Duas Mulheres (1960)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Duas mulheres
La ciociara
Duas mulheres (PRT/BRA)
 Itália /  França
1960 •  p&b •  100 min 
Direção Vittorio De Sica
Roteiro Cesare Zavattini e Vittorio De Sica
Elenco Sophia Loren
Jean-Paul Belmondo
Eleonora Brown
Género drama
Idioma italiano
alemão
Página no IMDb (em inglês)

Duas Mulheres[1][2] (it: La ciociara) é um filme italiano e francês de 1960, do gênero drama, dirigido por Vittorio De Sica. O roteiro, escrito por De Sica e Cesare Zavattini, é uma adaptação do romance homônimo de Alberto Moravia.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Cesira, viúva dona de uma loja em Roma, e Rosseta, a filha adolescente dela que é muito devota do catolicismo. A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial, quando a capital italiana estava sendo intensamente bombardeada pelos Aliados, razão pela qual Cesira decide abandonar a cidade e levar sua filha para Ciociaria, sua montanhosa região de origem, localizada no centro da Itália.

Lá Cesira chama a atenção de um jovem intelectual chamado Michele, com quem compartilha a simpatia pelos ideais comunistas. Entretanto, Michele é levado como prisioneiro por soldados alemães que esperam usá-lo como guia para se familiarizarem com o terreno montanhoso. Mais tarde, Cesira descobre que Michele foi assassinado pelos alemães.

Durante meses mãe e filha esperam pela chegada das tropas aliadas. Mas a libertação traz uma tragédia não esperada. No caminho de volta para Roma, as duas são estupradas por Goumiers (soldados aliados marroquinos) do exército francês, e a filha acaba sofrendo um colapso mental.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Sophia Loren .... Cesira
  • Jean-Paul Belmondo .... Michele Di Libero
  • Eleonora Brown .... Rosetta
  • Carlo Ninchi .... Filippo
  • Raf Vallone…Giovanni
  • Andrea Checchi .... um fascista
  • Pupella Maggio
  • Emma Baron .... Maria
  • Bruna Cealti
  • Antonella Della Porta

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1962 (EUA)

BAFTA 1962 (Reino Unido)

  • Indicada na categoria de melhor atriz estrangeira – Sophia Loren

Festival de Cannes 1961 (França)

  • Venceu na categoria de melhor atriz – Sophia Loren
  • Indicado à Palma de Ouro – Vittorio De Sica

Globo de Ouro 1962 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme em língua estrangeira.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Applications-multimedia.svg A Wikipédia tem o