Grande Prêmio da Itália de 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio da Itália
de Fórmula 1 de 2000
Circuit Monza.svg
65º GP da Itália realizado em Monza
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 10 de setembro de 2000
Nome oficial LXXI Gran Premio Campari d'Italia[nota 1]
Local Autódromo Nacional de Monza, Monza, Monza e Brianza, Lombardia, Itália
Total 53 voltas / 306.719 km
Condições do tempo Ensolarado
Pole
Piloto
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Tempo 1:23.770
Volta mais rápida
Piloto
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes
Tempo 1:25.595 (na volta 50)
Pódio
Primeiro
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Segundo
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes
Terceiro
Alemanha Ralf Schumacher Williams-BMW

Resultados do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1 realizado em Monza em 10 de setembro de 2000. Décima terceira etapa da temporada, teve como vencedor o alemão Michael Schumacher, da Ferrari.[1][2][nota 2]

Resumo[editar | editar código-fonte]

No acidente que envolveu 5 pilotos (Rubens Barrichello, David Coulthard, Pedro de La Rosa, Heinz-Harald Frentzen e Jarno Trulli), um pneu do carro de Frentzen acertou o fiscal de pista Paolo Gislimberti, então com 33 anos. Ele sofreu ferimentos graves na cabeça e no peito, e mesmo tendo recebido os primeiros socorros, não resistiu e faleceu no hospital. A morte de Gislimberti foi a primeira na Fórmula 1 desde o acidente que matou o brasileiro Ayrton Senna, no Grande Prêmio de San Marino de 1994. Em respeito, não houve festa da champanhe no pódio.

Michael Schumacher conquistou a 41º vitória de sua carreira e igualou a marca de Ayrton Senna. Durante a coletiva após o pódio, ao ser lembrado sobre o feito por um jornalista presente, o alemão chora copiosamente sobre a bancada.[3]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Treino classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Equipe Tempo Diferença
1 3 Alemanha Michael Schumacher Ferrari 1:23.770
2 4 Brasil Rubens Barrichello Ferrari 1:23.797 + 0.027
3 1 Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 1:23.967 + 0.197
4 22 Canadá Jacques Villeneuve BAR-Honda 1:24.238 + 0.468
5 2 Reino Unido David Coulthard McLaren-Mercedes 1:24.290 + 0.520
6 6 Itália Jarno Trulli Jordan-Mugen/Honda 1:24.477 + 0.707
7 9 Alemanha Ralf Schumacher Williams-BMW 1:24.516 + 0.746
8 5 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Jordan-Mugen/Honda 1:24.786 + 1.016
9 11 Itália Giancarlo Fisichella Benetton-Playlife 1:24.789 + 1.019
10 18 Espanha Pedro de La Rosa Arrows-Supertec 1:24.814 + 1.044
11 19 Países Baixos Jos Verstappen Arrows-Supertec 1:24.820 + 1.050
12 10 Reino Unido Jenson Button Williams-BMW 1:24.907 + 1.137
13 12 Áustria Alexander Wurz Benetton-Playlife 1:25.150 + 1.380
14 7 Reino Unido Eddie Irvine Jaguar-Cosworth 1:25.251 + 1.481
15 17 Finlândia Mika Salo Sauber-Petronas 1:25.322 + 1.552
16 16 Brasil Pedro Paulo Diniz Sauber-Petronas 1:25.324 + 1.554
17 23 Brasil Ricardo Zonta BAR-Honda 1:25.337 + 1.567
18 8 Reino Unido Johnny Herbert Jaguar-Cosworth 1:25.388 + 1.618
19 14 França Jean Alesi Prost-Peugeot 1:25.558 + 1.788
20 15 Alemanha Nick Heidfeld Prost-Peugeot 1:25.625 + 1.855
21 20 Espanha Marc Gené Minardi-Fondmetal 1:26.336 + 2.566
22 21 Argentina Gastón Mazzacane Minardi-Fondmetal 1:27.360 + 3.590
Limite dos 107%: 1:29.634
Fonte: [1]

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 3 Alemanha Michael Schumacher Ferrari 53 1:27:31.638 1 10
2 1 Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 53 + 3.810 3 6
3 9 Alemanha Ralf Schumacher Williams-BMW 53 + 52.432 7 4
4 19 Países Baixos Jos Verstappen Arrows-Supertec 53 + 59.938 11 3
5 12 Áustria Alexander Wurz Benetton-Playlife 53 + 1:07.426 13 2
6 23 Brasil Ricardo Zonta BAR-Honda 53 + 1:09.292 17 1
7 17 Finlândia Mika Salo Sauber-Petronas 52 + 1 volta 15
8 16 Brasil Pedro Paulo Diniz Sauber-Petronas 52 + 1 volta 16
9 20 Espanha Marc Gené Minardi-Fondmetal 52 + 1 volta 21
10 21 Argentina Gastón Mazzacane Minardi-Fondmetal 52 + 1 volta 22
11 11 Itália Giancarlo Fisichella Benetton-Playlife 52 + 1 volta 9
12 14 França Jean Alesi Prost-Peugeot 51 + 2 voltas 19
Ret 15 Alemanha Nick Heidfeld Prost-Peugeot 15 Spun off 20
Ret 22 Canadá Jacques Villeneuve BAR-Honda 14 Pane elétrica 4
Ret 10 Reino Unido Jenson Button Williams-BMW 10 Acidente 12
Ret 8 Reino Unido Johnny Herbert Jaguar-Cosworth 1 Avarias na largada 18
Ret 4 Brasil Rubens Barrichello Ferrari 0 Colisão 2
Ret 2 Reino Unido David Coulthard McLaren-Mercedes 0 Colisão 5
Ret 6 Itália Jarno Trulli Jordan-Mugen/Honda 0 Colisão 6
Ret 5 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Jordan-Mugen/Honda 0 Colisão 8
Ret 18 Espanha Pedro de La Rosa Arrows-Supertec 0 Colisão 10
Ret 7 Reino Unido Eddie Irvine Jaguar-Cosworth 0 Spun off 14
Fonte: [1]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. O número oficial de corridas sob o nome de "Grande Prêmio da Itália" contém uma prova a mais que as efetivamente realizadas.
  2. Voltas na liderança: Michael Schumacher 50 voltas (1-39; 43-53), Mika Häkkinen 3 voltas (40-42).

Referências

  1. a b c «2000 Italian Grand Prix - race result». Consultado em 5 de agosto de 2019 
  2. Fred Sabino (4 de setembro de 2019). «Ferrari já conquistou 18 vitórias em Monza mas não ganha desde 2010, com Fernando Alonso». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  3. CUNHA, Tatiana. Schumacher vence em prova acidentada (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 11/09/2000. Folha Esporte, p. D-10. Página visitada em 5 de agosto de 2019.
Precedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 2000
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 2000
Sucedido por
Grande Prêmio dos Estados Unidos de 2000
Precedido por
Grande Prêmio da Itália de 1999
Grande Prêmio da Itália
70ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Itália de 2001