Je m'appelle Barbra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Je m'appelle Barbra
Álbum de estúdio de Barbra Streisand
Lançamento Outubro de 1966
Gravação 1966
Gênero(s) Jazz, Pop
Duração 34:23
Gravadora(s) Columbia
Cronologia de Barbra Streisand
Color Me Barbra
(1966)
Simply Streisand
(1967)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 3 de 5 estrelas.[1]

Je m'appelle Barbra é o nome do oitavo álbum da cantora americana Barbra Streisand.[2].

Lançado em Outubro de 1966, grande parte do álbum é cantado em francês. Barbra começou a cantar o material em francês, em sua turnê no verão de 1966. Segundo depoimentos de Barbra ao público, existiam dois álbuns: um completamente em inglês e outro em francês e inglês. Quando o álbum finalmente foi lançado, o material gravado, tornou-se apenas um disco, deixando grande parte das músicas gravadas de fora. As canções:“Non c'est rien”, “Les Enfants Qui Pleurent”, “Et La Mer”, and “Le mur” foram lançadas em um EP na Europa chamado Barbra Streisand En Français, em Julho de 1966.[3]

O álbum atingiu a posição de #5 nos charts da Billboard, teve um desempenho menor, em relação aos outros LPs da Barbra, só conseguindo disco de ouro em 2002.[4]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Free Again" (Joss Baselli, Armand Canfora, Robert Colby, Michel Jourdan) – 3:43
  2. "Autumn Leaves" (Joseph Kosma, Johnny Mercer, Jacques Prévert) – 2:50
  3. "What Now My Love" (Gilbert Bécaud, Pierre Delanoë, Carl Sigman) – 2:41
  4. "Ma Première Chanson" (Eddy Marnay, Barbra Streisand) – 2:19
  5. "Clopin Clopant" (Bruno Coquatrix, Pierre Dudan, Kermit Goell) – 3:10
  6. "Le Mur" (Charles Dumont, Michel Vaucaire)– 2:34
  7. "I Wish You Love" (Albert A. Beach, Léo Chauliac) – 3:01
  8. "Speak to Me of Love" (Jean Lenoir, Bruce Sievier) – 2:52
  9. "Love and Learn" (Norman Gimbel, Michel Legrand, Marnay) – 2:29
  10. "Once Upon a Summertime" (Eddie Barclay, Legrand, Marnay, Mercer) – 3:37
  11. "Martina" (Legrand, Hal Shaper) – 2:21
  12. "I've Been Here" (Dumont, Earl Shuman, Vaucaire) – 2:31

Singles[editar | editar código-fonte]

# Título Ano
1. "Free Again" / "I've Been Here" 1966

As Grandes Interpretações de Barbra Streisand[editar | editar código-fonte]

As Grandes Interpretações de Barbra Streisand
Coletânea musical de Barbra Streisand
Lançamento 1968
Gravação 1962 a 1968
Gênero(s) Jazz, Pop
Gravadora(s) CBS

No Brasil, a capa do álbum ficou famosa, devido a 2 lançamentos de 1968, da CBS, que continham a mesma capa do "Je m'appelle Barbra":

Um compacto simples chamado: "As Grandes Interpretações de Barbra Streisand", com quatro faixas:"People", "Cry me a river", "A taste of honey" e "As time goes by".

E um LP completo e com o mesmo nome, incluindo 12 faixas:

  1. "Free again"
  2. "Yesterdays"
  3. "My melancholy baby"
  4. "As time goes by"
  5. "The shadow of your smile"
  6. "Second hand rose"
  7. "People"
  8. "Cry me a river"
  9. "A taste of honey"
  10. "My coloring book"
  11. "My name is Barbra"
  12. "Gotta move"
  • O álbum foi lançado em K7 e chegou a ser lançado em CD.

Referências

  1. William Ruhlmann. «Allmusic Review: Je m'appelle Barbra». Consultado em 20 de Agosto de 2012. 
  2. «The Barbra Streisand Music Guide – Je m'appelle Barbra». Consultado em 20 de Agosto de 2012. 
  3. «Je m'appelle Barbra». Consultado em 20 de Agosto de 2012. 
  4. «RIAA Searchable Database». Consultado em 20 de Agosto de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Barbra Streisand é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.