Heinrich Wölfflin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Heinrich Wölfflin
Nascimento 21 de junho de 1864
Winterthur
Morte 19 de julho de 1945 (81 anos)
Zurique
Cidadania Suíça
Ocupação historiador da arte, historiador, professor universitário
Prêmios Ordem do Mérito para as Artes e Ciência
Empregador Universidade de Munique, Universidade de Zurique, Universidade de Basileia, Universidade Humboldt de Berlim

Heirich Wölfflin (Winterthur, Suíça, 21 de junho de 1864 - Zurique, 19 de julho de 1945) foi um escritor, filósofo, crítico e historiador da arte suíço. Wölfflin foi um dos mais influentes historiadores da arte do século XX. Autor de livros consagrados, tais como: A Arte Clássica, Conceitos Fundamentais da História da Arte e Renascença e Barroco. Sua formação se deu em Basileia, Munique e Berlim. Em Basileia foi aluno e discípulo de Jakob Burckhardt. Lecionou na Universidade de Berlim, Universidade de Munique e Universidade de Zurique, além da Universidade de Basileia.

Adotou o que foi chamado de “método formalista”, que parte da teoria da “pura-visualidade” (Argan e Fagiolo,1994). Aplicando pares opositivos, aos quais reduziu a alguns fundamentais: linear e pictórico; unidade e pluralidade; plano e profundidade; forma fechada e forma aberta; e clareza e obscuridade.

Obras traduzidas[editar | editar código-fonte]

  • A Arte Clássica.
  • Conceitos Fundamentais da História da Arte.
  • Renascença e Barroco.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Heinrich Wölfflin

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ARGAN, G. Carlo e FAGIOLO, Maurizio. Guia de História da Arte. Lisboa: Estampa, 1994.
  • BARROS, José D'Assunção. Heinrich Wölfflin e sua contribuição para a teoria da visibilidade pura. Revista Existência e Arte. Ano VII, volume 6, São João Del-Rei: UFSJ, 2011.
  • BARROS, José D'Assunção. Por uma historiografia comparada da arte: uma análise das concepções de Riegl, Wolfflin e Didi-Huberman. Revista de História Comparada. volume 4, Rio de Janeiro: UFRJ, 2008.


Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.