Comac C919

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Current event marker.svg
Este artigo ou seção contém informações sobre uma aeronave futura.
As informações neste artigo podem mudar com freqüência. Por favor, não adicione dados especulativos e lembre-se de colocar referências e fontes confiáveis ​​para atestar as informações citadas.
Plane icon.svg


COMAC C919
Picto infobox aircraft.png
Maquete do COMAC C919 no Show Aéreo de Paris
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial turbojato monoplano bimotor
País de origem  República Popular da China
Fabricante China Commercial Aircraft
Período de produção Protótipo
Quantidade produzida 1 unidade(s)
Primeiro voo em Previsto verão de 2016
Introduzido em Previsto para 2018
Passageiros 160-180 passageiro(s)
Notas
Dados: Ver o texto

A Comac C919 é depois da Comac ARJ21 (até 2009: ACAC ARJ21), o segundo jato de passageiros bimotor, que foi completamente desenvolvido na China e será lá construído em 2016 pelo consorcio COMAC.[1]

É um modelo de avião de 168-190 lugares de fuselagem estreita, presentemente em fase de desenvolvimento. Quando operar será o maior avião comercial projetado e construído na China desde o extinto Shanghai Y-10. Seu primeiro voo está previsto para ocorrer em 2015, com entregas programadas para 2018. O C919 faz parte da meta da COMAC a longo prazo para alcançar a Airbus e a Boeing e competir contra o Airbus A320 e o Boeing 737 MAX.[2] [3]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

A construção da aeronave começou em 2 de setembro de 2009.[4] Irá ser equipada com motor e instrumentos de voo fabricados no exterior. Contudo, a China expressou sua esperança de que, no futuro, um motor fabricado no país seja projetado para o C919.

Pedidos[editar | editar código-fonte]

No Zhuhai Airshow 2010, a COMAC anunciou ter obtido um total de 55 pedidos do C919 para 6 companhias aéreas: as companhias aéreas que compraram a aeronave foram a China Eastern Airlines, Air China, Hainan Airlines, China Southern Airlines, CDB Leasing Company e a Serviços GE Capital Aviation. Em 2014, também o China Merchants Bank se juntou às encomendas[3] .

Especificações[editar | editar código-fonte]

C919-Misto C919-All ECO C919-Alta Densidade
Tripulação 2
Assentos 156 (2 classes) 168 (1 classe) 174 (1 classe)
Comprimento 38,9 m (128 ft)
Envergadura 35,8 m (117 ft)
Altura 11,95 m (39,2 ft)
Área das asas 129,15  (1 390 ft²)
Peso de decolagem 77 300 kg (170 000 lb) alcance estendido
Alcance (carregado) 4 075 km (2 200 m.n.) 5 550 km (3 000 m.n.)
Velocidade máx. 900 km/h (486 kn) alcance estendido
Velocidade de cruzeiro 834 km/h (450 kn)
Teto de serviço 12 100 m (39 700 ft)
Motorização (x2) CFM International LEAP 1C
Empuxo (x2) 110 000 N (11 200 kgf)-130 000 N (13 300 kgf)
Fonte Wikipédia anglófona - Comac C919

Referências

  1. (em inglês) China names first jumbo jet C919, to take off in 8 years, news.xinhuanet.com, 6 de março 2009
  2. (em inglês) Zhuhai10: Comac plans six C919 models, flightglobal.com, 18 de novembro 2010
  3. a b Cuidado Airbus e Boeing, o primeiro avião de médio-curso chinês já tem 430 encomendas. Visitado em 13-11-2014.
  4. (em inglês) Comac C919, aviationweek.com, recuperado em 26 de fevereiro 2015

Ligações externas[editar | editar código-fonte]