Jean-Claude Bernardet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean-Claude Bernardet
Bernardet na Mostra de Cinema de Tiradentes, MG, 2013. (foto Overmundo/flickr)
Nascimento 2 de agosto de 1936 (80 anos)
Charleroi
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Teórico de cinema, crítico cinematográfico, cineasta e escritor
Outros prêmios
Ordem do Mérito Cultural (2007)
IMDb: (inglês)

Jean-Claude Bernardet (Charleroi, 2 de agosto de 1936) é um teórico de cinema, crítico cinematográfico, cineasta e escritor brasileiro [1].

Biografia [2][editar | editar código-fonte]

Nascido na Bélgica, de família francesa, Jean-Claude passou a infância em Paris, e veio para o Brasil com sua família aos 13 anos, naturalizando-se brasileiro em 1964. É diplomado pela École des Hautes Études en Sciences Sociales (Paris) e doutor em Artes pela ECA (Escola de Comunicações e Artes) da USP [3]

Interessou-se por cinema a partir do cineclubismo, e começou a escrever críticas no jornal O Estado de S. Paulo a convite de Paulo Emílio Salles Gomes. Tornou-se grande interlocutor do grupo de cineastas do Cinema novo, e especialmente de Glauber Rocha, que rompeu com ele a partir da publicação de Brasil em Tempo de Cinema (1967). Foi um dos criadores do curso de cinema da UnB, em Brasília, e deu aulas de História do Cinema Brasileiro na ECA, até se aposentar em 2004 [4].

Além de sua importância como teórico [5], é também ficcionista, com quatro volumes publicados. Participou de vários filmes, como roteirista e assistente de direção, eventualmente como ator em pequenos papéis. Nos anos 1990 dirigiu dois ensaios poéticos de média-metragem: São Paulo, Sinfonia e Cacofonia (1994) e Sobre Anos 60 (1999).

É também inventor do brinquedo infantil Combina-cor, lançado pela Grow [6].

Livros publicados [7][editar | editar código-fonte]

Sobre cinema[editar | editar código-fonte]

  • 2007: Jean-Claude Bernardet, uma Homenagem (ed. Imprensa Oficial SP; org. Maria Dora Mourão)
  • 2004: Caminhos de Kiarostami (ed. Cia. das Letras)
  • 2003: Cineastas e Imagens do Povo (edição ampliada, ed. Cia da Letras)
  • 1995: Historiografia Clássica do Cinema Brasileiro (ed. Annablume)
  • 1992: O Autor no Cinema (ed. Brasiliense)
  • 1991: O Vôo dos Anjos: estudo sobre o processo de criação na obra de Bressane e Sganzerla (ed. Brasiliense)
  • 1988: Cinema e História do Brasil (ed. Contexto; em colaboração com Alcides Freire Ramos)
  • 1987: São Paulo S.A.: o filme de Person (ed. Embrafilme)
  • 1985: O Desafio do Cinema (ed. Jorge Zahar; em colaboração com Ismail Xavier e Miguel Pereira)
  • 1985: Cineastas e Imagens do Povo (ed. Brasiliense) [8]
  • 1983: O Nacional e o Popular na Cultura Brasileira: Cinema (ed. Brasiliense/ Embrafilme; em colaboração com Maria Rita Galvão)
  • 1982 Terra Em Transe e os Herdeiros: Espaços e Poderes (ed. Com Arte, em colaboração com Teixeira Coelho)
  • 1982: Piranhas no Mar de Rosas (ed. Studio Nobel)
  • 1980: O Que é Cinema (ed. Brasiliense, Coleção Primeiros Passos) [9]
  • 1980: Anos 70: Cinema (ed. Europa; em colaboração com José Carlos Avellar e Ronald Monteiro)
  • 1979: Filmografia do Cinema Brasileiro, 1900-1935 (ed. O Estado de S. Paulo)
  • 1978: Trajetória Crítica (ed. Polis)
  • 1978: Cinema Brasileiro: Propostas para uma História (ed. Paz e Terra)
  • 1967: Brasil em Tempo de Cinema (ed. Civilização Brasileira)

Outros[editar | editar código-fonte]

  • 2004: O Caso dos Irmãos Naves (roteiro, ed. Imprensa Oficial SP; em colaboração com Luís Sérgio Person)
  • 1996: Céus Derretidos (ficção, Ateliê Editorial; em colaboração com Teixeira Coelho)
  • 1996: A Doença, uma Experiência (ficção e memória, ed. Cia. das Letras)
  • 1993: Os Histéricos (ficção, ed. Cia das Letras; em colaboração com Teixeira Coelho)
  • 1990: Aquele Rapaz (ficção e memória, ed. Brasiliense)
  • 1979: Guerra Camponesa no Contestado (história, ed. Global)

Filmografia [10][editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Página pessoal de comentários sobre cinema». Consultado em 3 de junho de 2011 
  2. Principais dados biográficos retirados de RAMOS, Fernão (org.): "Enciclopédia do cinema brasileiro", editora Senac, 1997, p. 56-57).
  3. «Dados biográficos no "Quem é quem" da revista Filme B». Consultado em 3 de junho de 2011 
  4. «Entrevista a Alvaro Machado do UOL cinema em 2005». Consultado em 3 de junho de 2011 
  5. «Mostra do CCBB homenageia Jean-Claude Bernardet em maio de 2010». Consultado em 3 de junho de 2011 
  6. «Entrevista a Roney Rodrigues, da Livrevista, maio de 2011». Consultado em 3 de junho de 2011 
  7. «Livros de Jean-Claude Bernardet disponíveis na Estante Virtual». Consultado em 3 de junho de 2011 
  8. «Texto integral do livro "Cineastas e imagens do povo"». Consultado em 3 de junho de 2011 
  9. «Texto integral do livro "O que é cinema"». Consultado em 3 de junho de 2011 
  10. «Filmografia no IMDb». Consultado em 3 de junho de 2011 
  11. «Nota sobre a estreia de "Filmefobia" no Dignow». Consultado em 3 de junho de 2011 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]