Tabaré Vázquez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tabaré Vázquez
39.º e 41.º Presidente do Uruguai
Período 1 de março de 2015
até 1 de março de 2020
Vice-presidente Raúl Fernando Sendic (2015–2017)
Lucía Topolansky (2017–2019)
Antecessor(a) José Mujica
Sucessor(a) Luis Alberto Lacalle Pou
Período 1 de março de 2005
até 1 de março de 2010
Vice-presidente Rodolfo Nin Novoa
Antecessor(a) Jorge Batlle
Sucessor(a) José Mujica
Intendente de Montevidéu
Período 5 de maio de 1990
até 5 de maio de 1994
Antecessor(a) Eduardo Fabini Jiménez
Sucessor(a) Tabaré González
Dados pessoais
Nome completo Tabaré Ramón Vázquez Rosas
Nascimento 17 de janeiro de 1940
Montevidéu, Uruguai
Morte 6 de dezembro de 2020 (80 anos)[1]
Montevidéu, Uruguai
Nacionalidade uruguaio
Alma mater Universidad de la República
Cônjuge María Auxiliadora Delgado (c. 1969; v. 2019)
Partido Frente Ampla
Profissão oncologista
Assinatura Assinatura de Tabaré Vázquez

Tabaré Ramón Vázquez Rosas (Montevidéu, 17 de janeiro de 1940Montevidéu, 6 de dezembro de 2020) foi um médico oncologista e político uruguaio, que serviu como o 39.º e 41.º presidente do Uruguai de 2005 até 2010 e de 2015 até 2019.[2]

Um dos líderes do partido Frente Ampla, Tabaré foi o primeiro político de esquerda a ocupar um cargo de importância na política uruguaia quando foi eleito prefeito de Montevidéu em 1989 e, em 2004, presidente da República, rompendo com a hegemonia dos dois principais partidos uruguaios sempre no poder, o Partido Colorado e o Partido Nacional.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido no bairro de La Teja em Montevidéu, Vázquez estudou medicina na escola médica da Universidad de la República graduando-se como especialista em oncologia em 1972. Em 1976 ganhou uma concessão do governo francês para receber treinamento adicional em Paris.

Vázquez, de tendência social-democrata, foi líder da principal coalizão de esquerda do país, a Frente Ampla. Foi eleito presidente em 31 de outubro de 2004 e teve sua posse realizada em 1º de março de 2005, tornando-se o primeiro presidente de esquerda da história do Uruguai.

Tabaré e o vice-presidente do Uruguai na posse para seu primeiro mandato presidencial, em 2005.

De 1990 a 1995, Vázquez foi o primeiro prefeito de Montevidéu da coalizão Frenta Ampla.[3] Em 1994, concorreu sem sucesso ao cargo de presidente do Uruguai, recebendo 30,6% da porcentagem total de votos. Concorreu novamente em 1999, recebendo 48% dos votos na eleição do segundo turno, perdendo para Jorge Batlle Ibáñez. Nas eleições de 2004, venceu com 50,45% do total (1 124 761 votos) na primeira contagem, eliminando a necessidade de segundo turno.

Tabaré Vázquez e o seu governo tiveram uma política económica de centro-esquerda. Entre 2005 e 2008, o salário mínimo aumentou de 1.350 pesos para 4.150 pesos ($70 para $200), enquanto que a pobreza caiu de 30,9% para 21,7% da população e o desemprego caiu de 13,1% para 7%.[4]

Candidato novamente em 2014, ganhou as eleições presidenciais contra o rival do Partido Nacional, Luis Lacalle Pou, com 1 226 105 votos (53,6%) contra 939 074 (41,1%).[5]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Vázquez foi fã notável de futebol. Durante seu período como presidente do time Club Progreso por dez anos (1979–1989), seu time ganhou o campeonato nacional em 1989. Era mestre maçom da Grande Loja Maçônica do Uruguai, numa sociedade onde não é incomum a ligação com a maçonaria.[6]

Vázquez foi casado com María Auxiliadora Delgado de 1968 até a morte dela em 2019, com quem teve quatro filhos: Ignacio, Álvaro e Javier, e um filho adotado, Fabián.

Morreu em 6 de dezembro de 2020, aos 80 anos, em decorrência de um câncer de pulmão.[7][8]

Referências

  1. «Morre o ex-presidente do Uruguai Tabaré Vázquez, aos 80 anos». O Globo. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  2. «Vázquez es electo presidente por amplia mayoría». El Pais (em espanhol). Consultado em 1 de dezembro de 2014 
  3. «Presidente Tabaré Vázquez». Presidencia de la Republica Oriental del Uruguay. Consultado em 1 de dezembro de 2014 
  4. «Tabaré Vázquez deixa legado de crescimento econômico no Uruguai». BBC News Brasil. 27 de novembro de 2009 
  5. «Corte electoral del Uruguay» (em espanhol). Arquivado do original em 2 de dezembro de 2014 
  6. «O homem que sabia mandar». El País. 1 de dezembro de 2014 
  7. «Murió el expresidente Tabaré Vázquez». El País (em espanhol). 6 de dezembro de 2020. Consultado em 6 de dezembro de 2020 
  8. «Morre aos 80 anos Tabaré Vásquez, ex-presidente do Uruguai». Uol. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 6 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Tabaré Vázquez

Precedido por
José Mujica
Presidente do Uruguai
2015 — 2020
Sucedido por
Luis Lacalle Pou
Precedido por
Jorge Batlle Ibáñez
Presidente do Uruguai
2005 — 2010
Sucedido por
José Mujica