Ivchenko AI-25

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
AI-25
Motor de avião
Ivchenko-Progress AI-25TL
Informações básicas
Tipo Turbofan
Fabricante Ivchenko-Progress
Origem  União Soviética
Primeiro teste 1966
Maiores aplicações Aero L-39 Albatros
Hongdu JL-8
Yakovlev Yak-40
Quantidade
produzida
9.360+
Especificações (AI-25TL)
Comprimento 3.358 mm (132,2 in)
Diâmetro (motor) ~611,6 mm (24,08 in)
Peso 350 kg (770 lb)
Compressor Axial com 3 estágios de compressor de baixa pressão/fan e 9 estágios de compressor de alta pressão
Empuxo Decolagem: 1.720 kgf (3.800 lbf);
Cruzeiro: 515 kgf (1.140 lbf)
Tipo de combustível Combustível de jato
Sistema de óleo Spray de pressão com retorno
Consumo 468,1 kg/h (1.032 lb/h)
Desenvolvido em DV-2
Notas
Fontes[1][2][3][4]
Um AI-25 de um Aero L-39 Albatros

Ivchenko AI-25 é uma família de motores turbofan de bypass médio com dois eixos, para uso civil e militar, desenvolvido pela Ivchenko OKB na União Soviética. Foi o primeiro motor turbofan utilizado em aeronaves de curto alcance na URSS. O motor ainda é produzido pela fabricante ucraniana de motores aeronáuticos Motor Sich.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O AI-25 foi projetado para motorizar o avião comercial trimotor Yakovlev Yak-40, normalmente conhecido como o primeiro jato regional de transporte, sendo também o ponto de partida para o motor turbofan Lotarev DV-2.[5] O projeto foi iniciado em 1965, tendo o primeiro voo sido realizado em 1966 e finalmente liberado para produção em 1967. Em 1972, o AI-25 foi selecionado para o polonês PZL M-15 Belphegor, o único biplano a jato do mundo.

O desenvolvimento do AI-25 continuou e o mais potente AI-25TL foi projetado para o avião de treinamento militar checoslovaco Aero L-39, tendo seu primeiro voo ocorrido em 1968. O L-39, se tornaria então um dos mais populares e difundidos aviões de treinamento no mundo, com mais de 3.000 unidades produzidas e cerca de 2.900 ainda em uso nos dias de hoje. Uma versão menor do AI-25TL, o AI-25TLK equipou o avião de treinamento de caça chinês Hongdu L-11.

O AI-25TLK também é produzido sob licença na China como WS-11. Outra variante do AI-25, é o AI-25TLSh da década de 1990, que foi passou por testes do Ministério de Defesa da Ucrânia em 2002. A Ivchenko-Progress atualmente vende o AI-25TLSh como uma atualização para os operadores do L-39 e JL-8, aumentando o tempo de vida útil destas aeronaves e melhorando seu desempenho. O último AI-25 lançado foi o AI-25TL Série 2 projetado para o Mikoyan MiG-AT.[6]

Variantes[editar | editar código-fonte]

AI-25
AI-25A
AI-25TL
AI-25TL série 2
AI-25TLK
AI-25TLSh
AI-25W
AI-25WM
WS-11
(WoShan - turbofan) O AI-25TLK produzido sob licença na China para o Hongdu L-11
Walter Titan
(AI-25WM)[7]
Walter Sirius

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gas Turbine Engines. Aviation Week & Space Technology Source Book 2009. p. 120.
  2. «Motor Sich» (em inglês) 
  3. «AI-25TL, AI-25TLK turbofan: Performance» (em inglês) 
  4. «AI-25TL» (em eslovaco) 
  5. «AI-25» (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2020 
  6. «More detailed information about AI-25 engine family» (em inglês). Arquivado do original em 26 de janeiro de 2013 
  7. Wilkinson, Paul H. (1970). Aircraft engines of the World 1970 21 ed. Washington D.C.: Paul H. Wilkinson. pp. 172, 219 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ivchenko AI-25