Eleições gerais na Espanha em 1936

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As eleições gerais espanholas de 1936 foram realizadas em 16 de fevereiro. Foram as terceiras e últimas eleições gerais da Segunda República Espanhola. As eleições deram o triunfo a Manuel Azaña, líder da coligação de esquerda denominada Frente Popular (Front d'Esquerres na Catalunha). Com mais de 60% dos deputados eleitos, este grupo unia os partidos PSOE, Izquierda Republicana (que incluía a ORGA), União Republicana, Esquerda Republicana da Catalunha, PCE, Ação Catalana, POUM e Partido Sindicalista. Os resultados do pleito foram:[1]

Eleições gerais espanholas, 16 de Fevereiro de 1936

Partido Cadeiras % Esc. Dif.
Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) 99 20,9 +41
Confederação Espanhola de Direitas Autônomas (CEDA) 88 18,6 -27
Izquierda Republicana (IR) 87 18,4 +87
União Republicana (UR) 38 8,0 +38
Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) 37 7,8 +19
Partido Comunista de Espanha (PCE) 17 3,5 +16
Centristas 16 3,3 -
Bloco Nacional 12 2,5 -
Lliga Regionalista 12 2,5 -12
Partido Agrário 11 2,3 -24
Partido Nacionalista Basco (PNV) 10 2,1 -2
Tradicionalistas 10 2,1 -
Republicanos progressistas 6 1,2 +3
Radicais 5 1,1 -
Republicanos conservadores 3 0,6 -
Independentes de direita 3 0,6 -
Outros 19 4,0 -
TOTAL 473 100,00 +1

Referências