Don Siegel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Don Siegel
Nascimento 26 de outubro de 1912
Chicago
Morte 20 de abril de 1991 (78 anos)
Califórnia
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Viveca Lindfors, Doe Avedon
Filho(s) Kristoffer Tabori
Alma mater Jesus College
Ocupação produtor cinematográfico, realizador
Religião ateísmo
Causa da morte cancro

Donald "Don" Siegel (Chicago, Illinois, 26 de outubro de 1912Nipomo, Califórnia, 20 de abril de 1991) foi um diretor de cinema e televisão estadunidense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Graduou-se no Jesus College (Cambridge). Começou a trabalhar em um departamento da Warner Bros., chegando a chefe. Em 1945 realizou dois curta-metragens, Hitler Lives? e A Star in the Night. A distinção da Academia por estes trabalhos deu início à sua carreira de diretor de filmes.

Em 1956 realizou o clássico filme B Vampiros de Almas (Invasion of the Body Snatchers), angariando reputação de realizador de excelentes trabalhos, mesmo com limitações de orçamento e produção. Em 1962, fez com Steve McQueen O Inferno É Para os Heróis (Hell Is for Heroes). Em 1964, dirigiu o influente Os Assassinos (The Killers), com Lee Marvin, feito para a TV mas exibido nos cinemas. No final da década de 1960, inicia sua parceria de sucesso com Clint Eastwood. Entre os filmes que fizeram juntos destacam-se os dramas policiais Meu Nome É Coogan (Coogan's Bluff, 1968) e Perseguidor Implacável (Dirty Harry, 1971), além do western Os Abutres Têm Fome (Two Mules for Sister Sara, 1970) e o suspense Alcatraz, Fuga Impossível (Escape from Alcatraz, 1979). Eastwood, aliás, reconhece que Siegel foi uma de suas maiores influências no campo da direção (o outro é Sergio Leone). Siegel dirigiu também o último filme de John Wayne, o western clássico O Último Pistoleiro (The Shootist, 1976).

Entre seus inúmeros trabalhos na televisão, destacam-se dois episódios da série Além da Imaginação (The Twilight Zone), "The Self-Improvement of Salvadore Ross" e "Uncle Simon", além longa-metragens e episódios para diversas outras séries, como Destry, The Lloyd Bridges Show, Bus Stop e The Legend of Jesse James.

De 1948 a 1953, foi casado com a atriz Viveca Lindfors, com quem teve um filho, Kristoffer Tabori.

Morreu aos setenta e oito anos, de câncer.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Todos os títulos em português referem-se a exibições no Brasil.[1]

  • 1946 Justiça Tardia (The Verdict)
  • 1949 Noite Após Noite (Night Unto Night)
  • 1949 O Cais da Maldição (The Big Steal)
  • 1952 Onde Impera a Traição (The Duel at Silver Creek)
  • 1952 Adorável Tentação (No Time for Flowers)
  • 1953 Medo Que Condena (Count the Hours)
  • 1953 Aventura na China (China Venture)
  • 1954 Rebelião no Presídio (Riot in Cell Block 11)
  • 1954 Dinheiro Maldito (Private Hell 36)
  • 1955 Dois Corações e uma Alma (The Annapolis Story)
  • 1956 Vampiros de Almas (Invasion of the Body Snatchers)
  • 1956 A Rua do Crime (Crime in the Streets)
  • 1957 O Assassino Público No. 1 (Baby Face Nelson)
  • 1957 Cigana Espanhola (Spanish Affair)
  • 1958 Contrabando de Armas (The Gun Runners)
  • 1958 O Sádico Selvagem (The Lineup)
  • 1959 Uma Dívida de Amor (Hound Dog Man)
  • 1959 Covil da Morte (Edge of Eternity)
  • 1960 Estrela de Fogo (Flaming Star)
  • 1962 O Inferno É Para os Heróis (Hell Is for Heroes)
  • 1964 Os Assassinos (The Killers, TV)
  • 1964 O Signo da Morte (The Hanged Man, TV))
  • 1967 A Caçada (Stranger on the Run, TV))
  • 1968 Meu Nome É Coogan (Coogan's Bluff)
  • 1968 Os Impiedosos (Madigan)
  • 1970 Os Abutre Também Têm Fome (Two Mules for Sister Sara)
  • 1971 O Estranho Que Nós Amamos (The Beguiled)
  • 1971 Perseguidor Implacável (Dirty Harry)
  • 1973 O Homem Que Enganou a Máfia (Charley Varrick)
  • 1974 O Moinho Negro (The Black Windmill)
  • 1976 O Último Pistoleiro (The Shootist)
  • 1977 O Telefone (Telefon)
  • 1979 Alcatraz, Fuga Impossível, (Escape from Alcatraz)
  • 1980 Ladrão Por Excelência (Rough Cut)
  • 1982 Jogando Com a Vida (Jinxed!)

Referências

  1. FILHO, Rubens Ewald (2002). Dicionário de Cineastas. São Paulo: Companhia Editora Nacional 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]