Jill Thompson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Jill Thompson
Nascimento 20 de Novembro de 1966
Nacionalidade estadunidense

Jill Thompson (nascida em 20 de novembro de 1966)[1] é uma roteirista, colorista e ilustradora norte-americana de histórias em quadrinhos,  que também escreve para teatro, cinema e televisão. Conhecida por seu trabalho com os personagens de Sandman, de Neil Gaiman e sua própria série Scary Godmother (Minha Madrinha Bruxa), ela também trabalhou com os títulos Os Invisíveis, Monstro do Pântano, Mulher-Maravilha e Beasts of Burden (que teve sua primeira edição publicada no Brasil pela editora Pipoca e Nanquim).

Anos iniciais[editar | editar código-fonte]

Thompson frequentou a American Academy of Art em Chicago, graduando-se em 1987, com um diploma  em ilustração e aquarela.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Thompson, ilustrando em seu sketchbook

Jill Thompson começou sua carreira nos quadrinhos na década de 1980, trabalhando para editoras como First Comics e Now Comics.[3] Ela se tornou a artista da série da DC Comics Wonder Woman (Mulher-Maravilha) em 1990.[4]  Seu trabalho na história "Chalk Drawings" em Wonder Woman #46 (Set. 1990) foi elogiado pelo roteirista George Pérez, que afirmou que "foi uma história boa, tranquila, e eu acho que Jill e eu trabalhamos muito bem juntos."[5] Thompson ilustrou o arco de histórias Vidas Breves nas edições #41-49 de Sandman,[6] e a história "O Parlamento das Gralhas" na edição #40 (parte da coleção Fábulas e Reflexões ).[7] Dentro deste conto ela criou versões infantis de Morte e Morpheus, dois dos Perpétuos, baseados nos personagens clássicos dos quadrinhos Sugar e Spike.

Desde então ela escreveu e ilustrou várias histórias com os personagens de Sandman. Estas incluem o livro no estilo mangá Death: At Death's Door (Morte: A Festa, no Brasil),[8] um dos títulos da DC mais vendidos de 2003,[9] passado durante os eventos de Estação das Brumas, e The Little Endless Storybook (Os Pequenos Perpétuos).[10] Em 2005, Thompson escreveu e ilustrou Dead Boy Detectives, uma graphic novel baseada em dois personagens secundários de Estação das Brumas.

Thompson criou a série de quadrinhos Scary Godmother, publicada originalmente pela Sirius Entertainment e, mais tarde, pela Dark Horse Comics. Os livros originaram dois especiais televisivos: Scary Godmother, Halloween Spooktacular, que foi ao ar em países estrangeiros, em 2003, antes de ser selecionado pelo Cartoon Network dos Estados Unidos em 2004, e Scary Godmother: The Revenge of Jimmy em 2005. Ambos foram animados usando CGI. Thompson escreveu os scripts e manteve certo controle criativo sobre o projeto. Em 2003, a comercialização dos direitos de Scary Godmother foi revertida para Thompson, permitindo-lhe prosseguir com planos para criar uma boneca da personagem, para a qual ela promoveu uma bem-sucedida campanha no Kickstarter.[11]

Thompson foi entrevistada no filme Ringers:Lord of the Fans, um documentário sobre o fandom de O Senhor dos Anéis .[12] Ela também foi entrevistada para o filme She Makes Comics, um documentário sobre a história das mulheres na indústria de quadrinhos.[13]

Em 2015, Thompson ficou em quarto lugar na pesquisa "Top 50 Quadrinistas do sexo feminino"  conduzida pelo Comic Book Resources.[14]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Thompson é casada com o colega roteirista de quadrinhos Brian Azzarello, criador de 100 Balas e ex-escritor de Hellblazer e Batman.

Thompson estudou comédia de improviso em Chicago, nas companhias The Players Workshop e The Second City Training Center. Atuou por quatro anos com a Cleveland Improv Trupe.[15]

Thompson é uma ávida jardineira e detém um certificado de Mestre Jardineira do programa de extensão de Chicago .[16]

Prémios e distinções[editar | editar código-fonte]

Thompson ganhou vários Eisner Awards, incluindo, em 2001, de melhor colorista por Scary Godmother, em 2004, por "Melhor Colorista/Artista Multimídia (iarte interna)" por seu trabalho em The Dark Horse Book of Hautings,[17] e em 2005 por "Melhor História Curta" por Unfamiliar de The Dark Horse Book of the Dead) com Evan Dorkin.[18] Em 2011, a National Cartoonist Society nomeou-a  Melhor Artista de Quadrinhos por Beasts of Burden.[19]

Ela foi indicada para o prêmio Lulu of the Year, em 1998,[20] ganhando-o em 1999.[21]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Miller, John Jackson (10 de junho de 2005). «Comics Industry Birthdays». Comics Buyer's Guide. Iola, Wisconsin. Consultado em 22 de março de 2017. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2010  |deadurl= e |urlmorta= redundantes (ajuda)
  2. Rockford Register Star staff.
  3. «Jill Thompson». Lambiek Comiclopedia. 28 de abril de 2014. Cópia arquivada em 14 de maio de 2014 
  4. Jill Thompson no Grand Comics Database
  5. Nolen-Weathington, Eric (2003). Modern Masters Volume 2: George Pérez. Raleigh, North Carolina: TwoMorrows Publishing. p. 57. ISBN 978-1893905252 
  6. Bender, Hy (1999). The Sandman Companion. New York, New York: DC Comics. pp. 173–174. ISBN 978-1563894657 
  7. Burgas, Greg (7 de janeiro de 2013). «Comics You Should Own – Sandman». Comic Book Resources. Cópia arquivada em 10 de abril de 2014 
  8. «Morte: A festa já nas lojas». Omelete 
  9. Arnold, Andrew D. (February 16, 2004).
  10. Cowsill, Alan; Dolan, Hannah, ed. (2010). «2000s». DC Comics Year By Year A Visual Chronicle. London, United Kingdom: Dorling Kindersley. p. 300. ISBN 978-0-7566-6742-9. The Little Endless Storybook, written and lovingly illustrated by Jill Thompson in the style of a young children's picture book, told the story of the Endless' Delirium and her dog, Barnabas. 
  11. Wilson, Matt D. (29 de agosto de 2013). «Contribute To Jill Thompson's New Kickstarter, Get A Fancy 'Scary Godmother' Doll». ComicsAlliance. Cópia arquivada em 11 de março de 2016 
  12. «Ringers: Lord of the Fans». TheOneRing.net. 2005. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2013 
  13. Steiner, Chelsea (28 de janeiro de 2015). «She Makes Comics is a celebration of women in the comics industry». After Ellen. Cópia arquivada em 3 de maio de 2016 
  14. Cronin, Brian. «Top 50 Female Comic Book Writers and Artists Master List». Comics Should Be Good. Comic Book Resources. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  15. Thompson, Jill (n.d.). «Basic Info». Facebook 
  16. «Jill Thompson at Crimespree Booth at Chicago Comic Con». Crimespreemag.com. 9 de agosto de 2010. Cópia arquivada em 6 de janeiro de 2014 
  17. Price, Matthew.
  18. Price, Matthew.
  19. Gold, Mike (29 de maio de 2011). «National Cartoonist Society Winners Announced». ComicMix. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2011 
  20. «Friends of Lulu 1998 Lulu Awards». Hahn Library Comic Book Awards Almanac. Cópia arquivada em 4 de março de 2012 
  21. «Friends of Lulu 1999 Lulu Awards». Hahn Library Comic Book Awards Almanac. Cópia arquivada em 4 de março de 2012