Eleições gerais no Uruguai em 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Uruguay.svg

As eleições gerais uruguaias de 2014 ocorrerão em 26 de outubro e, no segundo turno, em 30 de novembro. Serão eleitos todos os 130 membros da Assembleia Geral (99 deputados, 30 senadores), o presidente da República, e o vice-presidente, além de um plebiscito sobre a redução da maioridade penal.[1]

Eleição presidencial[editar | editar código-fonte]

Eleições primárias[editar | editar código-fonte]

As eleições primárias foram no domingo 1º de junho de 2014, por ocasião da Copa do Mundo do Brasil.[2]

Pré-candidatos

Referências

  1. «De Fusca, Mujica vota na periferia de Montevidéu». CBN Brasil. 26 de outubro de 2014. Consultado em 26 de outubro de 2014. 
  2. «Ley 19.005: por única vez se adelantan elecciones internas». Parlamento do Uruguai. 16-11-2012.  (em espanhol)
  3. «Diagnóstico reservado». Brecha. 8-3-2013.  (em espanhol)
  4. «Candidatos del Frente Amplio». El Observador. 25-11-2013.  (em espanhol)
  5. «A única interna real». EL PAIS. 10-3-2013.  (em espanhol)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eleições gerais no Uruguai em 2014
Ícone de esboço Este artigo sobre o Uruguai é um esboço relacionado ao Projeto América do Sul. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.