Dolly (refrigerante)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dolly
Privada
Slogan Dolly, o sabor Brasileiro.
Fundação 1987
Sede Diadema, SP -  Brasil
Produtos Refrigerantes
Website oficial http://www.dolly.com.br/

Dolly é uma empresa brasileira de bebidas, cujo o refrigerantes é o carro chefe da produção, atendendo a região sudeste do país desde 1987. O principal produto é o Dolly Guaraná e tem um mascote chamado Dollynho.

O mascote Dollynho, presença constante nas propagandas da empresa ao menos desde 2004, acabou tornando-se conhecido por todo o Brasil não apenas pela exposição em rede nacional na televisão mas, sobretudo, na internet em função da grande quantidade de memes explorando a imagem do personagem.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Lançou o primeiro refrigerante diet do Brasil no ano de 1987.[1] A empresa começou a ficar nacionalmente conhecida no final da década de 1990.

Em 2003, no que ficou conhecido como o Caso Coca-Cola vs. Dolly, o proprietário da empresa, Laerte Codonho, acusou a Coca-Cola de práticas de concorrência desleal e acusou-a de sonegação de impostos e de usar folhas de coca em seu produto principal, além de outras acusações.[2] As denúncias foram amplamente divulgadas pela RedeTV!.[3]

A partir de então, a Dolly passou a estar constantemente em propagandas veiculadas nas principais emissoras de televisão, exceto a Rede Globo, e com destaque para a longa relação com a RedeTV! como patrocinadora do antigo programa Pânico na TV e de um humorístico vespertino apresentado por João Kléber.

Posteriormente foi criado o personagem #Dollynho.

Em 2015, números da ACNielsen mostravam que a empresa possuía 15% share de 10% no mercado nacional de refrigerantes, mesmo tendo a distribuição mais restrita ao Sudeste, chegando ao share de 30% na Grande São Paulo.[1]

Em 2017 a Operação Clone da Polícia Federal que constatou fraudes praticadas pelo contador contra a própria empresa. Devido aos procedimentos da operação policial, algumas fábricas da empresa acabaram tendo que ficar fechadas por alguns dias.[4] Já em 10 maio de 2018 o proprietário da empresa foi preso por uma acusação de fraude fiscal.[5]

Dollynho[editar | editar código-fonte]

O Dollynho é o mascote da empresa, um boneco em forma de garrafa pet verde e meio amassada[1] que falava com voz de criança e fazia apresentações em escolas.[1] Sua voz era interpretada pelo ator mirim Felipe Machado.[6] O personagem foi satirizado e passou a ser usado em memes de páginas criadas por usuáros do Facebook.[7]

Filiais[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. a b c d e Dalmir Reis Jr. «Estratégia Mercadológica: DOLLY». Consultado em 10 de maio de 2018. 
  2. «Clippings Mensais: Abril 2004». Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas. 30 de abril de 2004. Consultado em 26 de abril de 2012.. Cópia arquivada em 19 de fevereiro de 2009 
  3. Fernanda Penna Borges (11 de abril de 2012). «Dolly e Rede TV! são condenados a pagar R$ 2 milhões à Coca-Cola» 
  4. Folha. «Dolly reabre fábrica, e sócio de contador admite desvio de dinheiro». Consultado em 10 de maio de 2018. 
  5. Walace Lara (10 de maio de 2018). «cia prende dono da empresa de refrigerantes Dolly por fraude fiscal em SP» 
  6. JC Online (21 de janeiro de 2018). «Dono da 'voz de Dollynho' é aprovado no The Voice Kids - Felipe Machado, é o dono da 'voz do famoso Dollynho', ícone da marca de refrigerantes». Consultado em 10 de maio de 2018. 
  7. G1. «Fábrica de memes: como brasileiros profissionalizaram a criação de vídeos e fotos de humor que bombam nas redes». Consultado em 10 de maio de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.