Floresta do Araguaia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Floresta do Araguaia
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Floresta do Araguaia
Bandeira
Brasão de armas de Floresta do Araguaia
Brasão de armas
Hino
Gentílico floresta-araguaiense [1]
Localização
Localização de Floresta do Araguaia no Pará
Localização de Floresta do Araguaia no Pará
Floresta do Araguaia está localizado em: Brasil
Floresta do Araguaia
Localização de Floresta do Araguaia no Brasil
Mapa de Floresta do Araguaia
Coordenadas 7° 33' 14" S 49° 42' 46" O
País Brasil
Unidade federativa Pará
Distância até a capital 884 km
História
Fundação 1970 (52 anos)
Emancipação 15 de outubro de 1993 (28 anos)
Administração
Prefeito(a) Majorri Cerqueira da Silva Aquino Santiago[2] (PL, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 3 444,251 km²
População total (IBGE/2017[4]) 19 746 hab.
Densidade 5,7 hab./km²
Clima equatorial
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,583 baixo
PIB (IBGE/2014[6]) R$ 314 167,14 mil
PIB per capita (IBGE/2014[6]) R$ 16 530,76
Sítio Prefeitura (Prefeitura)

Floresta do Araguaia é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se na microrregião de Conceição do Araguaia e na mesorregião do Sudeste Paraense. O município tem 19.746 habitantes (2017) e 3459 km² de área territorial.

História[editar | editar código-fonte]

Até o ano de 1970 o território municipal só encontrava pequnos povoados colonizadores instalados às margens do Rio Araguaia, que instalaram-se ali a partir da década de 1910. Cabe ressaltar que os povos indígenas residiam na área territorial de Floresta do Araguaia desde tempos imemoriais.[7]

O marco de formação do povoado de Floresta do Araguaia foi com a chegada da família Barbadinho, que estabeleceu-se por volta do ano de 1970, em uma área de densa floresta e de terras férteis, longe do Rio Araguaia, nas proximidades das cabeceiras de um dos afluentes do Rio Maria.[7]

A primeira missa da localidade foi feita no dia 31 de dezembro de 1971 pelo Monsenhor Augusto Dias Brito. Em seguida Monsenhor Brito resolveu construir um campo de pouso e uma capela para a celebração das missas. Após este período, muitas famílias vieram se estabelecer ali atraídas pelas terras férteis e as vastas pastagens naturais que ofereciam o campo; o Monsenhor Brito, além de líder espiritual, era o líder político, na medida em que aqueles que desejavam ali residir precisavam de sua permissão.[7]

Nesse período também surge a figura do médico Ulisses Vieira, servindo de ponte política com o governo do Pará, diante do governador Alacid Nunes; Dr. Vieira conseguiu 17 glebas de 900 alqueires de terra em 19 de abril de 1973, para criação oficial de uma colônia agrícola. Nesse período também é aberta a estrada de ligação com a BR-155, que posteriormente foi denominada de PA-449.[7]

Em 1988 o empresário José Pereira Barbosa implantou o empreendimento Mineração Vale das Andorinhas. O projeto fez crescer economicamente a Vila da Floresta do Araguaia, ao captar muita mão-de-obra, fazendo com que chegasse à região muitos imigrantes vindos do Tocantins, Goiás e Maranhão. Graças à mineração, a rede elétrica trifásica chegou ao Vilarejo de Floresta do Araguaia.[7]

Após intensa mobilização popular, em 28 de abril de 1991 foi aprovada realização do plebiscito para a emancipação do distrito de Floresta do Araguaia, que pertencia ao município de Conceição do Araguaia. O plebiscito confirmou a vitória pela emancipação. No dia 7 abril de 1992 o resultado foi aprovado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará. Porém, em virtude de algumas escaramuças politicas, a emancipação só veio acontecer com a lei estadual nº 5.760 de 15 de outubro de 1993.[8]

Foi efetivamente emancipado administrativamente com a posse de Francisco José Medeiros Barbosa, prefeito eleito, com gestão a partir de 1º de janeiro de 1997.[8]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Escola Municipal Sorriso do Araguaia, localizada na Vila Bela Vista do Araguaia.

Floresta do Araguaia limita-se com os municípios de Conceição do Araguaia, Rio Maria, Pau D'Arco e Redenção, além de fazer fronteira com o estado do Tocantins.

O clima do município é tropical úmido, com inverno seco. O período mais chuvoso é entre os meses de novembro a abril. Chove, em média, de 120 a 150 dias por ano. As temperaturas variam de 25 °C a 33 °C.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O município é subdividido em dois distritos principais: a sede, formada basicamente pela cidade de Floresta do Araguaia, e; o distrito de Bela Vista do Araguaia[9], que dista cerca de 36 km em linha reta da cidade de Floresta do Araguaia.

Outras vilas e localidades importantes são: Ametista, Canto Grande,Vila Mendonça, Bom Jesus I, Bom Jesus II, Juaçama, Matão e Travessão.

Economia[editar | editar código-fonte]

Floresta é o município que mais produz abacaxi no Brasil, registrando produção de mais duzentos milhões de frutos por ano; com safra intensa de dezembro à maio, saia em 2015, todos os dias, cerca de sessenta caminhões carregados para vários lugares do Brasil.[10]

Floresta do Araguaia ainda é sede da maior indústria de suco concentrado da fruta do Brasil, com capacidade de quatro mil toneladas/mês, exportando para os países da União Europeia, NAFTA, Liga Árabe e Mercosul.[10]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

A única via de acesso rodoviário do município efetivamente concluída é a PA-449, a mesma sendo a principal via de escoamento da produção agropecuária de Floresta do Araguaia.[11]

Outro acesso é feita pelo vicinais, principalmente ao distrito de Bela Vista do Araguaia.

Referências

  1. [[1]]
  2. «Candidatos a vereador Floresta do Araguaia-PA». Estadão. Consultado em 13 de maio de 2021 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data em 1º de julho de 2017» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 30 de agosto de 2017. Consultado em 1 de setembro de 2017 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013 
  6. a b «PIBMunicipal2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 28 de dezembro de 2016 
  7. a b c d e Martins, Érica. História de Floresta do Araguaia. Blog Capital do Abacaxi. 5 de fevereiro de 2012.
  8. a b Santos, Raimundo Nonato Pereira dos. (org.) (18 de dezembro de 1997). Lei Orgânica do Município de Floresta do Araguaia (PDF). Floresta do Araguaia: Câmara Municipal de Floresta do Araguaia 
  9. Santos, Delvani Balbino dos. Lei Complementar Municipal nº. 022, de 11 de dezembro de 2008: Dispõe sobre a criação do Distrito de Bela Vista, situado no município de Floresta do Araguaia, delimita sua área territorial e dá outras providências correlatas. Floresta do Araguaia/PA: Prefeitura de Floresta do Araguaia, 11 de dezembro de 2008.
  10. a b Abacaxi faz o Pará despontar como o maior produtor nacional do fruto. Adepará. 24 de maio de 2017.
  11. «Pavimentação e pontes em concreto garantem mobilidade e segurança nas estradas». Secretaria de Transportes do Pará. 23 de abril de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.