Hello, Frisco, Hello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hello, Frisco, Hello
Aquilo Sim Era Vida (BR)
 Estados Unidos
1943 •  cor •  99 min 
Direção H. Bruce Humberstone
Roteiro Robert Ellis
Helen Logan
Richard Macaulay
Elenco Alice Faye
John Payne
Lynn Bari
Jack Oakie
Laird Cregar
June Havoc
Género comédia, musical
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Hello, Frisco, Hello (no Brasil, Aquilo Sim Era Vida), é um filme de comédia musical de 1943 dirigido por H. Bruce Humberstone e protagonizado por Alice Faye e John Payne.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de um grupo de artistas da vaudeville de São Francisco, durante o período da explosão entre o Panamá e o Pacífico no ano de 1915, e quando Alexander Graham Bell fez sua primeira ligação transcontinental de Nova Iorque a São Francisco.

Produção[editar | editar código-fonte]

De acordo com registros do estúdio, Robert Hopkins, Len Hammond e Jo Swerling trabalharam em versões anteriores do roteiro deste filme, porém, não incluído no final. Segundo o The Hollywood Reporter, Ken Englund e Harold Friedman foram designados a trabalhar no roteiro, embora as suas contribuições para o filme não sejam confirmadas. De acordo com uma notícia publicada pelo The Hollywood Reporter em 10 de março de 1942, o escritor Richard Macauley estava sendo considerado para dirigir o filme. Segundo observou o The Hollywood Reporter, o produtor Milton Sperling teve que deixar o estúdio para se juntar aos fuzileiros navais durante a Segunda Guerra Mundial, e que seus deveres seriam assumido por Lee Marcus.

O The Hollywood Reporter também observou que William Perlberg havia sido escalado pelo estúdio para produzir o filme, e é possível que ele ou Marcus tenham supervisionado o filme durante a ausência de Sperling, embora este último tenha recebido o crédito exclusivo na tela como o produtor. Gene Tierney foi considerada para um dos papeis principais do filme.

O Los Angeles Times em 6 de fevereiro de 1943 relatou que Carole Landis e Betty Grable seria estrelas do filme. Anne Baxter também havia sido anunciada no elenco. Segundo publicidade estúdio, a cena da virada de ano em São Francisco foi filmada no famoso Teatro Chinês em Hollywood, de propriedade de Sid Grauman. O filme marcou o retorno à tela de Alice Faye, desde Week-End in Havana, em 1941, e o último aparecimento de John Payne, que se juntou ao Corpo Aéreo do Exército, até o filme de 1945, As Irmãs Dolly.

Mack Gordon e Harry Warren receberam um Oscar de melhor canção original por You'll Never Know, que se tornou a mais conhecida canção de Faye.

De acordo com o The Hollywood Reporter, o prefeito de São Francisco, Angelo Rossi, se reuniu com o executivo da Fox, Joseph Schenck, em fevereiro de 1943, para protestar contra o uso do apelido de Frisco no título do filme. Armado com petições de diversas organizações civis proeminentes, Rossi persuadiu Schenck a mudar o título do filme para Hello, San Francisco, Hello em toda a sua publicidade naquela cidade. Laurence Hirsch, o executor do espólio do compositor Louis A. Hersch, que co-escreveu Hello, Frisco, Hello, com Gene Buck, interpôs um processo de violação contra duas gravadoras de música e a Twentieth Century-Fox, alegando que elas não tinham o direito de usar a música no filme. Sua ação foi indeferida em junho de 1945, no entanto.

Alice Faye recriou seu papel em uma reapresentação da história no programa de rádio Lux Radio Theatre em 15 de novembro de 1943, na qual co-estrelou com Robert Young. Hello, Frisco, Hello é uma refilmagem de O Rei dos Empresários (1936), que também foi baseada na história original intitulada "O dia nunca chegou". O filme de 1936 foi dirigido por Sidney Lanfield e estrelou Faye, Warner Baxter e Jack Oakie.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Academy Awards (EUA) (1944)

Premiações:

Indicações:

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Referências

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o
  • Foi um dos últimos musicais feitos por Alice Faye na 20th Century Fox e um de seus maiores sucessos. Em entrevistas feitas anos mais tarde, Faye tinha dito que ela já sabia que seria substituída pela atriz Betty Grable.
  • A música "I've Gotta Have You" cantada por June Havoc foi excluída do filme. Mesmo assim, sua gravação foi lançada em um álbum chamado Cut! Out Takes From Hollywood's Greatest Musicals, Volume One de 1976.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]