Versos de um Crime

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Kill your darlings)
Ir para: navegação, pesquisa
Kill Your Darlings
Versos de um Crime (PT/BR)
Pôster oficial norte-americano do filme.
 Estados Unidos
2013 •  cor •  104 min 
Direção John Krokidas
Produção Michael Benaroya
Christine Vachon
Rose Ganguzza
John Krokidas
Roteiro John Krokidas
Austin Bunn (história)
Elenco Daniel Radcliffe
Dane DeHaan
Ben Foster
Michael C. Hall
Jack Huston
Jennifer Jason Leigh
Elizabeth Olsen
Gênero drama biográfico
Música Nico Muhly
Direção de arte Stephen Carter
Direção de fotografia Reed Morano
Figurino Christopher Peterson
Edição Brian A. Kates
Companhia(s) produtora(s) Killer Films
Benaroya Pictures
Future Film
Distribuição Estados Unidos Sony Pictures Classics
Brasil Paris Filmes
Lançamento Estados Unidos 16 de outubro de 2013
Brasil 12 de junho de 2014
Idioma inglês
Orçamento US$ 4 milhões[1]
Receita US$ 1.686.065[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Kill Your Darlings (no Brasil e em Portugal: Versos de um Crime[3]) é um filme de drama biográfico norte-americano dirigido por John Krokidas. Trata-se do trabalho de estreia de Krokidas, sendo apresentado mundialmente pela primeira vez no Festival Sundance de Cinema de 2013, no qual foi recebido com reações positivas.

Estrelado por Daniel Radcliffe, Dane DeHaan, Michael C. Hall e Jack Huston, o longa-metragem concentra-se nos tempos de faculdade de alguns dos primeiros membros da Geração Beat, mostrando seus anseios, primeiras interações, e um assassinato chocante que ocorreu no período. O filme foi lançado com distribuição limitada nos cinemas dos Estados Unidos a 16 de outubro de 2013, com diversas datas de estreia em outros países agendadas para os meses subsequentes.[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O assassinato de David Kammerer faz com que três dos poetas mais famosos da geração beat se aproximem: Allen Ginsberg, Jack Kerouac e William Burroughs. [5]

Daniel Radcliffe no filme[editar | editar código-fonte]

Em 2008, enquanto estava em cartaz com a peça de teatro Equus, Daniel Radcliffe chegou a participar dos testes para o filme e conseguiu o papel de Allen Ginsberg. Contudo, devido às filmagens dos dois últimos filmes da saga Harry Potter (Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 e Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2), Daniel acabou não entrando nas filmagens iniciais, que chegaram a ser feitas com Chris Evans, Jesse Eisenberg, e Ben Whishaw. Porém, o financiamento para o filme na época foi cortado e o filme cancelado. Quando John Krokidas resolveu voltar a filmar o filme ele convidou Daniel para o papel de Allen Ginsberg e ele prontamente aceitou. [6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Opinião da crítica[editar | editar código-fonte]

Kill your Darlings recebeu opiniões favoráveis da maioria dos críticos, obtendo a pontuação máxima que um filme pode receber no site estadunidense especializado em cinema Rotten Tomatoes, com média oito de 10, baseada nas opiniões contidas em sete diferentes resenhas sobre o filme. [7]

Após assistir ao filme na edição de 2013 do Sundance Film Festival, Damon Wise, crítico do jornal estadunidense The Guardian, disse que o filme era “bastante verossímil e mostrou de fato como foi o começo do movimento da contracultura estadunidense na literatura do século XX [...] O filme passa uma paixão e energia incríveis ao mostrar artistas não escrevendo e criando, mas em suas ações cotidianas, conversando,desenvolvendo suas idéias e incentivando uns aos outros para sempre tentarem inovar em sua arte.” “Embora ele comece com o mistério de um assassinato”, continua Damon,” Kill Your Darlings está mais para um daqueles filmes que nos fazem refletir, é uma descrição perfeita de seu tempo e que ainda assim soa incrivelmente atual.” Em sua resenha sobre o filme, Damon Wise congratulou-o com quatro de cinco estrelas. [8]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Kill Your Darlings venceu na categoria de melhor diretor no Palm Springs International Film Festival de 2013[9] e foi indicado à categoria de Grande Prémio do Júri no Sundance Film Festival, mas não chegou a vencê-lo.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Olsen, Mark (16 de outubro de 2013). «'Kill Your Darlings' is 'a love letter to the Beats'». Los Angeles Times. Consultado em 19 de junho de 2014 
  2. «"Kill Your Darlings"». Box Office Mojo. Consultado em 19 de junho de 2014 
  3. «Versos de um Crime». AdoroCinema. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  4. «"Kill Your Darlings: By Country"». Box Office Mojo. Consultado em 19 de junho de 2014 
  5. «Daniel Radcliffe aparece como o poeta gay Allen Ginsberg em set de filme». Virgula. 07 de setembro de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. «Did you know?». imdb. 07 de setembro de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  7. «Kill Your Darlings (2013) (em inglês)». Rotten Tomatoes. 04 de abril de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. «Sundance film festival 2013: Kill Your Darlings - first look review (em inglês)». The Guardian. 04 de abril de 2013  line feed character character in |titulo= at position 68 (ajuda); Verifique data em: |data= (ajuda)
  9. «Kill Your Darlings 2013 (em inglês)». IMDb. 04 de abril de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. «Kill Your Darlings 2013 (em inglês)». IMDb. 04 de abril de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]