Jules Cotard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jules Cotard
Nascimento 1 de junho de 1840
Issoudun
Morte 19 de agosto de 1889 (49 anos)
Vanves
Cidadania França
Ocupação psiquiatra, neurologista, neurocientista
Causa da morte difteria

Jules Cotard (Paris, 1 de junho de 1840 - 19 de agosto de 1889) foi um neurologista francês.[1]

Ficou conhecido por ser o primeiro a descrever e designar o síndrome de Cotard ou delírio de Cotard, ou delirio nihilista, que consiste na crença de que a pessoa está morta, não existe ou carece de órgãos internos. Encontrado principalmente nas psicoses, como esquizofrenia e transtorno bipolar, o síndrome de Cotard também tem sido descrito em lesões orgânicas do córtex temporoparietal não dominante, bem como na enxaqueca.

Estudou medicina em Paris e depois trabalhou como estagiário no Hospice de la Salpêtrière, onde trabalhou para Jean-Martin Charcot. Lá se interessou por derrames e suas consequências, praticando autópsias para entender o efeito do cérebro.

Em 1869, Cotard deixou o Salpêtrière e ingressou no regimento de infantaria, no início da Guerra Franco-Prussiana, como cirurgião desse ramo militar.

Mudou-se para Vanves em 1874, onde permaneceu pelos últimos 15 anos de sua vida. Aí fez contribuições importantes para a compreensão da diabetes e delírios (ideias delirantes).

Em agosto de 1889, a filha de Cotard contraiu difteria. Jules Cotard recusou-se a sair do lado dela durante 15 dias. A filha de Cotard recuperou, mas Cotard foi infetado com a mesma doença e morreu em 19 de agosto de 1889.

Referências

  1. J. Pearn, C. Gardner-Thorpe. A biographical note on Marcel Proust's Professor Cottard. „J Med Biogr”. 11 (2), s. 103-6, May 2003. PMID: 12717539.J. Pearn, C. Gardner-Thorpe, J. Cotard, M. Proust. A biographical note on Marcel Proust's Professor Cottard. „J Med Biogr”. 11 (2), s. 103-6, May 2003. PMID: 12717539.