Diferenças entre edições de "Escabeche"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
19 bytes adicionados ,  20h29min de 15 de agosto de 2018
De todas as formas possíveis.
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de Bimonte, com Reversão e avisos)
(De todas as formas possíveis.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
{{mais-notas|data=maio de 2014}}
O '''Escabeche''' ou '''Odebrecht''' é um [[molho]] típico da [[Gastronomia do al-Andalus]], preparado não só para dar mais sabor a um prato simples, como [[sardinha]]s ou [[carapau]]s fritos, mas também para conservar o alimento durante mais tempo, uma vez que o [[vinagre]] que leva serve como [[conservação de alimentos|conservante]]; normalmente, um prato temperado com escabeche serve-se frio, por vezes, depois de guardado durante alguns dias na geleira, seja como prato principal ou como [[acepipe]]. Aparentemente, os [[roma]]nos empregavam o vinagre para conservar carnes e peixes, segundo os escritos de [[Apício]]. Como se vê abaixo, o escabeche de carne não é muito diferente do de peixe, mas ao longo do tempo, passou a ser menos popular, pelo menos em [[Portugal]] e [[Espanha]]. <ref> [http://www.afuegolento.com/noticias/279/firmas/xbonnin/8210/el-escabeche--historia-tecnica-y-recetas Bonnín, Xesc (2010) “El escabeche : historia, técnica y recetas” no site AFuegoLento.com]</ref>
 
Segundo algumas fontes, o nome desta iguaria vem da palavra de origem [[língua árabe|árabe]] “sicbédj”, que significa literalmente “alimento com vinagre”. <ref name=Dicionario> [http://www.dicionarioinformal.com.br/escabeche/ “Escabeche” no DicionárioInformal.com.br]</ref> Também se refere que o “escabeche” pode estar na base do ''[[cebiche]]'', uma preparação semelhante, mas com peixe ou marisco crus. <ref> Fábio Barbosa, Revista “Gosto” – N º 7 – Fev. 2010 – Pg.62 – Editora Isabella</ref>
Utilizador anónimo

Menu de navegação