Fogás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Fogás
Razão social Sociedade Fogás Ltda.
Sociedade de responsabilidade limitada
Atividade Distribuição[1]
Gênero Distribuição de gás: GLP e Granel
Fundação 1956 (67 anos)
Fundador(es) Samuel Benchimol e Saul Benchimol[2]
Sede Manaus,  Brasil
Área(s) servida(s) Estados Brasileiros do: Amazonas, Amapá, Acre, Roraima, Rondônia, oeste do Pará, parte do Mato Grosso (2021), sul de Minas (2021), parte de São Paulo (2021) e parte do Rio de Janeiro (2021).[3]
Locais Manaus, Cuiabá e São José dos Campos[2]
Presidente Jaime Benchimol
Produtos Gás de cozinha e industrial.[4]
Empresa-mãe Lojas Bemol
Website oficial www.fogas.com.br

Sociedade Fogás Ltda., ou simplesmente Fogás, é uma companhia de distribuição, envasamento de gás e comércio varejista desse ativo na região amazônica, fundada em Manaus, tornou-se uma das pioneiras e maiores desse tipo de serviço da região. Em 2021, a empresa anunciou a aquisição de parte dos ativos da Liquigás, juntamente com a Itaúsa, Nacional Gás Butano (NGB) e a Copagaz, ampliando sua base de operações da Amazônia para o sudeste do Brasil. Segundo o tribunal do Cade, as razões para a participação da companhia foram devido a critérios concorrenciais regionais, aprovados com restrições entre meados de 2020 e 2021.[5][6]

História[editar | editar código-fonte]

A companhia foi fundada pelos irmãos judeus de origem húngaro-marroquina Saul e Samuel Benchimol, em 1956, para atender na época as demandas crescentes de consumo de gás liquefeito na região, anos antes ambos os irmãos fundaram e obtiveram sucesso com as lojas Benchimol (hoje Bemol) que se tornara uma das principais e maiores lojas de variedades da região. Ampliaram seus ativos para outros estados da Amazônia Ocidental, em 1970, é criada a Fogás Porto Velho, distribuindo para a capital de Rondônia gás do tipo GLP; no ano de 1977 expandem seus negócios para o estado vizinho do Acre, fundando a Fogás Rio Branco. Com a extensão e as dificuldades impostas pelo bioma amazônico, a Fogás ampliou seus ativos investindo e criando embarcações apropriadas para o tráfego logístico seguro do produto, como balsas adequadas para o transporte e estações fluviais de vendas para gás GLP pelos rios amazônicos, lançando a Fogás LXX.

Durante o período áureo da Zona Franca de Manaus, a empresa ampliou seu portifólio e criou uma divisão para atender as demandas da indústria do polo, fornecendo gás industrial para essas empresas, na década de 90 e início dos anos 2000, é criada duas unidades, uma em Roraima e outra em Santarém, Pará, atendendo a esses mercados locais, no mesmo período a empresa lançou para consumidores de baixa renda as opções de envasamentos de 13kg, 8kg e 5kg com preços mais acessíveis e estabeleceu uma política de franquia ampliando seus negócios para regiões de difícil acesso na Amazônia além de lugares periféricos das zonas urbanas, bem como lançou sua divisão de vendas online em 2013, criando seu primeiro aplicativo de vendas para gás de cozinha por smartphone.[7] Em 2018, anunciou uma unidade em Macapá, fornecendo assim para quase todos os estados da Região Norte, com exceção de Tocantins. Em meados de 2020, lançou um dispositivo de instalação segura em suas botijas, utilizando apenas um encaixe sem a necessidade do uso de "borboletas", como é comum em residências brasileiras.[8]

Em 2019, a empresa anunciou a expansão para o estado do Mato Grosso,[9] com a venda da Liquigás da Petrobras, a empresa demostrou interesse em parte dos ativos juntamente com Itaúsa, Nacional Gás Butano (NGB) e a Copagaz. Após a aprovação do Cade, adquiriu os ativos da unidade de São José dos Campos da antiga Liquigás.[10]

Referências

  1. «Especial Publicitário Cozinha Segura; Botija de 10 kg: Fogás comercializa gás de cozinha com a quantidade média na botija para o uso das famílias brasileiras. Produto inovador no Brasil.». G1 - Amazonas. 29 de julho de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  2. a b «Mortes: Foi empresario, escritor e defensor da cultura amazonense». Folha de São Paulo. 27 de fevereiro de 2022. Consultado em 2 de março de 2022 
  3. «Fogás, sobre». Fogás Ltda. Consultado em 2 de março de 2022 
  4. «Especial Publicitário - Cozinha Segura; Fogás Granel: sistema de abastecimento de gás de cozinha por meio de caminhões-tanques diretamente na central do cliente». G1 - Amazonas. 29 de julho de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  5. «Cade aprova venda da Liquigás em três operações, com restrições». Consultor Jurídico. 19 de novembro de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  6. «Cade aprova venda da Liquigás, mas com restrições». G1 - Reuters. 18 de novembro de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  7. «Olha o gás: como comprar botijão de gás para sua casa usando aplicativos». Canaltech. 3 de abril de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  8. «Dispositivo inovador que facilita a instalação da botija de gás é lançado no Norte do Brasil». Canaltech. 16 de junho de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 
  9. «Empresa de Manaus abre centro de distribuição de gás em Cuiabá». Mídia News. 10 de junho de 2019. Consultado em 2 de março de 2022 
  10. «Cade aprova venda da Liquigás com restrições». CADE. 18 de novembro de 2020. Consultado em 2 de março de 2022 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Links externos[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.