Gay Talese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Gay Talese
Nascimento 7 de fevereiro de 1932 (89 anos)
Ocean City, New Jersey  Estados Unidos
Residência Nova Iorque
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Nan Talese
Alma mater Universidade do Alabama
Ocupação escritor, jornalista, professor universitário
Empregador Universidade do Sul da Califórnia
Género literário jornalismo literário
Obras destacadas Frank Sinatra has a cold
Página oficial
www.gaytalese.com

Gay Talese (Ocean City, Nova Jersey, 7 de fevereiro de 1932) é um escritor norte-americano.

Graduado em jornalismo pela Universidade do Alabama em 1953, escreveu para o jornal The New York Times e para a revista Esquire nos anos 1960. Naquele período, contribuiu para a criação do jornalismo literário, dentro do chamado Novo Jornalismo, movimento que incorpora ao jornalismo características da literatura, tais como a descrição mais detalhada das cenas e a busca de uma apreensão menos esquemática do caráter dos personagens.

Talese notabilizou-se por seus artigos sobre o jogador de basebol Joe DiMaggio, o cantor Frank Sinatra,[1][2][3][4][5]e os boxeadores Floyd Patterson e Joe Louis.[6]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É casado com Nan Talese (n. 1933), desde 1959.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Talese foi o convidado de honra da Festa Literária Internacional de Paraty de 2009. Já estivera no Brasil anteriormente e tem várias obras traduzidas em português.[7]

Bibliografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Livros

  • New York: A Serendipiter's Journey (1961)
  • The Bridge: The Building of the Verrazano-Narrows Bridge (1964)
  • The Overreachers (1965; compilação de reportagens anteriores)
  • The Kingdom and the Power (1969)
  • Fame and Obscurity (1970; compilação de reportagens anteriores)
  • Honor Thy Father (1971)
  • Thy Neighbor's Wife (1981)
  • Unto the Sons (1992; memórias)
  • Writing Creative Nonfiction: The Literature of Reality (1995) (acadêmico; com Barbara Lounsberry)
  • The Gay Talese Reader: Portraits and Encounters (2003; contém material de New York: A Serendipiter's JourneyThe Overreachers e Fame and Obscurity)
  • A Writer's Life (2006; memórias)
  • The Silent Season of a Hero: The Sports Writing of Gay Talese (2010; compilação de reportagens anteriores)
  • The Voyeur's Motel (2016)

Artigos de revista

Referências

  1. Talese, Gay (2 de julho de 2009). «For a Day in New York, Gay Talese Becomes a Sightseer». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  2. Talese, Gay. «When Panhandlers Need a Wordsmith's Touch». City Room (em inglês) 
  3. Ellison, Sarah. «A New Kingdom: Gay Talese Sounds Off on The New York Times—Past, Present, and Future». The Hive. Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  4. «It Wasn't Pretty, Folks, But Didn't We Have Fun?: 'Esquire' in the Sixties». EW.com (em inglês) 
  5. «A Nonfiction Marriage». NYMag.com. Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  6. Entrevista concedida por Gay Talese. Programa Roda Viva. TV Cultura, 20 de julho de 2009.
  7. O Casal Talese na Flip 2009 (entrevista com Gay Talese). O Globo, 2 de julho de 2009 .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.