Francesco Maurolico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Francesco Maurolico
Nascimento 16 de setembro de 1494
Messina
Morte 22 de julho de 1575 (80 anos)
Messina
Ocupação matemático, astrônomo, historiador da matemática, professor universitário, tradutor
Religião Igreja Católica
Francesco Maurolico

Francesco Maurolico (latim: Franciscus Maurolycus, greg.: Φραγκίσκος Μαυρολύκος) (Messina, 16 de setembro de 1494 - Messina, 22 de julho de 1575) foi um matemático e astrônomo italiano de origem grega [1] que realizou contribuições nos campos da geometria, óptica, cónica, mecânica, música e astronomia.[2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Messina e teve forte influência da família grega que se originou em Constantinopla em 1453. Seu pai era médico e estudava o então famoso estudo helênico Constantino Láscaris e acabou se tornando mestre da Menta de Messina.

Em 1521 ele toma ordens sagradas que permitiram que em 1550 ele entrasse para Ordem Beneditina e depois ter se tonado monge no mosteiro de Santa Maria del Parto à Catelbuono. Após dois ele finalmente é consagrado como abade na Cattedrale San Niccolo di Messina.

Realizações na carreira[editar | editar código-fonte]

Quadrati fabrica et eius usus, 1546

Seguindo os passos do pai Antonio, Maurolico também vira chefe da hortelã de Messina e durante um tempo manteve as fortificações da cidade em favor de Carlos V, lendário imperador romano. Além disso ele atendeu a dois filhos do vice rei de Carlos na Sicília Juan de Vega, obtendo patrocínio de homens poderosos daquela época. Manteve correspondências com estudiosos como Clavius e Federico Commandino. Entre os anos de 1548 a 1550 ele ficou no castelo de Pollina na Sicília como hóspede do conhecido Marquês Giovanni II Ventimilgia e através da torre do castelo obteve observações astronômicas.

Dentro das observações foram incluídas o avsiatmento da supernova que apareceu em Cassiopeia no ano de 1572. Tycho Brahe publicou os detalhes dessa observacao no ano de 1574 e hoje a supernova é conhecida como super nova de Tycho.

Morte e legado[editar | editar código-fonte]

Ele faleceu em Messina.

A cratera lunar Maurolycus carrega seu nome

Em Messina existe uma escola com seu nome

No ano de 2009, o Ministério italiano do Patrimônio Cultural mandou o estabelecimento da Edizione Nacionale dell'opera matematica de Francesco Maurolico (edicao nacional da obra de Maurolico)

Referências

  1. http://www.treccani.it/enciclopedia/francesco-maurolico_(Dizionario-Biografico)/, Treccani, L'Enciclopedia Italiana, Dicionário Biográfico de Italianos, Francesco Maurolico
  2. «Francisco Maurolico». www-history.mcs.st-and.ac.uk. Consultado em 23 de setembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.