Igreja Presbiteriana Internacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Igreja Presbiteriana Internacional
Classificação Protestante
Orientação Reformada e Evangélica
Teologia Calvinista, Confessional e Conservadora
Política Presbiteriana
Área geográfica Reino Unido, Grécia, Ucrânia, Romênia, Itália, Bélgica, Azerbaijão e Coreia do Sul
Fundador Francis Schaeffer
Origem 1948 (70 anos)
Ramo de(o/a) Igreja Presbiteriana Reformada - Sínodo Evangélico (que posteriormente uniu-se a atual Igreja Presbiteriana na América)
Congregações 33[1]

A Igreja Presbiteriana Internacional (em Inglês: International Presbyterian Church) é uma denominação reformada presbiteriana , confessional, conservadora e evangélica no Reino Unido, Grécia, Ucrânia, Romênia, Itália, Bélgica, Azerbaijão e Coreia do Sul, fundada por missionários da Igreja Presbiteriana Reformada - Sínodo Evangélico (que posteriormente uniu-se a atual Igreja Presbiteriana na América).[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1948 Francis Schaeffer e sua esposa mudaram-se para a Suíça como missionário da Igreja Presbiteriana Reformada - Sínodo Evangélico (que posteriormente uniu-se a atual Igreja Presbiteriana na América). Em seguida fundaram o L'Abri (em português O Abrigo) que é um centro de estudos internacional e comunitário. Devido ao número crescente de pessoas que se converteram por meio dos estudos foi formada a Igreja Presbiteriana Internacional para reunir novos crentes.

Na década de 1960 o casal mudo-se para a Inglaterra, onde fundaram outras congregações. A primeira congregação britânica da denominação foi formada em Ealing em 1969.[3]

Outras congregações foram fundadas pelos missionário entre as pessoas de língua coreana, incluindo a atual Igreja Coreana Londres.[4][5]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Atualmente os missionários da igreja trabalham em Timisoara e Tirgiu Jui na Romênia, Verona e Vicenza na Itália, Ghent na Bélgica e Baku no Azerbaijão.[6][7]

Em 2012 alguns dos grupos evangélicos dissidentes da Igreja da Escócia em Inverness uniram a denominação.[8][9]

Organização[editar | editar código-fonte]

A igreja adota o sistema de governo presbiteriano. É formada por um sínodo[2], que consiste em: um presbitério britânico de língua inglesa; um presbitério de língua coreana no Reino Unido, Grécia e Ucrânia; um proto-presbitério europeu na Bélgica, Itália e Azerbaidjão e um proto-presbitério na Coreia do Sul, totalizando 33 congregações.[1]

Relações Inter-Eclesiásticas[editar | editar código-fonte]

A igreja tem relações missionais com a Igreja Presbiteriana do Brasil por meio da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais.[10][11]

Doutrina[editar | editar código-fonte]

A igreja subscreve a Confissão de Fé de Westminster, os Três Padrões da Unidade (Catecismo de Heidelberg, Confissão Belga e Catecismo de Heidelberg)[6][12], e as Cinco Solas (Sola fide, Sola scriptura, Solus Christus, Sola gratia e Soli Deo gloria.[2].

Referências

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Calvinismo