Keith Giffen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Keith Giffen
Keith Ian Giffen
Comic image missing-pt.png

Nascimento 30 de novembro de 1952 (66 anos) Queens, Nova York
Nacionalidade estadunidense
Área(s) de atuação escritor, desenhista
Trabalhos de destaque Legião dos Super-Heróis, Lobo, Liga da Justiça, Besouro Azul

Keith Ian Giffen, nascido em 30 de novembro de 1952,[1] no distrito de Queens, Nova York, é um escritor e desenhista de histórias em quadrinhos estadunidense.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Giffen é conhecido pela sua longa carreira de desenhista, iniciada nos anos 1970 e por seu trabalho de ilustrador e co-roteirista da série futurista Legião dos Super-Heróis, nos anos 1980 e 1990. De suas criações, as que mais se destacam são o mercenário espacial Lobo, em parceria com Roger Slifer,[1] e o irreverente aspirante a herói, Besouro Bisonho.

Seu primeiro trabalho publicado foi "A Espada e A Estrela", uma série em preto-e-branco apresentada pela Marvel Preview, com o escritor Bill Mantlo. Giffen já colaborou em diversas séries para várias companhias, como All Star Comics, Liga da Justiça Internacional, Senhor Destino, Esquadrão Suicida e Hecker. Também foi responsável pela tradução para o inglês dos mangás Battle Royale e Ikki Tousen, bem como a criação de "I Luv Halloween" para Tokyopop.

Ele esteve afastado da indústria dos quadrinhos por alguns anos, trabalhando como roteirista para televisão e cinema. Voltou aos quadrinhos com 52 para a DC Comics, Tag e Hero Squared, para Boom! Studios, I Luv Halloween para Tokyopop e Grunts para Arcana Studios. Muitos destes em co-autoria com seu frequente colaborador Shannon Denton. Para a Marvel Comics, Giffen retomou a parceria dos tempos de Liga da Justiça Internacional com JM DeMatteis e Kevin Maguire em 2005, para o volume três da série Defensores. Também foi um dos principais escritores do crossover Aniquilação, lançado em 2006.[2][3]

Referências

  1. a b «Keith Giffen». Lambiek Comiclopedia. Consultado em 24 de junho de 2018 
  2. Santiago, Luiz (17 de agosto de 2017). «Crítica | Defensores: Indefensáveis». Plano Crítico. Consultado em 24 de junho de 2018 
  3. Codespoti, Sérgio (15 de dezembro de 2005). «Heróis espaciais são a base do crossover Annihilation, da Marvel». Universo HQ. Consultado em 24 de junho de 2018 


Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.