Gabriella Windsor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lady Gabriella Windsor
Nascimento 23 de abril de 1981 (42 anos)
  Paddington, Londres
 Inglaterra
Nome completo  
Gabriella Marina Alexandra Ophelia Kingston
Nome de nascimento Gabriella Marina Alexandra Ophelia Windsor
Cônjuge Thomas Kingston (c. 2019; v. 2024)
Casa Windsor
Pai Miguel de Kent
Mãe Marie-Christine von Reibnitz
Ocupação
  • escritora
  • editora colaboradora

Gabriella Marina Alexandra Ophelia Kingston (antes do casamento: Windsor; 23 de abril de 1981) é uma jornalista inglesa que assina como "Ella Windsor". Ela é um membro da família real britânica, sendo a 56.ª na linha de sucessão ao trono britânico.

Nascimento[editar | editar código-fonte]

A segunda e última nascida no geral, sendo a única mulher filha do príncipe Miguel de Kent, um neto de George V e da rainha Maria de Teck, e de Marie-Christine von Reibnitz, Gabriella nasceu no Hospital de St. Mary, localizado na cidade de Londres. Ela é irmã caçula de Frederick Windsor, nascido em 6 de abril de 1979, que está na sua frente na linha de sucessão ao trono britânico.

Gabriella foi batizada em 8 de junho de 1981, na capela do Palácio de St. James. Os padrinhos de Lady Gabriella foram Constantino II da Grécia; Mariano Hugo, Príncipe de Windisch-Graetz; Marina Ogilvy; Princesa Antónia, Marquesa do Douro; e Lady Elizabeth Shakerley.

Educação[editar | editar código-fonte]

Gabriella foi educada em Downe House, em Berkshire.

Em maio de 2004, ela graduou-se em Literatura Comparada pela Universidade de Brown, na cidade de Providence, em Rhode Island nos Estados Unidos. Desde então, tem escrito para The Spectator, Daily Mail e outras publicações. Antes de se formar, viajou pela Espanha, pela Itália e pela América do Sul.

Em 2012, fez uma licenciatura em Antropologia Social do Linacre College, uma faculdade integrada a Universidade de Oxford na Inglaterra.

Relacionamentos[editar | editar código-fonte]

Entre 2000 e 2003, namorou o jornalista britânico-americano Aatish Ali Taseer.[1] Os dois se conheceram quando ela era estudante de graduação na Brown University e ele se formou no Amherst College, trabalhando para a revista Time dos Estados Unidos. Em 2018, ele escreveu um artigo polêmico o sobre seu relacionamento com Gabriella Windsor e a família real britânica para a revista Vanity Fair.

Noivado e casamento[editar | editar código-fonte]

Em 19 de setembro de 2018, o noivado de Gabriella Windsor com o financista e graduado da Universidade de Bristol, Thomas Henry Robin Kingston (nascido em 22 de junho de 1978), foi oficialmente anunciado pelo Palácio de Buckingham. Foi revelado que Thomas e Gabriella ficaram noivos na Ilha de Sark no Canal da Mancha em agosto de 2018, um mês antes do anúncio oficial do palácio.[2]

No dia 18 de maio de 2019, aconteceu o casamento na Capela de São Jorge, localizada na propriedade do Castelo de Windsor na Inglaterra. Ela usava uma tiara que foi usada por sua mãe e avó paterna (a princesa Marina da Grécia e Dinamarca) nos dias de casamento.

Em 27 de fevereiro de 2024, Thomas faleceu com apenas 45 anos. As autoridades decidiram abrir uma investigação com o objetivo de apurar as causas da morte.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perring, Rebecca (17 de maio de 2019). «Royal wedding SHOCK: Lady Gabriella's ex Aatish Tasseer issues warning ahead of nuptials». Express.co.uk (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2020 
  2. Gonzales, Erica (19 de setembro de 2018). «The Royal Family Just Announced Its Third Royal Wedding in a Year». Harper's BAZAAR (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre Lady Gabriella Windsor:
Wikidata Base de dados no Wikidata

Alguns de seus trabalhos (todos estão em inglês):

Precedido por
Isabella Windsor
Linha de sucessão ao trono britânico
56
Sucedido por
Alexandra de Kent