Edmondo Fabbri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edmondo Fabbri
Informações pessoais
Data de nasc. 16 de novembro de 1921
Local de nasc. Castel Bolognese, Flag of Italy.svg Itália
Falecido em 8 de junho de 1995 (73 anos)
Local da morte Castel San Pietro Terme, Flag of Italy.svg Itália
Informações profissionais
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1938–1939
1939–1940
1940–1942
1942–1943
1944
1945–1946
1946–1947
1947–1950
1950–1951
1951–1955
1955–1957
Itália Imola
Itália Forlì
Itália Atalanta
Itália Ambrosiana
Itália Faenza
Itália Inter de Milão
Itália Sampdoria
Itália Atalanta
Itália Brescia
Itália Parma
Itália Mantova
Times/Equipas que treinou
1957–1962
1962–1966
1967–1969
1969–1972
1972–1973
1974–1975
Itália Mantova
Flag of Italy.svg Itália
Itália Torino
Itália Bologna
Itália Cagliari
Itália Torino

Edmondo Fabbri (Castel Bolognese, 16 de setembro de 1921 - 8 de julho de 1995) foi um futebolista e treinador italiano.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Fabbri nasceu em Castel Bolognese e durante sua carreira jogou por várias equipes. Ele fez sua estréia na carreira com o Ímola em 1938 e mudou-se para o Forlì na temporada seguinte, mais tarde atuando na Atalanta por duas temporadas.

Depois ele jogou na Inter de Milão na temporada 1945-46 e no Faenza em 1944, retornando ao Inter para uma temporada em 1945.

Ele mudou-se para jogar na Sampdoria durante a temporada 1946-47, antes de retornar ao Atalanta por três temporadas. Ele também jogou mais tarde por Brescia (1950–51) e Parma (1951–55), também conquistando o título da Serie C de 1953–54. Ele terminou sua carreira no Mantova na temporada 1955–57.[2]

Como Treinador[editar | editar código-fonte]

Depois de se aposentar do futebol, Fabbri começou a sua carreira de treinador com o Mantova em 1957, na Serie D. Durante seus quatro anos no clube, ele levou o clube à Serie A durante a temporada de 1961-62, vencendo a Série D de 1957-58 e o títulos da Serie C de 1958-59. Em 1962, ele foi premiado com o "Seminatore d'Oro" prêmio de melhor treinador e ele foi posteriormente nomeado como treinador da Seleção Italiana.[3]

Fabbri foi o treinador principal da seleção italiana de futebol de 1962 a 1966, com 18 vitórias, 6 empates e 5 derrotas, e liderou a equipe na Copa do Mundo de 1966, onde foi eliminado na primeira rodada após surpreendentemente perder para a Coréia do Norte;[4] Fabbri foi dispensado após a eliminação da Itália na Copa do Mundo de 1966.[5]

Durante sua carreira, ele também treinou o Torino (1967-1969, 1974-75), Bologna (1969-1972), Reggiana (1982-83) e Pistoiese (1980-81).

Com o Torino, ele conquistou a Coppa Italia em 1968, e também conquistou o segundo título da Coppa Itália com o Bologna, assim como a Copa da Liga Anglo-Italiana, em 1970.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Parma

Treinador[editar | editar código-fonte]

Mantova
  • Serie D: 1957–58
  • Serie C: 1958–59
Torino
  • Coppa Italia: 1967–68
Bologna

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Storie di Calcio | Storie di Calcio». Storie di Calcio (em italiano). Consultado em 24 de julho de 2018. 
  2. «Fabbri Edmondo». www.enciclopediadelcalcio.it. Consultado em 24 de julho de 2018. 
  3. «Treccani - La cultura italiana | Treccani, il portale del sapere». www.treccani.it (em italiano). Consultado em 24 de julho de 2018. 
  4. «Elenco Italiano na Copa de 66». Consultado em 13 de março de 2016. 
  5. «Archivio Corriere della Sera». archiviostorico.corriere.it (em italiano). Consultado em 24 de julho de 2018.