Ernesto Igel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ernesto Igel
Nascimento 27 de novembro de 1893
Viena, Império Austro-Húngaro
Morte 24 de janeiro de 1966 (72 anos)
Nacionalidade Áustria austríaco
Cônjuge Margarida Hartman
Filho(s) Pery Igel
Daisy Igel
Ocupação Empresário, fundador da Ultragaz

Ernesto Igel (Viena, 27 de Novembro de 189324 de Janeiro de 1966) foi um empresário brasileiro, nascido na Áustria.

Foi o fundador da Empresa Brasileira de Gáz a Domicilio Ltda, primeira empresa de distribuição de gás de cozinha do país. Em 1938, a empresa transformou-se na Ultragaz/SA. Através do crescimento da Ultragaz e da criação de novas empresas, Ernesto Igel fundou o Ultra (no mercado de capitais: Ultrapar).[1]

História[editar | editar código-fonte]

Ernesto Igel foi o primogênito dos cinco filhos de uma família de comerciantes. Aos 15 anos, conseguiu seu primeiro emprego em uma empresa de importação e exportação. Aos 21 anos foi recrutado pelo exército austríaco para lutar na Primeira Guerra Mundial. Enviado para a Romênia, serviu na área administrativa.[2][3]

Encerrada a guerra, Ernesto Igel migrou e estabeleceu residência no Brasil no ano de 1920, aos 26 anos. Criou então a Ernesto Igel & Cia., empresa importadora de louças, metais sanitários, fogões e aquecedores para uso com gás encanado. Nas viagens que fez à Europa, conheceu a então nova tecnologia de engarrafamento de gás para uso doméstico.[4]

Em 30 de agosto de 1937, Ernesto criou a Empresa Brasileira de Gáz a Domicílio Ltda. No ano seguinte, em setembro de 1938, o capital da Empresa Brasileira de Gáz à Domicílio foi aberto, dando origem à Ultragáz S.A. A empresa estendeu sua área de ação nos anos posteriores e passou a atuar nacionalmente.[5][6][7][1]

Ernesto Igel casou-se com Margarida Hartman, também austríaca, com quem teve dois filhos, Pery e Daisy. O empresário esteve à frente da administração de suas empresas até 1959, quando transferiu a direção para seu filho, Pery Igel.[8]

Referências

  1. a b Nelson Blencher (11 de janeiro de 1994). «Casa centro negocia participação na Ultralar». Uol. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  2. Simara (27 de julho de 2010). «História do GPL no Brasil». Revenda de GLP Blog. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  3. Igor S de Aquino Ferreira. «Distribuição de GLP». Ebah. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  4. «Visita Técnica». Trabalhos Feitos. 25 de junho de 2013. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  5. Pedro Paulo Galindo Morales. «Ultralar, uma das pioneiras no setor de grandes magazinas». História de Empresas. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  6. «Maiores empresas do Brasil de 2012». Exame. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  7. «Botijão de Gás como tudo começou». IPEM. Consultado em 3 de Junho de 2015 
  8. «Breve relato sobre o gás LP no Brasil». Sindigás. Consultado em 3 de Junho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]