Ernesto, Eleitor da Saxónia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ernesto
Eleitor da Saxónia
Eleitor da Saxónia
Reinado 7 de setembro de 1464
a 26 de agosto de 1486
Antecessor(a) Frederico II, Eleitor da Saxônia
Sucessor(a) Frederico III, Eleitor da Saxônia
 
Esposa Isabel da Baviera, Eleitora da Saxónia
Descendência Cristina da Saxônia
Frederico III, Eleitor da Saxônia
Ernesto II da Saxónia
Adalberto da Saxónia
João, Eleitor da Saxónia
Margarida da Saxónia
Wolfgang da Saxónia
Casa Wettin
Nascimento 24 de março de 1441
  Meißen, Eleitorado da Saxónia, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 26 de agosto de 1486 (45 anos)
  Colditz, Eleitorado da Saxónia, Sacro Império Romano-Germânico
Pai Frederico II, Eleitor da Saxônia
Mãe Margarida da Áustria, Eleitora da Saxónia

Ernsto (Meissen, 24 de Março de 1441 – Colditz, 26 de Agosto de 1486) foi príncipe-eleitor da Saxónia entre 1464 e 1486.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ernesto foi o fundador e progenitor da linha ernestina dos príncipes da Saxónia,[1] e um antepassado directo em linha paterna do príncipe Alberto de Saxe-Coburgo-Gotha.

Frederico I, Eleitor da Saxónia (1381–1428), Ernesto, Eleitor da Saxónia (1464–1486) e Frederico II, Eleitor da Saxónia (1428–1464); Fürstenzug, Dresden, Alemanha

Foi o quarto dos oito filhos de Frederico II, Eleitor da Saxónia e da arquiduquesa Margarida da Áustria, irmã do sacro-imperador Frederico III.

Quando o seu irmão mais velho, Frederico, morreu em 1451, Ernesto passou a ser o novo herdeiro-aparente da posição de eleitor da Saxónia.

Em 1455, Ernesto e o seu irmão Alberto foram raptados pelo cavaleiro Kunz von Kaufungen, um episódio que ficou conhecido na história da Alemanha como o "Prinzenraub" (O Roubo dos Príncipes).

Em 1464, sucedeu ao seu pai como Eleitor da Saxónia, e anexou o ducado da Turíngia em 1482. Três anos depois, através do Tratado de Leipzig de 1485, passou a partilhar os seus territórios com o irmão Alberto, até divisão oficial das suas possessões.

Nos termos do Tratado de Leipzig, Ernesto recebeu as regiões à volta de Wittenberg, o sul da Turíngia, a região de Vogtland e partes da Pleissnerland. Escolheu a cidade de Wittenberg para a sua residência oficial. Durante o seu reinado, promoveu a prosperidade dos seus territórios e introduziu uma constituição.

Um ano após a divisão do eleitorado, Ernesto morreu em Colditz, aos quarenta-e-seis anos de idade, devido aos ferimentos que sofreu após sofrer uma queda de cavalo.

Descendência[editar | editar código-fonte]

A sua esposa, a princesa Isabel da Baviera.

Ernesto casou-se em Leipzig a 19 de Novembro de 1460 com a princesa Isabel da Baviera. Juntos, tiveram sete filhos:

  1. Cristina da Saxónia (25 de Dezembro de 1461 – 8 de Dezembro de 1521), casada com o rei João I da Dinamarca; com descendência.
  2. Frederico III, Eleitor da Saxónia (17 de Janeiro de 1463 – 5 de Maio de 1525), nunca se casou nem deixou descendentes.
  3. Ernesto II da Saxónia (26 de Junho de 1464 – 3 de Agosto de 1513), arcebispo de Magdeburgo (1476–1480), bispo de Halberstadt (1480–1513)
  4. Adalberto da Saxónia (8 de Maio de 1467 – 1 de Maio de 1484), administrador de Mainz, morreu solteiro e sem descendentes legítimos.
  5. João, Eleitor da Saxónia (30 de Junho de 1468 – 16 de Agosto de 1532), casado primeiro com a princesa Sofia de Mecklemburgo; com descendência. Casado depois com a princesa Margarida de Anhalt-Köthen; com descendência.
  6. Margarida da Saxónia (4 de Agosto de 1469 – 7 de Dezembro de 1528), casada com Henrique I, Duque de Lüneburg; com descendência.
  7. Wolfgang da Saxónia (1473 –1478), morreu com cerca de cinco anos de idade.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Ernesto, Eleitor da Saxónia em três gerações
Ernesto, Eleitor da Saxónia Pai:
Frederico II, Eleitor da Saxônia
Avô paterno:
Frederico I, Eleitor da Saxônia
Bisavô paterno:
Frederico III, Conde da Turíngia
Bisavó paterna:
Catarina de Henneberg
Avó paterna:
Catarina de Brunswick-Lüneburg
Bisavô paterno:
Henrique o Brando, Duque de Brunswick-Lüneburg
Bisavó paterna:
Sofia da Pomerânia, Duquesa de Brunswick-Lüneburg
Mãe:
Margarida da Áustria, Eleitora da Saxónia
Avô materno:
Ernesto I da Áustria
Bisavô materno:
Leopoldo III, Duque da Áustria
Bisavó materna:
Viridis Visconti
Avó materna:
Cimburga da Mazóvia
Bisavô materno:
Simão IV, Duque da Mazóvia
Bisavó materna:
Alexandra da Lituânia

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Trim 2003, p. 214.

Fontes[editar | editar código-fonte]