Jacobo Arbenz Guzmán

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Jacobo Árbenz Guzmán
24º Presidente da Guatemala Guatemala
Período 15 de março de 1951
a 27 de junho de 1954
Antecessor(a) Juan José Arévalo Bermejo
Sucessor(a) Carlos Enrique Díaz de León
Vida
Nascimento 14 de setembro de 1913
Quetzaltenango, Guatemala Guatemala
Morte 27 de janeiro de 1971 (57 anos)
Cidade da México, México México
Nacionalidade Guatemala Guatemalteco
Dados pessoais
Alma mater Escuela Politécnica de Guatemala
Cônjuge María Cristina Vilanova
Partido Partido Acción Revolucionaria - PAR
Profissão político, militar

Jacobo Arbenz Guzmán (Quetzaltenango, Guatemala, 14 de setembro de 1913México, 27 de janeiro de 1971) foi um político, militar e presidente da Guatemala de 1951 a 1954.

Tentou realizar uma reforma agrária, entrando em choque com o monopólio das empresas dos Estados Unidos nas terras da Guatemala, sobretudo a United Fruit Company. Em resposta seu governo foi alvo de golpe de estado organizado pela CIA que instalou uma ditadura militar no país. Este foi o primeiro golpe de estado promovido pela CIA na América Latina, durante a Guerra Fria. [1] [2]

Referências

  1. (em português) Espaço acadêmico - A CIA e a técnica do golpe de Estado. Artigo de Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira. Site acessado em 3 de Dezembro de 2010.
  2. (em português) PUCSP - O primeiro grande êxito da C.I.A. na América Latina. Acesso em 3 de Dezembro de 2010.


Precedido por
Juan Federico Ponce Vaides
Membro da Junta
Militar da Guatemala

Juntamente com Francisco Javier Arana e
Jorge Toriello Garrido

19441945
Sucedido por
Juan José Arévalo Bermejo
Precedido por
Juan José Arévalo Bermejo
Presidente da Guatemala
19511954
Sucedido por
Carlos Enrique Díaz de León
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.