The Parent Trap

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

{{Info/Filme| | título = The Parent Trap | título-br = Operação Cupido | título-pt = Pai Para Mim... Mãe Para Ti | imagem = | ano = 1998 | duração = 127 | idioma = inglês | país =  Estados Unidos | direção = Nancy Meyers | elenco = Dennis Quaid
Natasha Richardson
Lindsay Lohan | género = [[Comédia] , Romance | tipo = LF }} The Parent Trap (Operação Cupido (título no Brasil) ou Pai Para Mim... Mãe Para Ti (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1998, do gênero comédia,estrelado por Lindsay Lohan,Dennis Quaid e Elaine Hendrix, dirigido por Nancy Meyers e produzido pela Walt Disney Productions Corporation.

Operação Cupido foi realizado pela primeira vez em 1961 e refilmado em 1998 tendo como estrela principal a atriz Lindsay Lohan.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Esse filme retrata a história de duas garotas que se conhecem num acampamento de verão e descobrem que são gêmeas, e uma delas não conhece o pai e a outra não conhece a mãe, então elas trocam de lugar para poder juntar os pais de novo.

Hallie vive com o pai, Nicholas Parker, na Califórnia, e Annie mora com a mãe, Elizabeth James, em Londres. Quando Hallie conhece a mãe, descobre que esta é agora uma famosa designer de vestidos de noiva. Já seu pai Nick tem uma vinha em Napa Valley, na Califórnia.

Annie descobre que o pai está para casar com Meredith, uma jovem publicitária que é uma típica patricinha, a quem as gêmeas chamam de "Cruela". Juntamente com Hallie, engenha um plano para os separar, e elas conseguem quando vão para o acampamento anual antes de começar a escola. Elas então resolvem trocar uma de lugar com a outra, para enganarem os pais e assim se tornar mais fácil de juntar os pais delas.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Lindsay Lohan deu vida a protagonista Hallie Parker / Annie James


Crítica[editar | editar código-fonte]

The Parent Trap tem aclamação pela crítica profissional. Com a pontuação de 86% em base de 50 avaliações, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "O roteirista e diretor Nancy Meyers tem a fórmula vencedora do original de 1961 e dá-lhe um toque moderno amável, enquanto a jovem estrela Lindsay Lohan brilha em seu papel de estreia".[1]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "L-O-V-E" - Nat King Cole
  2. "Do You Believe In Magic" - The Lovin' Spoonful
  3. "There She Goes" - The La's
  4. "Top Of The World" - Shonen Knife
  5. "Here Comes the Sun" - Bob "Bronx Style" Khaleel
  6. "(I Love You) For Sentimental Reasons" - Linda Ronstadt
  7. "Soulful Strut" - Young-Holt Unlimited
  8. "Never Let You Go" - Jakaranda
  9. "Bad To The Bone" - George Thorogood & The Destroyers
  10. "The Happy Club" - Bob Geldof
  11. "Suite from The Parent Trap" - Alan Silvestri
  12. "This Will Be (An Everlasting Love) - Natalie Cole
  13. "Dream Come True" - Ta-Gana
  14. "Groovin'" - Pato Banton & The Reggae Revolutation
  15. "Let's Get Together" - Nobody's Angel[2]

Referências

  1. The Parent Trap - Rotten Tomatoes (em inglês). Página visitada em 12 de dezembro de 2013.
  2. Walt Disney's The Parent Trap! (Soundtrack from the Motion Picture) by Various Artists (em inglês). Página visitada em 12 de dezembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]