Escápula alada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escápula alada
Escápula alada
Classificação e recursos externos
CID-9 736.89
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Escápula alada (do latim scapula alata) é uma condição médica debilitante em que a escápula, o osso triangular das costas, sofre uma protusão posterior que pode reduzir a mobilidade do ombro. Geralmente é resultado de um golpe violento no ombro ou nas costas.[1]

Causas[editar | editar código-fonte]

A escápula pode ser deslocada por uma lesão ou disfunção dos próprios músculos ou dos nervos que abastecem os músculos, sendo as principais causas [2]:

Causas da lesão neuromuscular[editar | editar código-fonte]

A lesão dos nervos torácicos longos pode ser causada por[3]:

Tratamentos[editar | editar código-fonte]

Dependendo da causa pode ser útil iniciar com uma massagem terapêutica para relaxar os músculos danificados. Fisioterapia pode ajudar a desenvolver a musculatura dos músculos das costas e ombros e reduzir o prejuízo funcional. Cirurgia pode ser necessária para descomprimir o nervo afetado, para transferir outro nervo ou para cortar nervos defeituosos. A recuperação cirúrgica e fisioterapia pode demorar de 3 a 12 meses até recuperar a força do braço afetado.[4]

Referências

  1. http://nerve.wustl.edu/nd_transfers_scapula.php
  2. https://www.shoulderdoc.co.uk/section/492
  3. Martin RM, Fish DE (March 2008). "Scapular winging: anatomical review, diagnosis, and treatments". Curr Rev Musculoskelet Med. 1 (1): 1–11. doi:10.1007/s12178-007-9000-5
  4. Giannini S, Faldini C, Pagkrati S, et al. (October 2007). "Fixation of winged scapula in facioscapulohumeral muscular dystrophy". Clin Med Res. 5 (3): 155–62. doi:10.3121/cmr.2007.736.