Insomniac (álbum de Enrique Iglesias)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde julho de 2015)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Insomniac
Álbum de estúdio de Enrique Iglesias
Lançamento 12 de Junho de 2007
Gênero(s) Pop
R&B
Synthpop
Duração 59 min 41 seg
Formato(s) CD
Gravadora(s) Interscope Records
Produção John Shanks, Kristian Lundin, Sean Garrett, Anders Bagge, Mark Taylor, Stargate, Maratone Studios
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Enrique Iglesias
Último
Último
7
(2003)
Enrique Iglesias: 95/08 Éxitos
(2008)
Próximo
Próximo


Insomniac é o oitavo álbum de estúdio e o quarto em inglês do cantor Enrique Iglesias, lançado a 12 de Junho de 2007.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Ring My Bells" - 3:56
  2. "Push" (feat. Lil Wayne) - 3:53
  3. "Do You Know? (The Ping Pong Song)" - 3:40
  4. "Somebody's Me" - 4:00
  5. "On Top of You" - 3:40
  6. "Tired of Being Sorry" - 4:03
  7. "Miss You" - 3:23
  8. "Wish I Was Your Lover" - 3:25
  9. "Little Girl" - 3:47
  10. "Stay Here Tonight" - 4:15
  11. "Sweet Isabel" - 3:15
  12. "Don't You Forget About Me" - 3:12
  13. "Dímelo" - 3:39
  14. "Alguien Soy Yo" - 4:00
  15. "Amigo Vulnerable" - 4:01

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

O álbum recebeu em sua maior parte críticas favoráveis: O revisor da Allmusic, Stephen Thomas Erlewine deu ao álbum 4 de 5 estrelas, escrevendo: "Insomniac é dedicado á uma nova audiência, diferente do antigo material de Iglesias. Algumas vezes, ele 'puxa' para um lado alá Madonna em seu último álbum 'Confessions On a Dance Floor', e outras vezes consegue acertar exatamente o ponto perfeito de pop crossover e retro-new wave."

Lauren Murphy do Entertainment.ie deu uma crítica mista, e avaliou em 3 de 5 estrelas, escrevendo que embora o álbum tenha um embalo moderno, Enrique não conseguiu deixar totalmente para trás a sonoridade que costuma agradar o público de meia-idade já conquistado, dificultando a compatibilidade do público jovem em contraste com o estilo moderno adotado por ele. Ressaltou ainda que Insomniac soa como um álbum inteiramente radiofônico.

Jonathan Bernstein do Entertainment Weekly, com mais uma nota positiva, escreveu que "Insomniac revela um Enrique Iglesias sob posse de um vengeful spirit de Toad the Wet Sprocket", além de dizer que ao contrário do que havia sido previsto pela mídia especializada, o álbum não gerou uma decepção esperada por parte dos antigos fãs, que não estavam "preparados para um álbum moderno e com um embalo 'menos latino' do que estão habituados".

Jerome Blakeney da BBC Music deu ao álbum mais uma review positiva, dizendo que Iglesias nos faz lembrar que é o "rei-mestre latino do sentimentalismo", com arranjos vocais impecáveis e uma percussão ritmada, descrevendo o álbum como 'de tirar o fôlego' e destacando ainda que Insomniac deixa Iglesias 'firmemente no topo'.

Por fim, Joey Guerra do Houston Chronicle deu ao álbum 4.5 de 5 estrelas, escrevendo que "O segredo do Insomniac esconde armas, romantismo e metamorfoses de fácil compreensão, o que sempre pegou Iglesias como um — claro — sensível e almanizado romântico espanhol."


Nuvola apps kcmpartitions.png
Este artigo não está em nenhuma categoria (desde julho de 2015).
Por favor, categorize-o para que seja listado com suas páginas similares.