Jean-Paul Laurens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jean-Paul Laurens
Nome nativo Jean-Paul Laurens
Nascimento 28 de março de 1838
Fourquevaux
Morte 23 de março de 1921 (82 anos)
Paris
Cidadania França
Filho(s) Jean-Pierre Laurens, Paul Albert Laurens
Alma mater École nationale supérieure des Beaux-Arts
Ocupação pintor, escultor
Empregador École des Beaux-Arts
Movimento estético Academicismo

Jean-Paul Laurens (Fourquevaux, 1838Paris, 1921), foi um escultor, ilustrador e pintor, um dos últimos representantes maiores do Academismo francês.

Foi aluno de Léon Cogniet e Alexandre Bida. Privilegiou os temas históricos e religiosos, buscando transmitir uma mensagem contra a opressão da monarquia e do clericalismo. Sua erudição e perfeito domínio do ofício foram muito admirados em sua época.

Recebeu numerosas encomendas oficiais, incluindo uma monumental série de obras sobre a vida de Santa Genoveva para o Panteão de Paris, a decoração do teto do Teatro Odéon e do capitólio de Toulouse. Também realizou as ilustrações para a obra Récits des temps mérovingiens de Augustin Thierry.

Foi professor da Escola Nacional Superior de Belas Artes em Paris, e dois de seus filhos, Paul-Albert Laurens (1870-1934) e Jean-Pierre Laurens (1875-1932), foram professores na Academia Julian.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jean-Paul Laurens