Four Seasons Hotels and Resorts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Four Seasons Hotels
Tipo Empresa privada
Indústria Hotelaria
Turismo
Fundação 21 de maio de 1961 (56 anos)
Fundador(es) Isadore Sharp
Sede Toronto, Ontário,  Canadá
Área(s) servida(s) Mundo
Locais 104
Empregados 34.000 (2013)[1]
Produtos Hotéis
Obras Four Seasons Hotel Miami
Faturamento Aumento U$$ 4.538 bilhões (2016)[2]
Website oficial Fourseasons.com

A Four Seasons Hotels Inc. é uma cadeia de hotéis e resorts canadense fundada em 1961 pelo empresário Isadore Sharp. Possui 104 hotéis em 43 países.[3] Desde 2007 possuí como acionistas majoritários o empresário Bill Gates e o príncipe saudita Alwaleed Bin Talal Alsaud.[4]

História[editar | editar código-fonte]

O empresário canadense Isadore Sharp fundou a Four Seasons em 1960. Enquanto um jovem arquiteto trabalhava para seu pai, Sharp projetou um motel para um amigo da família. Seu sucesso o motivou a tentar criar seu próprio hotel. Ele comprou uma grande parcela de terra em uma área degradada de Toronto, e planejou uma parada para viajantes de negócios. O Four Seasons Motor Hotel abriu em 1961.

Four Seasons construiu mais hotéis, incluindo o Inn on the Park em 1963, um hotel resort de dois andares de US$ 4 milhões no subúrbio de Toronto que abrigava a primeira discoteca do Canadá. O luxo exclusivo tornou-se parte da marca quando a empresa se expandiu para Londres. Quando um desenvolvedor se aproximou de Four Seasons sobre a construção de um hotel em Londres, Sharp planejou isso para competir com os antigos hotéis da cidade, os hotéis de elite, como Claridge's e The Connaught. O hotel abriu em 1970.

Em 1974, as despesas de incumprimento no Four Seasons Hotel Vancouver quase deixaram a empresa em falência. Como resultado, a empresa começou a mudar para o seu atual modelo de negócios, apenas gerencial, eliminando os custos associados à compra de terrenos e edifícios. A empresa foi pública em 1986. Na década de 1990, a Four Seasons e Ritz-Carlton começaram a competição direta, com a Ritz-Carlton enfatizando um olhar uniforme, enquanto, a Four Seasons enfatizava arquitetura local e estilos com serviço uniforme. No final, a Four Seasons ganhou a participação de mercado.

O primeiro serviço de spa completo foi introduzido em 1986 no Four Seasons Resort and Club Dallas at Las Colinas. Hoje, quase todos os hotéis e resorts da Four Seasons possuem instalações de spa e o restante oferece serviços de spa. Muitos dos hotéis também integraram restaurantes high-end.

As baixas econômicas no início e meados dos anos 2000 afetaram a empresa. Quando os ataques de 11 de setembro causaram o colapso na indústria de viagens, a Four Seasons se recusou a reduzir os preços dos quartos para preservar o valor percebido da marca, o que causou tensão com os proprietários que estavam perdendo dinheiro. A empresa se recuperou e, em 2007, concordou com uma compra pelo presidente da Microsoft, Bill Gates, e o príncipe Al-Waleed bin Talal, da Arábia Saudita, por US$ 3,8 bilhões. Bill Gates e o príncipe saudita possuem 95% da empresa, em partes iguais, e Sharp possui o restante.

Presença Internacional[editar | editar código-fonte]

Países onde existem hotéis da Four Seasons (em verde).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fortune. «For Seasons» (em inglês). Fortune.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  2. Hotel Association of Canada (1 de outubro de 2016). «Hotel Industry Fact Sheet» (PDF) (em inglês). Hotel Association of Canada. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  3. Four Seasons. «About Us». Fourseasons.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  4. Benjamin Dierks (7 de novembro de 2006). «Bill Gates and Prince Alwaleed look to take Four Seasons Hotels private» (em inglês). The Guardian. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.