Jorge Molder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jorge Molder CvIH (Lisboa, 1947), é um fotógrafo português.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jorge Molder nasceu em 1947 em Lisboa.[1]

Jorge Molder tem formação académica em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.[1][2] Fez parte dos quadros da Fundação Calouste Gulbenkian como assessor, desde 1990.[2]

A 10 de Junho de 1992 foi feito Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique.[3]

Desde 1994 foi director do Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão (CAMJAP) da Fundação Calouste Gulbenkian.[2]

Possui um relevante percurso nacional e internacional como fotógrafo. Por exemplo, Jorge Molder foi artista convidado na Bienal de São Paulo de 1994 e representou Portugal na Bienal de Veneza de 1999.[2]

Em 2007 ganhou o prémio AICA (Associação Internacional de Críticos de Arte). Em 2010 venceu o Grande Prémio EDP/Arte.

Obra[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Agência Lusa (5 de fevereiro de 2015). «Jorge Molder no Círculo de Belas Artes de Madrid». Público. Consultado em 10 de abril de 2016 
  2. a b c d Sandra Vieira Jürgens (21 de agosto de 2006). «Entrevista : Jorge Molder». ArteCapital. Consultado em 10 de abril de 2016 
  3. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Jorge Molder". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um fotógrafo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.