Evermore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Evermore (desambiguação).
Evermore
Informação geral
Origem Feilding
País  Nova Zelândia
Gênero(s) Rock alternativo
Indie rock
Rock eletrônico
Período em atividade 1999 – atualmente
Gravadora(s) Warner Music
Integrantes Jon Hume
Peter Hume
Dann Hume
Página oficial www.evermoreband.com

Evermore é uma banda de rock alternativo/indie rock formada em 1999 em Feilding, Nova Zelândia. A banda é constituída pelos irmãos Hume; Jon Hume (guitarra, vocais), Peter Hume (teclados, baixo, piano, vocais) e Dann Hume (bateria, vocais). A banda tem dois álbuns lançados, ambos certificados disco de platina, Dreams (2004) e Real Life (2006), foram nomeados para seis ARIA Awards, e ganharam dois Vodafone New Zealand Music Awards. A banda está atualmente trabalhando em seu terceiro álbum de estúdio.

História[editar | editar código-fonte]

A banda é formada pelos irmãos Jon, Peter e Dann Hume. Jon nasceu na Austrália, enquanto Peter e Dann nasceram na Nova Zelândia. Os três foram criados em Feilding, Manawatu-Wanganui, na Nova Zelândia. Os irmãos foram introduzidos à música desde a infância por seus pais e, freqüentemente, escutavam a coleção de discos de seu pai. O nome "Evermore" foi criado a partir de uma canção da banda Led Zeppelin, chamada "The Battle of Evermore", em 1999.[1]

A banda lançou seu primeiro EP em 1 de dezembro de 2002, intitulado Slipping Away, com apenas 300 exemplares gravados. O seu próximo EP, Oil & Water, lançado 13 de janeiro de 2003 resultou na primeira turnê da banda, apoiado pela rádio australiana Triple J.[1] O terceiro EP lançado pela banda, My Own Way, foi lançado em 15 de setembro de 2003, logo após a banda excursionar com a banda americana Brad.[1]

O Evermore lança seu primeiro álbum de estúdio, Dreams, lançado em 27 de setembro de 2004 na Austrália. Três singles do álbum foram lançados, "It's Too Late", "For One Day" e "Come to Nothing". Os três singles foram utilizados para promover a série The O.C. na Nova Zelândia e Austrália, com "It's Too Late" aparecendo na série. O álbum foi produzido pelo produtor Barrett Jones, que já trabalhou com as bandas Nirvana, Foo Fighters e Whiskeytown. A banda lançou The Lakeside Sessions Vol. 1, um EP acústico ao vivo exclusivo do iTunes em 20 de dezembro de 2005.[2]

O segundo álbum de estúdio foi lançado em 8 de julho de 2006 pela Warner Music, intitulado Real Life. O álbum foi certificado platina na Austrália. Quatro singles do álbum foram lançados; "Running", "Light Surrounding You", "Unbreakable" e "Never Let You Go". Após a gravação e produção, o álbum foi mixado por Tom Lord-Alge (Green Day). O lançamento do álbum foi seguido por uma turnê na Nova Zelândia e Austrália, em setembro e outubro.

Em 17 de novembro de 2006, o Evermore participou do Make Poverty History Concert, em Melbourne, tocando "Stand by Me". No início de 2007, a banda tocou no Big Day Out, e em 29 de abril apareceram no MTV Australia Video Music Awards de 2007 tocando a canção "Light Surrounding You". Em 4 de novembro de 2008, a banda anunciou que está terminando de trabalhar em seu terceiro álbum de estúdio. O primeiro single do álbum, "Between the Lines", foi lançado para download gratuito no site oficial da banda.[3]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

ARIA Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho indicado Prêmio Resultado[4]
2005 Dreams Álbum do Ano Indicado
Dreams Breakthrough Artist — Album Indicado
Dreams Melhor Grupo Indicado
Dreams Melhor Álbum de Rock Indicado
"For One Day" Single do Ano Indicado
2007 "Light Surrounding You" Melhor Lançamento Pop Indicado

Vodafone New Zealand Music Awards[editar | editar código-fonte]

Ano Trabalho indicado Prêmio Resultado[5]
2007 Real Life Álbum do Ano Indicado
"Light Surrounding You" Single do Ano Vencedor
Evermore People’s Choice Award Indicado
Real Life Melhor Grupo Indicado
Real Life Melhor Álbum de Rock Indicado
Evermore International Achievement Vencedor

Outros prêmios[editar | editar código-fonte]

Vencedor[editar | editar código-fonte]

  • 2005 - MTV Austrália Awards, Supernova Breakthrough Act for Dreams
  • 2005 - APRA Silver Scroll Award para "It's Too Late".[6]
  • 2007 - Channel V Oz Artista do Ano.[7]

Indicado[editar | editar código-fonte]

  • 2005 - Jack Awards, Best Live Newcomer.[8]
  • 2006 - APRA Silver Scroll Award para "Running".[6]

Referências

  1. a b c «Evermore > Biografia». Allmusic (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2007 
  2. «Evermore grava exclusivamente para o iTunes». Warner Music Australasia (em inglês). Consultado em 12 de agosto de 2007 
  3. New, Craig. «Evermore está de volta!». Evermore mailing list (em inglês). Consultado em 4 de novembro de 2008 
  4. «História: Vencedores por Artista: Evermore». ARIA (em inglês). Consultado em 28 de dezembro de 2007 
  5. «Vencedores do Vodafone New Zealand Music Awards de 2007». New Zealand Music Awards (em inglês). Consultado em 28 de dezembro de 2007 
  6. a b «História dos Vencedores». APRA (em inglês). Consultado em 28 de dezembro de 2007 
  7. «Oz: Artista do Ano». Channel V (em inglês). Consultado em 28 de dezembro de 2007 
  8. «The Jack Awards». Jack Daniels (em inglês). Consultado em 28 de dezembro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]