Jean Moulin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jean Moulin
Desenho de Jean Moulin com a Cruz de Lorena
Nascimento 20 de junho de 1899
Béziers
Morte 8 de julho de 1943 (44 anos)
Metz
Nacionalidade  França Francês

Jean Moulin (Béziers, 20 de junho de 1899Metz, 8 de julho de 1943) foi um herói francês da resistência. Durante a Segunda Guerra Mundial foi encarregado pelo general Charles de Gaulle de unificar os movimentos de resistência contra a ocupação alemã na França.

Enveredando pela carreira administrativa, conheceu um percurso admirável e algo fulgurante. Em 1926, é o subprefeito mais jovem da França e, 11 anos mais tarde, o prefeito mais novo, quando da sua nomeação para o departamento de Aveyron. Nestas funções, em junho de 1940, durante a ocupação, negou-se a assinar um documento que os nazistas lhe apresentaram, que acusava as tropas francesas de cor (das colónias africanas) de cometerem atrocidades. Perante esta recusa, o Governo colaboracionista de Vichy destituiu-o das suas funções, o que o impeliu a partir para Londres nos finais de 1941.

Na capital britânica, De Gaulle nomeou-o delegado pela zona não ocupada de França, tendo como missão reunir e organizar os vários movimentos de resistência, às ordens do Comité de Londres. A atuação de Moulin levou à formação, em maio de 1943, do Conselho Nacional da Resistência, do qual foi o primeiro presidente.

No mesmo ano, por uma traição, cai nas mãos da Gestapo, na localidade de Caluire, juntamente com outros chefes das principais organizações da Resistência, no primeiro dia do verão de 1943. Interrogado e torturado por Klaus Barbie, chefe da Gestapo em Lyon, morre, pouco tempo depois, durante a transferência para a Alemanha, a 8 de julho.

No Panteão de Paris desde 1964 há um memorial em sua homenagem, o qual todavia não contém seus restos mortais - que nunca foram encontrados.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Baynac, Jacques. Les secrets de l'affaire Jean Moulin: Contexte, Causes Et Circonstances. Seuil: Paris, 1998. ISBN 2-02-033164-0
  • Clinton, Alan. Jean Moulin, 1899-1943: the French Resistance and the Republic. Palgrave: New York, 2002. ISBN 978-0-333-76486-2
  • Daniel Cordier. Jean Moulin. La République des catacombes. Gallimard: Paris, 1999. ISBN 2-07-074312-8
  • Hardy, René. Derniers mots: Mémoires. Fayard: Paris, 1984. ISBN 2-213-01320-9
  • Marnham, Patrick. The Death of Jean Moulin: Biography of a Ghost. John Murray: New York, 2001. ISBN 0-7126-6584-6 (Also published as Resistance and Betrayal ISBN 0-375-50608-X)
  • Moulin, Laure. Jean Moulin. Presses de la Cité: Paris, 1982. (En préface le discours de André Malraux). ISBN 2-258-01120-5
  • Noguères, Henri. La vérité aura le dernier mot. Seuil: Paris, 1985 ISBN 2-02-008683-2
  • Péan, Pierre. Vies et morts de Jean Moulin. Fayard: Paris, 1998. ISBN 2-213-60257-3
  • Storck-Cerruty, Marguerite. J'étais la femme de Jean Moulin. Régine Desforges: Paris, 1977. (Avec lettre-préface de Robert Aron, de l'Académie française). ISBN 2-901980-74-0
  • Sweets, John F.. The Politics of Resistance in France, 1940-1944: A History of the Mouvements Unis de la Résistance. Northern Illinois University Press: De Kalb, 1976. ISBN 0-87580-061-0
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.