Guerra da Vendeia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guerra da Vendeia
Parte da Guerra da Primeira Coalizão
GuerreVendée 1.jpg
Henri de La Rochejacquelein na Batalha de Cholet em 1793, por Paul-Émile Boutigny
Data MarçoDezembro de 1793
Local Norte da França: Maine-et-Loire, Vendée, Loire-Atlantique, Deux-Sèvres (ou as antigas províncias de Anjou, Poitou, Bretanha)
Desfecho Vitória republicana francesa
Combatentes
Flag of France (1790–1794).svg República Francesa Royal Standard of the King of France.svg Monarquistas Franceses

Apoio:

Líderes e comandantes
Flag of France (1790–1794).svg Jean Baptiste Camille Canclaux
Flag of France (1790–1794).svg Armand Louis de Gontaut
Flag of France (1790–1794).svg Jean Antoine Rossignol
Flag of France (1790–1794).svg François-Séverin Marceau
Flag of France (1790–1794).svg Jean Baptiste Kléber
Flag of France (1790–1794).svg François Joseph Westermann
Flag of France (1790–1794).svg Jean-Baptiste Carrier
Flag of France (1790–1794).svg Louis Marie Turreau
Flag of France (1790–1794).svg Thomas-Alexandre Dumas
Flag of France (1790–1794).svg Lazare Hoche
Royal Standard of the King of France.svg Jacques Cathelineau
Royal Standard of the King of France.svg Louis d'Elbée  Executed
Royal Standard of the King of France.svg Charles de Bonchamps
Royal Standard of the King of France.svg Louis Marie de Lescure
Royal Standard of the King of France.svg Henri de La Rochejaquelein
Royal Standard of the King of France.svg François de Charette  Executed
Royal Standard of the King of France.svg Jean-Nicolas Stofflet  Executed
Royal Standard of the King of France.svg Charles Aimé de Royrand
Forças
130 000 – 150 000 80 000
Vítimas
26 000 – 50 000 combatentes mortos ou desaparecidos[1] ~ 130 000 combatentes e civis mortos ou desaparecidos[2]
Apenas em Vendeia: + 170 000 mortos, entre combatentes e civis (75% monarquistas)[3]

A guerra da Vendéia (em francês: guerre de Vendée, 1793-1796) foi uma guerra civil e contrarrevolução ocorrida na Vendeia, região costeira localizada no sul do vale do Loire, oeste da França. Aconteceu durante a Revolução Francesa e mais particularmente durante a Primeira República, quando houve enfrentamentos entre católicos e realistas, de um lado, e republicanos, de outro. A insurreição é intimamente ligada à chouannerie, que também opôs revolucionários republicanos e realistas da França e teve lugar na Bretanha, no norte do país. O conjunto desses dois conflitos é às vezes referido como Guerras do Oeste. A chouannerie se desenrolou na margem direta do Loire, enquanto a guerra da Vendeia teve lugar na margem esquerda.

Assim como toda a França, a Vendeia conheceu manifestações de camponeses entre 1789 e 1792. Inicialmente a guerra da Vendeia foi semelhante a uma jacquerie camponesa clássica (cujo exemplo mais notável é a Grande Jacquerie de 1358, que se espalhou por várias partes da França durante a Guerra dos Cem Anos). Mas no momento em que ocorre a sublevação de 1793, a sublevação vendeiana rapidamente perde o caráter de revolta camponesa e assume contornos de movimento contrarrevolucionário.

A natureza da insurreição dividiu as opiniões dos historiadores a partir do século XIX. Reynald Secher popularizou a tese de que a morte de católicos vendeianos pelo estado anticlerical francês, no fim da guerra, foi o primeiro genocídio moderno,[4] mas essa afirmação tem sido objeto de controvérsia.[5]

O conflito se desenvolveu entre as antigas províncias do Poitou, Anjou e Bretanha, ultrapassando amplamente, portanto, os limites do departamento da Vendeia. Alcançou também o sul do baixo Loire, o sudoeste de Maine-et-Loire e o noroeste de Deux-Sèvres, tendo sido contida pelos redutos republicanos de Nantes, Angers, Saumur, Thouars, Parthenay, Luçon, Fontenay-le-Comte e Les Sables-d'Olonne.

Ao longo de três anos, a guerra passou por várias fases, com um breve período de paz, na primavera de 1795. Terminou no início de 1796, resultando em cerca de 170 000 mortes e muita destruição.

Referências

  1. Jacques Hussenet (dir.), « Détruisez la Vendée ! » Regards croisés sur les victimes et destructions de la guerre de Vendée, La Roche-sur-Yon, Centre vendéen de recherches historiques, 2007
  2. Markoff, John. "The social geography of rural revolt at the beginning of the French Revolution." American Sociological Review (1985).
  3. Jean-Clément Martin (dir.), Dictionnaire de la Contre-Révolution, Perrin, 2011, p.504.
  4. Secher, Reynald (1986). Le genocide franco-francais: La Vendee-Venge. [S.l.]: Presses universitaires de France 
  5. Reynald Secher, A French Genocide: The Vendée. Arquivado em 20 de abril de 2012, no Wayback Machine. Resenha crítica de Peter McPhee, University of Melbourne. H-France Review. Vol. 4, março de 2004, n°. 26.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.