Alguém Tem que Ceder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Something's Gotta Give
Alguém Tem Que Ceder (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2003 •  cor •  128 min 
Direção Nancy Meyers
Produção Nancy Meyers
Bruce A. Block
Roteiro Nancy Meyers
Elenco Jack Nicholson
Diane Keaton
Keanu Reeves
Frances McDormand
Amanda Peet
Jon Favreau
Gênero comédia dramática
comédia romântica
Música Hans Zimmer
Cinematografia Michael Ballhaus
Edição Joe Hutshing
Companhia(s) produtora(s) Columbia Pictures
Waverly Films
Distribuição Sony Pictures Releasing (América do Norte)
Warner Bros. Pictures (internacional)
Lançamento Estados Unidos 12 de dezembro de 2003
Portugal 26 de fevereiro de 2004
Brasil 12 de março de 2004
Idioma inglês
Orçamento US$ 80 milhões[1]
Receita US$ 266 milhões[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Alguém Tem que Ceder (Something's Gotta Give, no original em inglês) é um filme de comédia romântica estadunidense de 2003 escrito, produzido e dirigido por Nancy Meyers tanto para Columbia Pictures e Warner Bros. É estrelado por Jack Nicholson e Diane Keaton como duas pessoas bem sucedidas de 60 e poucos e 50 e poucos anos, que encontram o amor um pelo outro mais tarde na vida, apesar de serem completamente opostos. Keanu Reeves e Amanda Peet co-estrelam, com Frances McDormand, Paul Michael Glaser, Jon Favreau, e KaDee Strickland em papéis coadjuvantes importantes. O título original do filme é uma homenagem a uma música de mesmo nome de 1954, de Johnny Mercer. O sobrenome do personagem de Keanu Reeves é uma homenagem ao cantor.[2]

O filme recebeu críticas favoráveis[3] e foi um sucesso de bilheteria após seu lançamento na América do Norte, acabou arrecadando US$266,728,738 em todo o mundo, principalmente a partir de sua temporada internacional.[1][4] Por sua atuação Keaton ganhou um Globo de Ouro, um Satellite Award, bem como uma nomeação do Oscar e uma nomeação para o SAG Awards como "Melhor Atriz", entre outros reconhecimentos. Nicholson também recebeu uma indicação ao Globo de Ouro para "melhor ator em comédia ou musical". Este foi de Nicholson e Keaton segundo filme juntos desde 1981 com o filme Reds.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Harry Sanborn é um playboy profissional com uma libido muito mais jovem do que sua idade. Durante o que deveria ser um final de semana romântico com sua mais nova conquista, a ninfeta Marin, na casa de praia da mãe dela, Harry sente dores no peito. Ambulância vai, ambulância vem, Harry acaba tendo que ser cuidado pela relutante mãe de Marin, Erica Barry, uma bem sucedida e divorciada dramaturga de Nova York, que inicialmente implica, e muito, com ele.

De repente, e negando tudo o que sempre pensou de mulheres mais velhas, Harry desenvolve mais do que dores no coração por Erica, que tem quase o dobro da idade de suas habituais companhias femininas.

Mas alguns hábitos são difíceis de perder. Quando Harry tem uma leve recaída machista, Julian, seu charmoso médico de trinta e poucos anos aparece e começa a se interessar por Erica. E Harry, que sempre teve as rédeas de seu mundo, descobre na marra um terreno que jamais explorou: as mulheres acima dos 30.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Something's Gotta Give foi uma co-produção entre a Columbia Pictures e Warner Bros. Pictures. Ambas as empresas lançaram trilhas sonoras para o filme.

A seguir a trilha sonora foi lançada em 9 de dezembro de 2003 por Warner Bros. Records.

Lista da trilha sonora - Warner Bros.[editar | editar código-fonte]

  1. "Butterfly" - Crazy Town
  2. "Sing a Song" - Earth, Wind and Fire
  3. "Oooh Baby" - C+C Music Factory
  4. "Samba de mon coeur qui bat" - Coralie Clément
  5. "Fibre de Verre" - Paris Combo
  6. "Let's Get It On" - Marvin Gaye
  7. "O Beijo (The Kiss)" - Claudio Ragazzi
  8. "Here We Go" - Grits
  9. "Que Reste-t-il de Nos Amours" - Charles Trenet
  10. "It's On Tonight" - Johnny Rourke
  11. "You Can Get It If You Really Want" - Jimmy Cliff
  12. "Have Dinner" - Badly Drawn Boy
  13. "Assedic" - Les Escrocs
  14. "I've Got a Crush on You" - Steve Tyrell
  15. "Graffito Disguise" - Mason Daring
  16. "I Only Have Eyes for You" - The Flamingos
  17. "La Vie en Rose" - Louis Armstrong
  18. "So Nice (Summer Samba)" - Astrud Gilberto
  19. "Boum!" - Charles Trenet
  20. "Je Cherche un Homme" - Eartha Kitt
  21. "Sunday Morning" - Maroon 5
  22. "Julian Calls" - Badly Drawn Boy
  23. "C'est si bon" - Eartha Kitt
  24. "Aquarela do Brasil" - Django Reinhardt
  25. "Exactly Like You" - Christopher Westlake and Bonnie Greenberg
  26. "Sweet Lorraine" - Stephane Grappelli, Ilsa Eckinger, Ike Isaacs e Diz Disley Trio
  27. "I Only Have Eyes for You" - Michael Melvoin, John Guerin, Tony Dumas, e Mitch Holder
  28. "Learn How to Fall" - Paul Simon
  29. "La Vie en Rose" - Jack Nicholson

A seguir trilha sonora foi lançada em 23 de fevereiro de 2004 pela Columbia Records.

Lista da trilha sonora - Columbia[editar | editar código-fonte]

  1. "La Vie en Rose" - Louis Armstrong
  2. "I've Got a Crush on You" - Steve Tyrell
  3. "I Only Have Eyes for You" - The Flamingos
  4. "So Nice (Summer Samba)" - Astrud Gilberto
  5. "Remember Me" - Heitor Pereira
  6. "Samba de mon coeur qui bat" - Coralie Clément
  7. "Que Reste-t-il de Nos Amours" - Charles Trenet
  8. "Assedic" - Les Escrocs
  9. "Je Cherche un Homme" - Eartha Kitt
  10. "C'est Si Bon" - Eartha Kitt
  11. "Aquarela do Brasil" - Django Reinhardt
  12. "Sweet Lorraine" - Stephane Grappelli, Ilsa Eckinger, Ike Isaacs e Diz Disley Trio
  13. "Love Makes the World Go 'Round" - Deon Jackson
  14. "La Vie en Rose" - Jack Nicholson

O filme foi originalmente feito por Alan Silvestri e orquestrada por Tony Blöndal, no entanto diferenças criativas levaram Silvestri sendo substituído na última hora por membros da Remote Control Productions de Hans Zimmer. Como a música de Alan já foi gravada algumas delas permanecem no filme.[carece de fontes?]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme tem uma classificação de 71% "Fresh" de revisão do site Rotten Tomatoes, baseado em 166 opiniões dos críticos, com o resumo: "Embora ocasionalmente tropeça no território de sitcom, Something's Gotta Give é principalmente uma comédia romântica inteligente e engraçada, com performances de Jack Nicholson, Diane Keaton e Keanu Reeves".[3] Em Metacritic, o filme tem uma pontuação média ponderada de 66 em 100, com base em críticas de 40 críticos.[5] O público pesquisado pelo CinemaScore atribuiu ao filme uma nota "A-" na escala de A a F.[6]

Mick LaSalle, escrevendo para San Francisco Chronicle, sentiu que as performances das estrelas do filme, Diane Keaton e Jack Nicholson, estavam entre as suas melhores, e que a atuação de Nicholson, como seu papel cobria uma gama mais ampla de emoções, era a mais complexa.[7] O revisor elogiou o filme por ser uma comédia romântica para adultos:

O romance adulto é um gênero agonizante em nossa época, mas filmes tão sábios e divertidos quanto o filme Something Gotta Give Give sempre foram raros. É uma comédia com momentos hilariantes e, no entanto, com uma seriedade essencial: duas pessoas no outono da vida encontram amor.[7]

Roger Ebert descreve o diálogo do filme como "inteligente". Embora notando que o papel de Keanu Reeves "parece nada mais do que uma complicação da trama", ele elogia as performances de Keaton e Nicholson: "Um filme como esse depende crucialmente de suas estrelas. Reclamar que Nicholson está interpretando "ele mesmo" - ou que Keaton também está interpretando uma personagem muito parecido com sua persona pública - está perdendo o sentido. Parte do apelo depende da provocadora confusão do filme sobre realidade e ficção".[8]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Prêmio Categoria Destinatário (s) Resultado
Oscar Melhor Atriz Diane Keaton Indicado
Art Directors Guild Excelência em Design de Produção: Longa-metragem - Cinema Contemporâneo Filme Indicado
Artios Awards Melhor Casting para Longa-Metragem, Comédia Jane Jenkins
Janet Hirshenson
Indicado
Broadcast Film Critics Association Award Melhor Atriz Diane Keaton Indicado
Prêmios Globo de Ouro Melhor Ator - Filme Musical ou Comédia Jack Nicholson Indicado
Melhor Atriz - Filme Musical ou Comédia Diane Keaton Venceu
Golden Reel Awards Melhor Edição de Som em um Filme: Música e Longa-Metragem Filme Indicado
National Board of Review of Motion Pictures Awards Melhor Atriz Diane Keaton Venceu
Phoenix Film Critics Society Awards Indicado
Satellite Awards Melhor Atriz - Filme Venceu
Screen Actors Guild Awards Performance de uma Actriz num Papel Principal Indicado
Washington D.C. Area Film Critics Association Awards Melhor Atriz Indicado

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]