AMBEV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a empresa Ambev, subsidiária da InBev. Para a multinacional e proprietária da Ambev, veja InBev.
Ambev
Razão social Ambev S.A.
empresa de capital aberto
Slogan "Além dos Rótulos"
Cotação B3ABEV3
NYSE: ABEV
Atividade bebidas
Gênero sociedade anônima
Fundação 1 de julho de 1999 (23 anos)
Fundador(es) Carlos Alberto Sicupira
Jorge Paulo Lemann
Marcel Herrmann Telles
Sede São Paulo, SP, Brasil
Locais Mundo
Proprietário(s) AB InBev
Presidente Jean Jereissati Neto
Pessoas-chave Bernardo Pinto Paiva, diretor geral[1]
Empregados 30.835 (Brasil), 10.176 (América Latina) (2021)[2]
Produtos no Brasil: cervejas, refrigerante, chá gelado e água mineral
Produção 180 milhões de hectolitros (2021)[3]
Divisões Ambev Centroamérica
Subsidiárias Cervecería y Maltería Quilmes
Cervecería Nacional Dominicana
Cervepar
Compañia Salus
Arosuco
B.Blend
Acionistas Interbrew (53,80%)
Free float (28,50%)
Fundação Antônio e Helena Zerrenner (9,60%)
AmBrew (8,10%)
Valor de mercado Prejuízo R$ 223,49 bilhões (2º tri/2022)[4][5]
Lucro Aumento R$ 37,19 bilhões (2021)[3]
Faturamento Aumento R$ 72,85 bilhões (2021)[3]
Renda líquida Aumento R$ 13,47 bilhões (2021)[3]
Antecessora(s) Companhia Cervejaria Brahma
Companhia Antarctica Paulista
Website oficial www.ambev.com.br
Caminhão da cervejaria

Ambev (estilizado em caixa alta como AMBEV) é uma empresa brasileira[6] dedicada à produção de bebidas, entre as quais cervejas, refrigerantes, energéticos, sucos, chás e água. É a 14ª maior empresa do país[7] em receita líquida[8] e controla cerca de 69% do mercado brasileiro de cerveja.[9] Atualmente possui mais de 30 cervejarias, maltarias, fábricas de refrigerante, fábrica de rótulos, rolha e vidro, além de seis centros de excelência espalhados pelo Brasil.[10] É conhecida pela produção de mais de 25 rótulos de cervejas pilsens, como Skol, Brahma e Budweiser, e cerca de 50 do tipo ale.

Faz parte do grupo Anheuser-Busch InBev desde o ano de 2004, quando anunciou fusão com a companhia belga Interbrew. Trata-se da maior fabricante de cervejas do mundo.[11]

História[editar | editar código-fonte]

A Ambev nasceu da fusão entre as então concorrentes Companhia Antarctica Paulista e a Companhia Cervejaria Brahma, do Rio de Janeiro, em 1999.[12] Com o decorrer dos anos, a empresa foi agregando novas marcas e cervejarias, como as artesanais mineira Wäls[13] e a paulista Colorado.[14]

Os empreendedores Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira, do grupo 3G Capital, foram os fundadores da Ambev e instituíram desde o início uma gestão centrada em desempenho e perseguição das metas financeiras estabelecidas.[15] O lucro líquido da empresa de capital aberto saltou de R$ 470 milhões em 2000 para R$ 11,3 bilhões em 2018.[16]

A trajetória da companhia está registrada no livro "De um Gole Só",[17] escrito pela jornalista Ariane Abdallah.[18] Em 30 anos, eles foram "de uma cervejaria ineficiente para a maior cervejaria do mundo", comentou a autora em entrevista à Folha de S.Paulo.

Atualmente, a Ambev tem operações em mais 15 países além do Brasil: Canadá, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai, Guatemala, República Dominicana, Cuba, Panamá, Barbados, Nicarágua, Saint Vincent, Dominica e Antígua.

Em 2019, uma pesquisa divulgada pelo jornal Meio & Mensagem mostrou que a AmBev foi a empresa que mais recebeu punições no Brasil pelo CONAR, devido a propagandas publicitárias irregulares.[19]

Coesão para demissão por justa causa[editar | editar código-fonte]

Em 2022, mais de 30 empregados terceirizados da Athiva Log, empresa que presta serviços para a Ambev em Cuiabá, fizeram um boletim de ocorrência afirmando que 10 homens que se identificaram policiais militares armados os impediram de sair da empresa antes que assinassem a demissão por justa causa. O soldado Rodrigo de Santana Oliveira e Silva e o subtenente Marcelo Lacerda da Mata foram apontados como dois dos policiais que estavam fazendo ameaças. A empresa está no nome de Helio Palma de Arruda Neto, genro de Mauro Carvalho Junior, secretário-chefe da Casa Civil. Vídeos da coesão foram divulgados nas redes sociais. Os ex-empregados pretendem denunciar o caso para a Corregedoria da Polícia Militar e outros órgãos fiscalizadores por ameaça a coação e uso da máquina pública para fins pessoais.[20]

Gestão administrativa e recursos humanos[editar | editar código-fonte]

O estilo de gestão da Ambev é citado pelo rigor na busca de resultados financeiros. [21] Com mais 50 mil colaboradores em todo o mundo, a firma foi eleita pelo Great Place to Work (GPTW) como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar em 2019 no Brasil.[22] Tem também um dos processos seletivos mais disputados para o cargo de trainee, com mais de 3 mil candidatos por vaga.[23]

Meritocracia, redução do número de chefes e visão de longo prazo fazem parte da receita dos investidores para uma boa administração.[24] Em julho de 2009 a empresa recebeu uma multa de 352,7 milhões de reais do Conselho Administrativo de Defesa Econômica por denúncias de irregularidades no programa "Tô Contigo", o programa de fidelidade da empresa.[25][26]

Responsabilidade social[editar | editar código-fonte]

A Ambev lançou as águas AMA em 2017 como um projeto social.[27] Todo o lucro revertido pela venda desta marca em supermercados, restaurantes e bares é revertido para regiões carentes em estados como Bahia, Minas Gerais e Pernambuco.

Em 2018, a companhia anunciou um programa de voluntariado chamado VOA. Trata-se de uma ação para o ensino de gestão, técnicas administrativas e mentoria dada pelos próprios funcionários para instituições assistenciais.[28]

Mantém também os programas Jovem de Responsa[29] e o Consumo Inteligente, que desincentiva o consumo nocivo de álcool.[30]

Produtos[editar | editar código-fonte]

Cervejas[editar | editar código-fonte]

  • Adriática
  • Andes (Brasil)
  • Antarctica
  • Antarctica Sub Zero
  • Beck's (Alemanha)
  • Berrió (somente no estado do Piauí)
  • Bohemia
  • Brahma
  • Brahma Zero
  • Brahma Light
  • Brahma Extra
  • Brahma Bier
  • Brahma Fresh
  • Bucanero Fuerte (Cuba)
  • Budweiser (Estados Unidos)
  • Caracu
  • Colorado
  • Corona (México)
  • Esmera (somente no estado de Goías)
  • Franziskaner (Alemanha)
  • Goose Island (Estados Unidos)
  • Hertog Jan (Países Baixos)
  • Hoegaarden (Bélgica)
  • Kona (Estados Unidos)
  • Kronenbier
  • Labatt Blue (Canadá)
  • Lakeport Brewing
  • Leffe (Bélgica)
  • Legítima (somente no estado do Ceará)
  • Löwenbräu (Alemanha)
  • Magnífica (somente no estado do Maranhão)
  • Modelo (México)
  • Michelob Ultra (Estados Unidos e Canadá)
  • Miller (Estados Unidos)
  • Norteña (Uruguai)
  • Nossa (somente no estado de Pernambuco)
  • Original (Antarctica)
  • Paceña (Bolívia)
  • Patagonia (Uruguai e Argentina)
  • Patricia (Uruguai)
  • Pilsen (Paraguai e Uruguai)
  • Polar (somente no estado do Rio Grande do Sul)
  • President
  • Puerto del Mar
  • Quilmes (Argentina)
  • Serramalte
  • Serrana (Presente nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina)
  • Skol
  • Skol Hops
  • Skol 360
  • Skol Beats Senses
  • Skol Beats Spirit
  • Skol Beats Secret
  • Skol Beats 150 BPM
  • Skol Beats GT (Gin&Tônica)
  • Skol Ultra
  • Skol Puro Malte
  • Samson
  • Stella Artois (Bélgica)
  • Spaten (Alemanha)
  • Três Fidalgas
  • Wäls

Refrigerantes[editar | editar código-fonte]

Outras bebidas[editar | editar código-fonte]

Antigas marcas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ayres, Marcela. «Ambev elege Bernardo Pinto Paiva como novo diretor geral». Exame (Brasil). Consultado em 30 de Setembro de 2014 
  2. «Relatório e ESG 2021» (PDF). 04 de maio de 2022 
  3. a b c d «AMBEV REPORTS 2021». 24 de fevereiro de 2022 
  4. https://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/consultas/mercado-a-vista/valor-de-mercado-das-empresas-listadas/bolsa-de-valores-mensal/
  5. https://companiesmarketcap.com/ambev/marketcap/
  6. «Ações Ambev - ABEV3». Análise de Ações. Consultado em 12 de janeiro de 2021 
  7. Da Redação, Da Redação (11 de agosto de 2017). «Melhores e Maiores – As 500 maiores empresas do Brasil». Exame. Consultado em 21 de agosto de 2019 
  8. «Melhores e Maiores – As 500 maiores empresas do Brasil». Exame. 11 de agosto de 2017. Consultado em 27 de março de 2021 
  9. «SABMiller aceita oferta de compra da AB InBev por US$ 109 bilhões». G1. 13 de outubro de 2015. Consultado em 27 de março de 2021 
  10. Quem somos nós, Institucional (22 de agosto de 2019). «Produção». Ambev. Consultado em 22 de agosto de 2019 
  11. Rennan A. Julio (10 de junho de 2019). «A história da criação da Ambev, a maior cervejaria do mundo». Época Negócios. Consultado em 27 de março de 2021 
  12. «Brahma e Antarctica fazem megafusão». Folha de S.Paulo. 2 de julho de 1999. Consultado em 27 de março de 2021 
  13. Tatiana Vaz (10 de fevereiro de 2015). «Ambev compra a cervejaria artesanal Wäls, de Minas». Exame. Consultado em 22 de agosto de 2019 
  14. Felipe Turioni (7 de julho de 2015). «Ambev anuncia compra da cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto, SP». G1. Consultado em 22 de agosto de 2019 
  15. «Brasileiro deve levar gestão enxuta e rigorosa a nova megacervejeira». Folha de S.Paulo. 14 de outubro de 2015. Consultado em 27 de março de 2021 
  16. «Ambev registra lucro de mais de R$ 11 bilhões em 2018». G1. 28 de fevereiro de 2019. Consultado em 27 de março de 2021 
  17. «De um Gole Só». Grupo Companhia das Letras. Consultado em 27 de março de 2021 
  18. Paula Soprana (20 de julho de 2019). «Biografia da Ambev traz bastidores de aquisições e da cultura pé na porta». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de março de 2021 
  19. «Ambev foi o anunciante com mais punições no Conar em 2019, segundo pesquisa». Meio & Mensagem. UOl. 20 de janeiro de 2020. Consultado em 21 de janeiro de 2020 
  20. Alexandre Aprá (7 de março de 2022). «Terceirizados da Ambev são coagidos por PMs à paisana a assinar demissão por justa causa» (em inglês). Isso É Notícia. Consultado em 15 de março de 2022. Cópia arquivada em 15 de março de 2022 
  21. Codie. «O FENÔMENO AMBEV DE GESTÃO - Portal Profissão Atitude». Profissão Atitude. Consultado em 23 de agosto de 2019 
  22. «Melhores Empresas para Trabalhar». GPTW. 13 de agosto de 2019. Consultado em 14 de fevereiro de 2020 
  23. Camila Pati (7 de janeiro de 2014). «10 programas de trainee com mais de 400 candidatos por vaga». Exame. Consultado em 27 de março de 2021 
  24. Afonso Ferreira (14 de maio de 2015). «Aprenda 5 lições em livro sobre bilionários donos de Ambev e Burger King». UOL. Consultado em 27 de março de 2021 
  25. «Cade aplica multa de R$ 352,7 milhões à Ambev». G1. 22 de julho de 2009. Consultado em 27 de março de 2021 
  26. Isabel Sobral (22 de julho de 2009). «Cade aplica multa recorde de R$ 352,7 milhões à AmBev». Estadão. Consultado em 27 de março de 2021 
  27. Paula Pacheco (25 de janeiro de 2019). «Projeto social da Ambev dá lucro e mata a sede de áreas carentes». Jornal Estado de Minas. Consultado em 27 de março de 2021 
  28. Redação, Da (16 de abril de 2019). «52 ONGs são escolhidas para programa de mentoria em gestão». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de agosto de 2019 
  29. Karen Pegorari. «Iniciativas Sustentáveis: Ambev realiza campanha sobre responsabilidade e consumo excessivo de álcool». FIESP. Consultado em 27 de março de 2021 
  30. Renato Pezzotti (29 de abril de 2019). «Ambev 'muda' nome das cervejas em ação pelo consumo consciente de álcool». UOL. Consultado em 27 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.