveis. Embora eu esteja muito longe de ser especialista nesse assunto, vou tentar descrever, em linhas gerais, o que acontece. Basicamente, as "esquisitices" da tabela têm a ver com altos índices de inflação (aumento geral e cumulativo de preços), ao longo de várias décadas, e a decorrente desvalorização da moeda (as pessoas passam a precisar de uma quantidade cada vez maior de moeda para trocar pela mesma quantidade das mesmas coisas, i.e., bens ou serviços). Além disso, por causa dessa desvalorização da moeda, os valores numéricos vão ficando enormes, difíceis de operar, e as pessoas até vão perdendo a noção do seu significado. Por isso, foram feitas várias mudanças do padrão monetário no Brasil. Em cada uma dessas mudanças, foi definida uma regra de conversão (da moeda antiga para a nova). Desde 1967, houve sete mudanças de padrão monetário:

  • Em 1967, o cruzeiro foi substituído pelo cruzeiro novo, sendo NCr$1,00=Cr$1.000,00.
  • Em 1970, a moeda voltou a se chamar cruzeiro, sendo convertido à razão de 1:1, ou seja Cr$1 = NCr$1.
  • Em 1986, a moeda passou a ser o cruzado, sendo Cz$1,00 = Cr$ 1.000,00.
  • Em 1989, a moeda passa a ser o cruzado novo, sendo NCz$1 = Cz$ 1.000,00.
  • Em 1990, a moeda volta a se chamar cruzeiro, sendo Cr$1,00=NCz$ 1,00
  • Em 1993, é instituído o cruzeiro real, sendo CR$1,00=Cr$ 1.000,00
  • Finalmente, em 1994, foi criado o real, sendo R$1,00 = CR$ 2.750,00.

Chegando à nossa tabela: para construir uma série histórica como essa, de 1967 a 2016, é preciso usar a mesma unidade, ou seja, é necessário converter todos o valores à moeda atual (o real), reconstituindo-se todas as mudanças de padrão monetário ocorridas e aplicando-se as respectivas regras de conversão. Como se trata de valor nominal, faz-se apenas essa conversão, sem se considerar a inflação. Por isso, os valores mais antigos parecem totalmente destituídos de significado, para nós. Yone (discussão) 22h28min de 29 de maio de 2018 (UTC)

@Yone Fernandes: Foi o que pensei também, mas tinha dúvida se isso poderia ter um impacto tão grande assim para "engolir" bilhões do PIB nominal.
Mais uma coisa: eu estava analisando a fonte que usei para criar a tabela. É esta [4]
Deve aparecer o gráficio aí da GDP (constant LCU), o que significa "constant Local Currency Unit", ou moeda local. Esse gráfico mostra o que é o PIB real na tabela. O outro que está ali na lista ao lado, o GDP (current LCU), é o que se transformou no PIB nominal.
A pergunta é: essas são as formas corretas de traduzir esses termos em inglês? O PIB real, por exemplo, é o mesmo que o GDP constant LCU? Holy Goo (d . c) 00h59min de 30 de maio de 2018 (UTC)

Holy Goo, não está errado traduzir GDP (current LCU) como PIB nominal (R$) e GDP constant LCU como PIB real (R$). Os títulos das colunas podem ser também PIB em R$ (valores correntes) e PIB em R$ (valores constantes), se quisermos ser mais precisos e fieis ao original. De todo modo, o mais importante é que o problema das referências parece estar resolvido. Agora só restam alguns detalhes a acertar. Uma coisa que eu havia sugerido é introduzir uma coluna de PIB em dólares, não apenas para ajudar a entender a dimensão real daqueles valores nominais antigos e tão "esquisitos" (como aquele famoso PIB de R$0,03 em 1967) mas sobretudo para dar fundamento a comparações entre a economia brasileira e a de outros países. O que você acha?--Yone (discussão) 01h25min de 2 de junho de 2018 (UTC)

Não vejo por que não. Deveríamos também adicionar uma nota explicando o porquê dos valores tão baixos do PIB nominal. Holy Goo (d . c) 02h30min de 2 de junho de 2018 (UTC)