Estação Ferroviária de Mora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mora
BSicon BAHN.svg
Estação de Mora, em 1998
Linha(s): Ramal de Mora (PK 176,641)
Coordenadas: 38°56′49.61″N × 8°9′39.78″W

(≍+38.94711;−8.16105)

(mais mapas: 38° 56′ 49,61″ N, 8° 09′ 39,78″ O)
Concelho: bandeiraMora
Serviços: encerrada
Inauguração: 11 de julho de 1908 (há 114 anos)
Encerramento: sim
Antigas instalações da Estação de Mora, em 2009
Disambig grey.svg Nota: Para outras interfaces ferroviárias com nomes semelhantes ou relacionados, veja Estação de Moura ou Estação de Foros de Amora.

A Estação Ferroviária de Mora, originalmente denominada Móra, foi a interface terminal do encerrado Ramal de Mora, que servia a localidade de Mora, no distrito de Évora, em Portugal.

Comboio de passageiros na estação de Mora, em 1986

História[editar | editar código-fonte]

O troço do Ramal de Mora entre Pavia e Mora foi aberto à exploração em 11 de Julho de 1908.[1][2]

Após a Implantação da República, a autarquia da Chamusca juntou-se à Comissão Paroquial de Montargil e ao município de Mora para pedir ao governo que a futura linha até Mora fosse continuada até ao Entroncamento ou Abrantes, passando pela Chamusca.[3]

Nos horários de Julho de 1913, esta interface surgia com a grafia "Móra", sendo utilizada pelos comboios entre Évora e Mora.[4]

Em 1934, a Comissão Administrativa do Fundo Especial de Caminhos de Ferro aprovou a construção de um aqueduto na estação de Mora, para substituir uma vala, no valor de 6.358$00 escudos.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Troços de linhas férreas portuguesas abertas à exploração desde 1856, e a sua extensão» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 69 (1652). 16 de Outubro de 1956. p. 528-530. Consultado em 12 de Janeiro de 2014 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
  2. MARTINS et al, 1996:252
  3. FONSECA, 2003: 31-32
  4. «Móra - Evora a Móra e vice-versa». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. Ano 39 (168). Outubro de 1913. p. 100. Consultado em 12 de Janeiro de 2014 – via Biblioteca Digital de Portugal 
  5. «Direcção-Geral de Caminhos de Ferro» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 46 (1111). 1 de Abril de 1934. p. 187. Consultado em 15 de Outubro de 2016 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Mora

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • FONSECA, João José Samouco da (2003). História da Chamusca. 3. Chamusca: Câmara Municipal. 298 páginas 
  • MARTINS, João; SOUSA, Miguel; BRION, Madalena; et al. (1996). O Caminho de Ferro Revisitado: O Caminho de Ferro em Portugal de 1856 a 1996. Lisboa: Caminhos de Ferro Portugueses. 446 páginas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.