It's Complicated

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
It's Complicated
Amar... é Complicado! (PT)
Simplesmente Complicado (BR)
 Estados Unidos
2009 •  cor •  120 min 
Direção Nancy Meyers
Produção Nancy Meyers
Scott Rudin
Roteiro Nancy Meyers
Elenco Meryl Streep
Steve Martin
Alec Baldwin
John Krasinski
Gênero comédia romântica
comédia dramática
Música Hans Zimmer
Heitor Pereira
Cinematografia John Toll
Edição Joe Hutshing
David Moritz
Companhia(s) produtora(s) Relativity Media
Waverly Films
Scott Rudin Productions
Dentsu
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Estados Unidos 25 de dezembro de 2009
Brasil 26 de fevereiro de 2010
Portugal 4 de março de 2010
Idioma inglês
Orçamento US$85 milhões[1][2]
Receita US$219,069,702[3]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

It's Complicated (Simplesmente Complicado (título no Brasil) ou Amar...É Complicado! (título em Portugal)) é um filme de comédia romântica estadunidense de 2009 escrito e dirigido por Nancy Meyers. É estrelado por Meryl Streep como proprietária de uma padaria de sucesso e mãe solteira de três filhos que começa um caso secreto com o ex-marido, interpretado por Alec Baldwin, 10 anos após seu divórcio - apenas para encontrar-se atraída por outro homem: seu arquiteto Adam (interpretado por Steve Martin). Um filme de conjunto, a comédia adulta R-rated também apresenta performances de apoio por Lake Bell, Hunter Parrish, Zoe Kazan, John Krasinski, Mary Kay Place, e Rita Wilson, entre outros.[4][5][6][7]

O filme foi recebido com misto a médio comentários de críticos, que declararam bastante previsível, apesar de funcionar bem por um elenco atraente, mas tornou-se mais um sucesso comercial de Meyers em sua liberação de abertura no Dia de Natal de 2009 nos Estados Unidos e Canadá. Ele foi bem durante os feriados e para janeiro de 2010, finalmente, fechando no dia 1 de abril com 112.7 milhões de dólares. Em todo o mundo, It's Complicated, eventualmente, arrecadou $219.1 milhões de dólares, e superou The Holiday (2006) para se tornar o terceiro projeto de maior bilheteria de Meyer até à data.[8]

Para suas performances, o elenco foi premiado com um Prêmio National Board of Review of Motion Pictures de Melhor Elenco do mesmo ano. Além disso, o filme foi indicado em ambos Critics' Choice Award e Satellite Awards e Meyers recebeu duas indicações ao Globo de Ouro, incluindo Melhor Filme - Roteiro Comédia ou Musical e Melhor Roteiro. Streep e Baldwin foram reconhecidos individualmente com nomeações ao de Melhor Atriz e Melhor Ator de Coadjuvante nas cerimônias de premiação do Globo de Ouro e BAFTA, respectivamente.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Jane (Meryl Streep) é uma auto-confiante divorciada dona de uma padaria de sucesso em Santa Bárbara, California. Depois de 10 anos de divórcio e três filhos crescidos, ela finalmente tem um bom relacionamento com seu ex-marido Jake (Alec Baldwin), um bem-sucedido advogado que se casou com Agness(Lake Bell), muito mais nova do que ele.

Jane e Jake vão à formatura de faculdade do seu filho Luke, em Nova York. Um jantar juntos evolui para um "caso", fazendo de Jane "a outra mulher". Parte de Jane sabe que isso é errado, já que Jake e Agness são casados e estão tentando ter um bebê; a outra parte de Jane aprecia ser "a outra mulher" e continua o caso com Jake em Santa Bárbara. Jake está apenas gostando do sexo escondido e não demonstra interesse no crescimento de Jane como pessoa. Ele, porém, sente-se nostálgico por causa da vida em família que ele teve um dia com Jane, principalmente a culinária dela, e se pergunta se ele não deveria estar envelhecendo junto com Jane em vez de começar uma nova família na meia-idade.

Seus filhos não sabem de nada sobre o caso de seus pais, embora Harley (John Krasinski), que está comprometido com sua filha Lauren, os flagra em um hotel e mantém segredo. Agness não sabe de nada, já que Jake continua tendo relações amorosas com ela; Pedro, seu filho de 5 anos, suspeita de algo quando Jake faz ligações do banheiro.

Quem complica ainda mais as coisas é Adam (Steve Martin), um arquiteto contratado para remodelar a casa de Jane. Ele ainda está se recuperando de um divórcio pelo qual acabou de passar e começa a ficar apaixonado por Jane. Ele passa o tempo tentando conhecê-la como pessoa. Na noite da festa de formatura de Luke, Jane convida Adam para o evento, e quando ele vai buscá-la ela não está normal, por causa do cigarro que Jake a deu. Então,durante a festa, Adam também dá um trago no cigarro e os dois ficam alterados. Jake fica com ciúmes ao observá-los, mas ao receber um cigarro de Jane, ele também fica alterado. Harley confronta Jake e Jane, irritado por guardar segredo, e também aceita fumar um pouco do cigarro. Agness então observa Jake e Jane dançando juntos e suspeita de sua proximidade renovada.

Quando eles saem, Adam pergunta se eles poderiam comer algo, então Jane o leva para o seu restaurante-padaria e o oferece alguma coisa; ele pede um croissant de chocolate, que é feito por raspagem enquanto eles riem e se divertem. Isso leva horas e eles gostam do tempo juntos. Como seu arquiteto, ele mostra grande sensitividade em ouvir as suas necessidades e visão para sua cozinha e quarto remodelados.

Jake deixa Agness, a qual o expulsa da casa deles quando ele confessa que ainda ama Jane, que recusa seu gesto. Eventualmente, sob circunstâncias embaraçosas, Adam descobre que Jane ainda vê Jake. Adam sabe seus limites e conta a Jane que não pode continuar a vê-la, já que esse triângulo amoroso terminará machucando alguém. Seus filhos também descobrem e não ficam felizes com os pais juntos de novo, pois eles ainda se recuperam do divórcio de dez anos atrás. Jane conta a eles que não vai voltar com o pai deles, o qual, então, dirige o seu Porsche enquanto os filhos vão para a casa de Harley e Lauren. Jane logo se reconcilia com seus filhos, dizendo que ela queria fazer isso por ela própria, o que faz eles reconsiderarem. Quando ela volta para casa,Jake espera por ela para conversar, e os dois terminam o caso em termos amigáveis.

O filme termina com Adam retornando à casa de Jane para trabalhar na obra dela e antes de o filme acabar, Jane e Adam são vistos rindo enquanto andam pela casa.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em Maio de 2008, Nancy Meyers concordou com um projeto para a Universal Studios segundo o qual ela deveria criar o roteiro e dirigir, em uma co-produção com Scott Rudin.[9] O projeto foi referido como O Projeto Sem Título de Nacy Meyers durante sua idealização e produção inicial. O estabelecimento de compromissos dos diretores começou em 2008, com Meryl Streep e Alec Baldwin entrando nas discussões em Agosto,[4][6] e Steve Martin se juntando ao elenco em Outubro.[5] A busca do elenco continuou em 2009, com Zoe Kazan, Lake Bell, e Hunter Parrish entrando em Janeiro,[10] John Krasinski em Fevereiro,[11] Rita Wilson em Março,[12] e Caitlin Fitzgerald em Junho.[13]

As filmagens começaram em Nova York no início de abril de 2009,[14] e foram concluídas em Agosto do mesmo ano.[15] It's Complicated foi lançado em 25 de Dezembro de 2009.[16][17]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Artigos sobre o filme o avaliaram na média. Rotten Tomatoes informou que 58% dos críticos fizeram críticas positivas entre 149 artigos avaliados, enquanto uma enquete na Comunidade Rotten Tomatoes deu ao filme 76% de aprovação entre 692 artigos.[18] Outro avaliador de críticas, Metacritic, que marca um escore de 1 a 100 baseado em artigos de críticos importantes, deu ao filme um escore médio de 57% baseado em 30 artigos.[19]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Lançado em 25 de dezembro de 2009, nos Estados Unidos,[20][21] o filme estreou em 2.887 locais e quarto colocado na bilheteria dos EUA após seu primeiro fim de semana. Ele ficou atrás de Avatar, Sherlock Holmes, e Alvin e os Esquilos 2 com US$22,100,820, marcando a US$7,655 dólares de renda média per teatro. Ele jogou bem durante os feriados e para janeiro de 2010, finalmente, fechando no dia 1 de abril com US$112.7 milhões de dólares na América do Norte e um total de US$214.727.200 em todo o mundo.[3]

No primeiro dia no Brasil, vendeu 31.937 ingressos, fazendo um total de 794.429.[22]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Academia Categoria Candidato Resultado
Broadcast Film Critics Association Awards Melhor Filme de Comédia Filme nomeado
Globo de Ouro[23] Melhor Atriz em Comédia ou Musical Meryl Streep nomeado
Melhor filme - Musical ou Comédia Nancy Meyers nomeado
Melhor Roteiro em Cinema Nancy Meyers nomeado
National Board of Review Awards Melhor Elenco Alec Baldwin, Meryl Streep and Steve Martin venceu
Satellite Awards Melhor Filme – Musical ou Comédia Filme nomeado
Prêmio BAFTA Melhor Ator Coadjuvante Alec Baldwin nomeado

Mídia Doméstica[editar | editar código-fonte]

It's Complicated estará disponível em DVD e Blu-ray em 27 de Abril de 2010.

Referências

  1. Abramowitz, Rachel (12 de setembro de 2009). «Meryl Streep's got legs». Los Angeles Times. Consultado em 9 de novembro de 2013. Com a exceção de "It's Complicated", com um orçamento de 75 milhões [...] 
  2. Fritz, Ben (28 de dezembro de 2009). «Holiday box-office take is highest in recent history». Los Angeles Times. Consultado em 9 de novembro de 2013. [...] "It's Complicated", estrelado por Meryl Streep, não foi particularmente impressionante dado o seu orçamento de cerca de 85 milhões. 
  3. a b «It's Complicated (2009)». Box Office Mojo  Parâmetro desconhecido |acessodatae= ignorado (ajuda)
  4. a b Fleming, Michael (5 de agosto de 2008). «Streep in deep with Meyers». Variety. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  5. a b Fleming, Michael (13 de outubro de 2008). «Steve Martin joins Nancy Meyers film». Variety. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  6. a b Fleming, Michael (14 de agosto de 2008). «Baldwin flirts with romantic comedy». Variety. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  7. Labrecque, Jeff (7 de agosto de 2009). «Meryl Streep on the prowl in 'Its Complicated" trailer». Entertainment Weekly. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  8. «Nancy Meyers Filmography». Box Office Mojo. Consultado em 9 de novembro de 2013 
  9. Fleming, Michael (7 de maio de 2008). «Universal woos next Meyers movie». Variety. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  10. Fleming, Michael (21 de janeiro de 2009). «Meyers casts Kazan, Bell, Parrish». Variety. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  11. Goldberg, Matt (10 de fevereiro de 2009). «John Krasinski Boards Untitled Nancy Meyers Project». Collider. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  12. Kemp, Stuart (20 de março de 2009). «Wilson in demand». The Independent. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  13. Kroll, Justin (7 de junho de 2009). «Players». Variety 
  14. «Films recently shot in New York». Variety. 21 de abril de 2009. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  15. Reuters, Thomas (14 de agosto de 2009). «Still the love interest». Screen. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  16. Goldstein, Patrick (17 de agosto de 2009). «Universal takes a public spanking for its movie flops». Los Angeles Times. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  17. «Universal Pictures' Fall/Holiday 2009 Sneak Preview!». Movieweb. 13 de agosto de 2009. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  18. «It's Complicated Movie Reviews, Pictures». Rotten Tomatoes. IGN Entertianment. Consultado em 11 de fevereiro de 2010 
  19. «It's Complicated (2009): Reviews». Metacritic. CNET Networks. Consultado em 11 de fevereiro de 2010 
  20. Goldstein, Patrick (17 de agosto de 2009). «Universal takes a public spanking for its movie flops». Los Angeles Times. Consultado em 9 de novembro de 2013 
  21. «Universal Pictures' Fall/Holiday 2009 Sneak Preview!». Movieweb. 13 de agosto de 2009. Consultado em 9 de novembro de 2013 
  22. It's Complicated no AdoroCinema
  23. «Nominations and Winners». Hollywood Foreign Press Association. 15 de dezembro de 2009. Consultado em 15 de dezembro de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]