Estrímnios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Povos ibéricos proto-históricos
Estrímnios
Mapa dos principais povos ibéricos proto-históricos
Descendiam da
cultura megalítica
Cidade principal
Povoados?
Religião
Mitologia
Língua Indo-europeia?
Localização atual

(Portugal)

Os Estrímnios (em latim: Oestremni são dados como o primeiro povo nativo conhecido de Portugal. Oestremni significaria (povo do) extremo ocidente ‘finis terræ’ segundo os povos do Mediterrâneo.

O seu território estendia-se em toda a faixa Atlântica, da Galiza ao Algarve.

A primeira invasão documentada ocorreu muito antes do nascimento de Cristo, quando os Ofis ou Sefes e outras tribos entraram na Península Ibérica e colonizaram as terras férteis dos Estrímnios, perto dos rios Douro e Tejo. Florentino López Cuevillas teoriza-os na sua obra Os Estrímnios e os Sefes e a Ofilatría na Galiza, como o substrato autóctone que fez frente aos invasores célticos, os referidos Sefes ou Ofis.

No quarto século AC o poeta-geógrafo romano, Rúfio Avieno (Rufus Avienus Festus) na sua Ora Maritima foi inspirado pelo Périplo massaliota dos gregos antigos.

A expulsão dos Estrímnios, da Ora Maritima:

Post illa rursum quae supra fati sumus,
magnus patescit aequoris fusi sinus
Ophiussam ad usque. rursum ab huius litore
internum ad aequor, qua mare insinuare se
dixi ante terris, quodque Sardum nuncupant,
septem dierum tenditur pediti via.
Ophiussa porro tanta panditur latus
quantam iacere Pelopis audis insulam
Graiorum in agro. haec dicta primo Oestrymnis est
locos et arva Oestrymnicis habitantibus,
post multa serpens effugavit incolas
vacuamque glaebam nominis fecit sui.
Além do local supracitado,
uma enorme baía se vislumbra rodeada d’água
até Ophiussa. Desde o litoral à água interior
o mar se insinua nesta terra,
e ao qual chamam Sardum,
a jornada a pé demora sete dias.
Ophiussa estende-se lateralmente, grande
como a ilha de Pélope que é
território Grego. Esta terra era
conhecida como Estrímnia pelas gentes locais,
os Estrímnios,
que antes fugiram às serpentes e legaram o seu nome à terra ora abandonada. [1]


  1. De referir que ὄφις (ophis) significa "serpente" em Grego.