Daniel Radcliffe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Radcliffe
Radcliffe na San Diego Comic-Con de 2015
Nome completo Daniel Jacob Radcliffe
Nascimento 23 de julho de 1989 (27 anos)
Hammersmith, Londres
 Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânico
Ocupação Ator
Atividade 1999—presente
IMDb: (inglês)

Daniel Jacob Radcliffe (Hammersmith, Londres, 23 de julho de 1989)[1] é um ator britânico, notório por interpretar Harry Potter nos filmes da série de mesmo nome escrita por J. K. Rowling. Fez sua primeira atuação profissional aos dez anos de idade no telefilme David Copperfield (1999) da BBC One, seguido por sua primeira aparição no cinema pelo filme O Alfaiate do Panamá (2001). Aos onze anos, atuou no primeiro filme da saga Harry Potter. Por seu trabalho na série, conquistou diversos prêmios e faturou mais de 54 milhões de libras esterlinas.[2]

Radcliffe começou a ampliar sua carreira como ator em 2007, quando atuou na peça de teatro Equus e na reapresentação do musical da Broadway How to Succeed in Business Without Really Trying, em 2011. Seus trabalhos mais recentes fora do mundo de Harry Potter incluem a refilmagem da adaptação do livro homônimo de Susan Hill, A Mulher de Preto (2012), o documentário independente Versos de um Crime (2013), onde interpretou o poeta beat Allen Ginsberg, o filme de ficção científica Victor Frankenstein (2015), baseado nas adaptações contemporâneas do romance Frankenstein ou o Moderno Prometeu, e a comédia dramática Um Cadáver Para Sobreviver, o filme de assalto Truque de Mestre 2: O Segundo Ato e o suspense Imperium (todos de 2016).

Ele contribuiu para muitas instituições de caridade, incluindo a Demelza Hospice Care for Children e a The Trevor Project, que tem o objetivo de informar e prevenir o suicídio entre jovens LGBT,[3] rendendo-o um Hero Award em 2011.[4] Radcliffe apoia diversas instituições e causas, como a prevenção e cura de AIDS, HIV e câncer, o bullying infantil, os direitos humanos, e muitas outras.[5] Em 2015, o ator foi honrado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.[6]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Radcliffe nasceu no Hospital Queen Charlotte's, em Hammersmith, Londres, Inglaterra.[7] Ele é o único filho de Marcia Jeannine Gresham (nascida Jacobson) e Alan George Radcliffe. Sua mãe é judia, nasceu na África do Sul e foi criada em Westcliff-on-Sea, Essex.[8] Seu pai foi criado em Banbridge, no Condado de Down, Irlanda do Norte, em uma família Protestante "muito ativa".[9][10] Os avós maternos de Radcliffe eram imigrantes judeus da Polônia e da Rússia.[11][12] Ambos os pais de Daniel também atuaram quando crianças.[13][14] Seu pai é um agente literário, enquanto sua mãe é uma agente de atores e já esteve envolvida em várias produções da BBC, incluindo The Inspector Lynley Mysteries e Walk Away and I Stumble.[15]

Radcliffe demonstrou seu desejo de atuar pela primeira vez aos cinco anos,[16] e em dezembro de 1999, com dez anos, fez sua estréia como ator na adaptação televisionada de duas partes do romance David Copperfield, de Charles Dickens, interpretando o personagem de mesmo nome em sua infância.[17] Ele estudou em duas escolas privadas para garotos:[18] na Sussex House School, situada no Cadogan Square de Chelsea,[19] e na City of London School, localizada na margem norte do Rio Tâmisa no distrito financeiro de Londres (conhecido como a Cidade de Londres).[20] Frequentar a escola se tornou algo difícil para Radcliffe depois do lançamento do primeiro filme de Harry Potter, com alguns colegas se tornando hostis, embora ele diz que eram apenas pessoas tentando "caçoar da criança que fazia Harry Potter", e não que o invejavam.[21]

Assim que sua carreira começou a consumir grande parte de seu tempo, Radcliffe continuou sua educação por meio de professores particulares. Ele admite que não era um bom aluno e se considerava inútil, achando tudo relacionado a escola "muito difícil."[18] Ele obteve notas A nos três A-levels que realizou em 2006, porém decidiu fazer uma pausa na educação e não ir a nenhuma faculdade ou universidade.[22][23] Parte de sua decisão se deve ao fato de que ele já sabia que queria atuar e escrever, e que seria difícil ter uma experiência comum na faculdade. "Os paparazzi amariam isso," contou à revista Details. "Se alguma festa estivesse rolando, eles seriam avisado sobre o local."[21]

Carreira[editar | editar código-fonte]

2000–2011: Série Harry Potter[editar | editar código-fonte]

Um jovem está autografando algo para seu fã. Seu cabelo está arrumado para os lados.
Radcliffe na estreia de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, em julho de 2009.

Em 1999, foi iniciada a escalação para Harry Potter e a Pedra Filosofal, a adaptação cinematográfica do romance homônimo da escritora britânica J.K. Rowling.[24] No ano seguinte, o produtor David Heyman convidou Radcliffe a participar das audições para o papel de Harry Potter.[25][26] Rowling estava procurando por um ator britânico desconhecido para personificar o personagem, e Chris Columbus, o diretor do filme, lembra de ter pensado, "É isso que quero. Esse é Harry Potter", depois de ter visto um vídeo do ator em David Copperfield.[27] Oito meses mais tarde, depois de ter passado por oito audições, Radcliffe obteve, junto com Emma Watson e Rupert Grint, os papéis de Harry Potter, Hermione Granger e Rony Weasley, respectivamente.[28] Rowling também aprovou a seleção, dizendo, "Acho que Chris Columbus não poderia achar um Harry melhor."[29] Os pais de Radcliffe recusaram a oferta de primeira, assim que souberam que envolveria seis filmes filmados em Los Angeles.[30] A Warner Bros. ofereceu então um contrato de dois filmes com as filmagens acontecendo no Reino Unido;[27] Radcliffe não tinha certeza se gravaria mais do que isso.[31]

O lançamento de Harry Potter e a Pedra Filosofal ocorreu em novembro de 2001. O filme quebrou os recordes de maior bilheteria em um dia de estreia (31,6 milhões de dólares) e de maior bilheteria em um final de semana (93,5 milhões de dólares) nos Estados Unidos, e foi o filme de maior bilheteria mundial do ano, com arrecadação total de 974,8 milhões de dólares.[32][33] Radcliffe recebeu um salário com uma quantia de sete dígitos pelo papel principal, mas afirmou que o cachê "não era tão importante" para ele;[34] seus pais decidiram investir o dinheiro pelo garoto.[27] O filme foi altamente popular e recebido com críticas positivas. A crítica elogiou a atuação de Radcliffe:[35] "Radcliffe é a encarnação da imaginação de todos os leitores. É maravilhoso ver que um jovem herói estudioso e cheio de curiosidade se conecta com emoções muito reais, da inteligência solene e do prazer da descoberta para o profundo desejo de ter uma família," escreveu Bob Graham da San Francisco Chronicle.[36]

As mãos, os pés e as varinhas de Watson (esquerda), Radcliffe (centro) e Grint (direita), impressos na calçada do Grauman's Chinese Theatre.

Um ano depois, Radcliffe estrelou em Harry Potter e a Câmara Secreta, o segundo filme da série. Mais uma vez, os críticos elogiaram a atuação dos três protagonistas, porém dividiram opiniões do filme como um todo. Stephen Hunter, do The Washington Post, descreveu sua performance como "impressionante".[37] Por sua atuação, Radcliffe conquistou um Otto Awards da revista alemã Bravo.[38] Em 2004, o terceiro longa da série, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, foi lançado. A performance de Radcliffe não foi tão apreciada pelo jornalista do The New York Times, A. O. Scott, que escreveu que Watson teve que "carregá-lo com sua atuação."[39] Harry Potter e o Cálice de Fogo teve sua data de estreia em 2005. Esse foi o filme da série Harry Potter que mais havia arrecadado naquela época,[40] e Radcliffe destacou o humor como sendo uma das razões para o grande sucesso do filme.[41]

Radcliffe atuou pela quinta vez em Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007). Ele afirmou que o diretor David Yates e a atriz Imelda Staunton fizeram de A Ordem da Fênix o filme "mais engraçado" da série para trabalhar.[42] Sua performance o rendeu diversos prêmios e indicações, incluindo o National Movie Award de 2008 por "Melhor Performance Masculina."[43] À medida que sua fama e a da série cresciam, Radcliffe, Grint e Watson tiveram as mãos, os pés e as varinhas impressos na calçada do Grauman's Chinese Theatre em Hollywood.[44] Apesar do sucesso do quinto filme, o futuro da franquia entrou em questão quando os três protagonistas hesitaram em assinar o contrato para participar dos dois episódios finais da série. Porém, em março de 2007, Radcliffe assinou o contrato, colocando um fim às especulações da imprensa que diziam que "ele iria largar o papel devido seu envolvimento em Equus", onde atuou completamente nu no palco.[45] Em julho de 2009, o sexto longa, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, foi lançado. Radcliffe foi indicado nas categorias de "Melhor Performance Masculina" e "Super Estrela Global" ao MTV Movie Awards de 2010.[46]

Dois jovens masculinos e uma jovem feminina estão sorrindo para uma câmera.
Radcliffe, Watson e Grint na estreia londrina de Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2, em julho de 2011.

Por razões financeiras e criativas, a adaptação do último livro da série foi dividida em duas partes,[47][48] o que atraiu muitas criticas dos fãs da série. Radcliffe defendeu a separação, declarando que seria impossível adaptar adequadamente o último romance em um único filme.[49] Ele adicionou que o último longa seria extremamente acelerado e com muita ação, enquanto a primeira parte seria muito mais calma, focando no desenvolvimento dos personagens. Radcliffe também disse que, se tivessem juntado as duas partes, muitas coisas importantes seriam cortadas na edição final.[50] As filmagens das duas partes foram rodadas simultaneamente e duraram um ano, tendo o trabalho concluído em junho de 2010. No último dia de filmagem, assim como o resto do elenco e da equipe, Radcliffe chorou abertamente.[51]

O episódio final, Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2, foi lançado em julho de 2011. Foi o primeiro e único filme da série a ser lançado em 3D e a atingir orçamento mundial maior que 1 bilhão de dólares.[52] Radcliffe, junto com o filme, foi aclamado pela crítica: Ann Hornaday do The Washington Post se perguntou, "Quem poderia imaginar que Radcliffe, Grint e Watson iriam se tornar ótimos atores?";[53] semelhantemente, Rex Reed disse: "Francamente, lamento ver [Radcliffe] ir";[54] enquanto Peter Travers, um crítico da Rolling Stone, comentou sobre o ator: "Muito bem, senhor."[55] Roger Ebert deu uma crítica altamente positiva sobre filme, porém sentiu que Radcliffe, Grint e Watson foram "ofuscados pelos [atores] coadjuvantes."[56] Radcliffe disse que ninguém nunca conseguirá separá-lo de seu personagem, e também acrescentou que está "orgulhoso em estar associado com a série de filmes para sempre."[57]

2001–2009: Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Um jovem de dezoito anos com cabelo escuro e curto e olhos azuis está sorrindo.
Radcliffe na estreia de Um Verão para Toda Vida, em 2007.

Radcliffe fez sua estreia no filme O Alfaiate do Panamá, um filme estadunidense de 2001 baseado no romance de espionagem de John le Carré do ano de 1996.[58] Em 2002, ele fez sua estreia no palco em uma produção de teatro West End, The Play What I Wrote, dirigida por Kenneth Branagh – que também atuou no segundo filme de Harry Potter.[17][59] Em 2007, ele participou do filme Um Verão para Toda Vida, um drama familiar australiano sobre quatro órfãos que foi filmado em 2005 e lançado nos cinemas no meio de setembro de 2007.[60] No mesmo ano, Radcliffe co-estrelou com Carey Mulligan em My Boy Jack, um telefilme dramático transmitido no ITV no Dia da Lembrança. O filme recebeu críticas positivas,[61] com diversos críticos elogiando a atuação de Radcliffe como um garoto de dezoito anos que desaparece durante uma guerra.[62][63][64] Radcliffe declarou: "Para muitas pessoas da minha idade, a Primeira Guerra Mundial é somente um tópico de um livro de história. Mas eu sempre fui fascinado pelo assunto e acho que é tão relevante hoje em dia como sempre foi."[65]

Aos 17 anos, em uma tentativa de mostrar as pessoas que estava pronto para papéis adultos,[66] ele se apresentou em palco na peça Equus, de Peter Shaffer, que não havia sido reapresentada desde sua primeira exibição em 1973, no teatro Gielgud.[27] Radcliffe assumiu o papel principal[59] como Alan Strang, um cavalariço que tem uma grande obsessão por cavalos. As vendas antecipadas ultrapassaram o valor de 1,7 milhões de libras esterlinas, e o papel gerou um pré-interesse muito grande da mídia, já que Radcliffe aparece completamente nu em uma cena.[27][67] Equus teve início em 27 de fevereiro de 2007 e decorreu até 9 de junho de 2007.[59] A performance de Radcliffe o rendeu críticas positivas,[68] pois os críticos ficaram impressionados com a nuance e profundidade de seu papel.[69] Charles Spencer do The Daily Telegraph escreveu que ele "exibe um poder dramático e uma presença eletrificante de palco que marca um enorme salto para frente." Ele adicionou: "Eu nunca pensei que acharia o pequeno (mas perfeitamente formado) Radcliffe uma figura sinistra, mas como Alan Strang ... existem momentos que ele parece genuinamente assustador em sua raiva e confusão."[70] A produção se transferiu para a Broadway em setembro de 2008, com Radcliffe ainda no papel principal.[71][72] O ator declarou que estava nervoso em refazer o papel na Broadway porque considerava a audência estadunidense mais exigente do que a de Londres.[73] Por conta de sua atuação, ele recebeu uma indicação ao Drama Desk Award.[74]

2010–presente: Após Harry Potter[editar | editar código-fonte]

Radcliffe no Festival de Cinema de Londres exibindo Versos de um Crime, outubro de 2013

Depois de dublar um personagem em um episódio da série de animação Os Simpsons no final de 2010,[75] Radcliffe debutou como J. Pierrepont Finch na reapresentação de How to Succeed in Business Without Really Trying da Broadway em 2011, um papel anteriormente ocupado pelos veteranos da Broadway Robert Morse e Matthew Broderick.[76] O elenco da peça também inclui John Larroquette, Rose Hemingway e Mary Faber.[77] O ator e a produção receberam críticas favoráveis,[78] com o USA Today comentando: "Radcliffe ultimamente faz sucesso não por ofuscar seus colegas de elenco, mas por trabalhar em consciente harmonia com eles."[79] A performance de Radcliffe o rendeu indicações ao Drama Desk Award, Drama League Award e Outer Critics Circle Award.[80][81][82] A produção em si recebeu nove indicações ao Tony Award.[83] Radcliffe deixou a peça no primeiro dia do ano de 2012.[84]

Seu primeiro trabalho pós-Harry Potter foi o filme de terror de 2012 A Mulher de Preto, adaptação do romance homônino de 1983 de Susan Hill.[85] O filme foi lançado no dia 3 de fevereiro de 2013 nos Estados Unidos e no Canadá, 10 de fevereiro no Reino Unido, e 14 dias depois no Brasil.[86] Radcliffe retrata Arthur Kipps, um homem enviado para lidar com os negócios legais de uma mulher misteriosa que havia acabado de morrer, e depois começa a vivenciar acontecimentos estranhos e assombrações de um fantasma de uma mulher vestida de preto.[87] Ele disse que estava "incrivelmente ansioso" em fazer parte do filme e descreveu o roteiro como "lindamente escrito".[88]

Em 2013, ele retratou o poeta estadunidense Allen Ginsberg no filme de drama biográfico Versos de um Crime, dirigido por John Krokidas.[89][90] Érico Borgo, do site Omelete, diz que "Versos de um Crime é uma das suas melhores atuações até aqui, talvez a melhor", e justifica, "exige enorme desapego (Ginsberg era gay e há cenas de sexo e nudez) e uma gama de habilidades que ele não havia demonstrado em sua fase blockbuster."[91] Ele também estrelou na comédia dramática irlandesa-canadense Será Que?, dirigida por Michael Dowseand e escrito por Elan Mastai, baseado no livro de TJ Dawe e Michael Rinaldi, Toothpaste and Cigars, e depois atuou em um filme de fantasia e terror estadunidense dirigido por Alexandre Aja, Amaldiçoado.[92][93][94][95] Ambos os filmes foram lançados no Festival Internacional de Cinema de Toronto de 2013.[96][97]

Radcliffe também performou no Noël Coward Theatre, reapresentando a peça teatral de humor negro The Cripple of Inishmaan, do cineasta Martin McDonagh, como Billy Claven, o personagem principal,[98] por qual ganhou o WhatsOnStage Award por Melhor Ator em uma Peça.[99] Em 2015, Radcliffe estrelou como Igor Straussman no filme fictício de terror Victor Frankenstein, dirigido por Paul McGuigan e escrito por Max Landis, que foi baseado nas adaptações contemporâneas do romance de 1818, Frankenstein, da autora britânica Mary Shelley.[100] Ele também interpretou Sam House, um dos fundadores da Rockstar Games, no drama biográfico The Gamechangers.[101]

Em 2016, Radcliffe retratou Manny, um cadáver falante, no filme de comédia dramática Um Cadáver Para Sobreviver.[102] No mesmo ano, ele estrelou no suspense Truque de Mestre 2: O Segundo Ato como Walter Mabry,[103] ironicamente interpretando um prodígio tecnológico que odeia mágica.[104] Ele atuou em uma peça teatral off-Broadway documentária no The Public Theater, chamada Privacy, interpretando o papel do Escritor.[105] O ator também interpretou Nate Foster no suspense Imperium, um agente idealista do FBI que se disfarça para encontrar e deter um grupo estadunidense de neonazistas, que creem na supremacia branca.[106]

Está previsto que Radcliffe interpretará Jake Adelstein em Tokyo Vice.[107] Em novembro de 2015, ele se juntou ao elenco do terceiro filme de Shane Carruth, The Modern Ocean, junto com Anne Hathaway, Keanu Reeves, Tom Holland, Chloë Grace Moretz, Asa Butterfield, Jeff Goldblum e Abraham Attah.[108]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Radcliffe revelou que sofre de dispraxia, um distúrbio cerebral que afeta levemente sua coordenação motora e seu processo de aprendizagem. A doença às vezes o impede de realizar atividades simples, como amarrar os sapatos ou escrever direito. “Eu tive uma fase dura na escola, a ponto de errar tudo, de não ter talento," Radcliffe comentou.[109][110] Em agosto de 2010, ele parou de consumir bebidas alcoólicas depois de perceber que estava se tornando um dependente delas.[111]

Em novembro de 2007, Radcliffe publicou diversos poemas sob o nome de Jacob Gershon – uma junção de seu nome do meio e do sobrenome judaico de solteira de sua mãe – na Rubbish, uma revista de moda.[112][113] Radcliffe tem uma amizade muito próxima com as co-estrelas de Harry Potter, Tom Felton[114] e Emma Watson,[115] e tem uma forte ligação com sua família, que diz serem a razão de se manter sã e de continuar.[116]

Foi relatado que o ator ganhou 1 milhão de libras pelo primeiro filme de Harry Potter[34] e aproximadamente 15 milhões pelo sexto.[18] Radcliffe entrou na Lista dos Ricos do Jornal Sunday Times em 2006, com a fortuna estimada em £ 14 milhões, o tornando um dos jovens mais ricos do Reino Unido.[117] Em março de 2009, ele entrou na primeira colocação da lista de "Jovens Estrelas Mais Valiosas" da Forbes,[118] e em abril, o The Daily Telegraph avaliou seu patrimônio líquido em £ 30 milhões, fazendo dele o 12º jovem mais rico do Reino Unido.[119] Radcliffe foi considerado como o adolescente mais rico da Inglaterra naquele ano.[18] Em fevereiro de 2010, ele foi nomeado como o sexto ator masculino mais bem pago de Hollywood[120] e colocado na quinta colocação da lista da revista Forbes de atores mais rentáveis,[nota 1] com uma receita cinematográfica de 780 milhões de dólares, devido principalmente a Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1, que havia sido lançado naquele ano.[121]

Radcliffe tem um apartamento no bairro de SoHo, em Lower Manhattan, Nova Iorque.[122] Desde outubro de 2012, Radcliffe começou a namorar a estadunidense Erin Darke,[14] que conheceu no set de Versos de um Crime.[123] Haviam rumores e história de um possível casamento no meio de 2014, porém o pai de Darke, Ian Darke, negou que houvesse tais planos em dezembro de 2014.[124][125][126][127] Em março de 2017, foi relatado por meio do tabloide estadunidense Star que Radcliffe pediu a namorada em casamento.[128][129]

Perspectivas[editar | editar código-fonte]

Política[editar | editar código-fonte]

Radcliffe apoia o Partido Trabalhista.[130] Desde 2012, o ator apoia publicamente o Partido Liberal Democratas,[131] e antes das eleições gerais de 2010, defendia Nick Clegg, líder do partido. Porém, em 2012, Radcliffe mudou sua lealdade para o Trabalhista, citando frustração com o desenvolvimento de Nick Clegg e do Partido Liberal Democratas no governo, e aprovando o líder Trabalhista, Ed Miliband.[130] Em setembro de 2015, ele defendeu Jeremy Corbyn na eleição pela liderança do partido de 2015 para suceder Miliband.[132] Ele apoia a república britânica.[133] Aos dezesseis anos, Radcliffe se tornou a pessoa mais jovem (que não faz parte da realeza) a ter um retrato individual no National Portrait Gallery (NPG). No dia 13 de abril de 2006, seu retrato, desenhado por Stuart Pearson Wright, foi inaugurado como parte de uma nova exibição no Royal National Theatre, e depois movido para o National Portrait Gallery, onde reside atualmente.[134]

Radcliffe, junto de outras celebridades como Steve Wozniak, Maggie Gyllenhaal e Susan Sarandon, apoiaram a campanha "Perdoe Edward Snowden",[135] que instava o presidente Barack Obama a perdoar Edward Snowden por ter divulgado uma série de documentos que tornaram conhecidos os programas de vigilância maciça e ilegal. Snowden foi acusado de traição aos Estados Unidos, e chamado de herói pela Amnistia Internacional, que também apoiava a campanha.[136] O ex-presidente se recusou a perdoá-lo.[137] Radcliffe e o Snowden se encontraram na peça de teatro Privacy, em 2016.[138]

Em setembro de 2016, Radcliffe declarou que acha que o voto a favor da saída do Reino Unido da União Europeia é "realmente perturbador e terrível", "[O voto da União Europeia] Transformou o racismo em uma ideologia política legítima, mas está acontecendo em todo o mundo no momento."[139] Ele acrescenta: "Algo aconteceu com Brexit e com Trump, as pessoas agora podem ouvir essas opiniões [de que patriotismo está ligado ao racismo] na TV e acreditam que é uma maneira legítima de pensar sobre as pessoas." Na mesma entrevista, o ator declara ser patriota, e diz que "isso não tem nada a ver com a ideia de querer a separação da União Europeia."[140]

Radcliffe declarou que sente orgulho em ter participado da eleição presidencial nos Estados Unidos em 2008 e manifestou seu apoio pelo presidente eleito Barack Obama.[141]

Religião[editar | editar código-fonte]

Apesar de batizado judeu, em uma entrevista de 2012, Radcliffe declarou: "Nunca houve fé religiosa em casa. Penso em mim como sendo judeu e irlandês, apesar do fato de ser inglês."[13] Ele também afirmou: "Nós éramos péssimos judeus. Eu cresci com árvores de Natal. Comemos bacon",[142] mas que se orgulha muito em ser.[112][141]

Radcliffe também foi citado como dizendo: "Eu sou ateu, e um ateu militante quando religião começa a impactar na legislação",[143] porém, em outra entrevista, ele disse, "Estou muito tranquilo em ser ateu. Eu não prego meu ateísmo, mas tenho um grande respeito por pessoas que sim, como Richard Dawkins. Qualquer coisa ele faça na televisão, eu vou assistir".[144][145]

Imprensa[editar | editar código-fonte]

O ator sempre teve uma relação respeitosa e cordial com a imprensa, mesmo que os paparazzi e o abuso jornalístico o incomodem.[146] Diego Lerer, do jornal argentino Diario Clarín, escreveu: "Enquanto Emma Watson é tímida e correta e Rupert Grint é calado, irônico e está geralmente distante, Daniel é um tagarela. Não para de falar, de se mover e de fazer gestos."[147]

Durante o ano de 2005, a imprensa inglesa começou a repercutir rumores de um possível namoro entre Radcliffe (até então tinha dezesseis anos) e Amy Byrne, uma cabeleireira sete anos mais velha que ele.[148] Porém, tanto Radcliffe quanto seu agente negaram os rumores, e ele acrescentou que não tinha "tempo suficiente para manter uma relação estável."[149] Em 2007, surgiram especulações de que Radcliffe estava namorando a atriz Laura O’Toole, sua colega de elenco na peça Equus.[150] A atriz substituía Joanna Christie no papel de Jill Mason. Segundo a imprensa, o casal se separou no início de 2008,[151] porém Radcliffe desmente e admite o namoro publicamente somente em 2009.[152]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Radcliffe no lançamento de Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 em Nova Iorque, novembro de 2010.

Radcliffe colaborou com diversas causas e instituições de caridade ao longo de sua carreira. Sobre a homofobia, o ator começou a filmar anúncios de serviço público em 2009 para o The Trevor Project, promovendo a conscientização da prevenção dos casos de suicídios de adolescentes homossexuais.[153][154] Ele conheceu a organização enquanto trabalhava na peça Equus, na Broadway, em 2008[154] e vem contribuindo-a financeiramente.[155] "Eu sempre odiei qualquer pessoa intolerante em relação a homens gays, mulheres lésbicas ou bissexuais. E agora estou uma posição financeiramente positiva onde consigo realmente ajudar ou fazer alguma coisa sobre isso," disse em 2010. Na mesma entrevista, ele falou sobre a importância de figuras públicas lutando por direitos iguais.[154] Radcliffe considera seu envolvimento em projetos sociais como uma das coisas mais importantes de sua carreira e,[153] por suas contribuições, recebeu o "Hero Award" em 2011.[153]

Radcliffe colaborou com a mostra "Respectacles Project", um dos eventos que lembraram o Dia Nacional do Holocausto, em 27 de janeiro de 2008.[156] O ator doou os primeiros óculos que usou quando criança para a exposição que lembrará as vítimas do Holocausto com uma montanha de lentes.[157]

Radcliffe produziu a "Cama-Cubo" (um cubo feito de oito menores que podem se transformar em uma cama, espreguiçadeira ou cadeira)[158] e doou diretamente todos os lucros das vendas para sua instituição de caridade preferida, a Demelza House Children's Hospice em Sittingbourne, Kent.[159][160] Radcliffe estimulou seus fãs a fazerem doações ao programa de caridade Candle for Care, ao invés de o dar presentes de Natal.[161] Durante uma apresentação da peça Equus na Broadway, ele leiloou um par de calças jeans e outros itens usados para ajudar a Broadway Cares/Equity Fights AIDS, baseada em Nova Iorque.[162] Ele também doou dinheiro para a Get Connected UK, uma linha telefônica de apoio nacional confidencial e gratuita, com sede em Londres, para jovens problemáticos.[163]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes que ainda não foram lançados Indica filmes que ainda não foram lançados
Cinema
Ano Filme Personagem Diretor(es) Ref.
2001 O Alfaiate do Panamá Mark Pendel John Boorman [164]
Harry Potter e a Pedra Filosofal Harry Potter Chris Columbus [165]
2002 Harry Potter e a Câmara Secreta [166]
2004 Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban Alfonso Cuarón [167]
2005 Harry Potter e o Cálice de Fogo Mike Newell [168]
2007 Um Verão para Toda Vida Maps Rod Hardy [169]
Harry Potter e a Ordem da Fênix Harry Potter David Yates [170]
2009 Harry Potter e o Enigma do Príncipe [171]
2010 Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 [172]
2011 Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 [173]
2012 A Mulher de Preto Arthur Kipps James Watkins [174]
2013 Versos de um Crime Allen Ginsberg John Krokidas [175]
Será Que? Wallace Michael Dowse [176]
Amaldiçoado Ig Perrish Alexandre Aja [177]
2015 Descompensada Passeador de cães Judd Apatow [178]
Victor Frankenstein Igor Straussman Paul McGuigan [179]
2016 Um Cadáver Para Sobreviver Manny Daniel Scheinert e Daniel Kwan [180]
Truque de Mestre 2: O Segundo Ato Walter Mabry Jon M. Chu [181]
Imperium Nate Foster Daniel Ragussis [182]
2017 Jungle dagger Yossi Ghinsberg Greg Mclean [183]
2018 Beast of Burden dagger Jesper Ganslandt [184]
The Modern Ocean dagger Shane Carruth [185]
We Do Not Forget dagger Zach Helm [186]
2019 Young Republicans dagger John Krokidas [187]
Televisão
Ano Título Personagem Notas Ref.
1999 David Copperfield David Copperfield jovem Telefilme [188]
2005 Foley and McColl: This Way Up Guarda de trânsito / Ele mesmo [189]
2006 Extras Ele mesmo Episódio: "Daniel Radcliffe" [188]
2007 Meu Filho Jack John Kipling Telefilme [188]
2010 Os Simpsons Edmund Episódio: "A Casa dos Horrores XXI" [188]
QI Ele mesmo Episódio: "Hocus-Pocus" (convidado) [190]
2012 Saturday Night Live Ele mesmo / Vários Episódio: "Daniel Radcliffe/Lana Del Rey" (anfitrião) [191]
Frango Robô Mullet Kid / Thomas Episódio: "Hemlock Gin and Juice" (voz) [188]
Have I Got News for You Ele mesmo Episódio: "44x10" (convidado) [192]
2013 Diário de um Jovem Médico Dr. Vladimir Bomgard (Jovem) Papel principal; minissérie [188]
2014 Os Simpsons Diggs Episódio: "Diggs" (voz) [188]
2015 Have I Got News for You Ele mesmo Episódio: "49x01" (convidado) [193]
BoJack Horseman Ele mesmo Episódio: "Let's Find Out" (voz) [188]
Only Connect Ele mesmo Creditado como o escritor da pergunta adicional [194]
The Gamechangers Sam Houser Telefilme [195]
Teatro
Ano Produção Personagem Teatro Ref.
2002 The Play What I Wrote Convidado Wyndham's Theatre [196]
2007 Equus Alan Strang Gielgud Theatre [197]
2008-2009 Broadhurst Theatre [198]
2011-2011 How to Succeed in Business Without Really Trying J. Pierrepont Finch Al Hirschfeld Theatre [199]
2013 The Cripple of Inishmaan Billy Claven Noël Coward Theatre [200]
2014 Cort Theatre [201]
2016 Privacy O Escritor The Public Theater [202]
2017 Rosencrantz and Guildenstern Are Dead Rosencrantz Old Vic [203]
Vídeos musicais
Ano Título Personagem Artista(s) Ref.
2012 Beginners Personagem principal Slow Club [204]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Obra Resultado Ref.
2001 Broadcast Film Critics Association Melhor Atuação Juvenil Harry Potter e a Pedra Filosofal Indicado [205]
Hollywood Women's Press Club Descoberta Jovem Masculina do Ano Vencedor [206]
MTV Movie Awards Melhor Revelação Indicado [207]
Young Artist Awards Melhor Grupo em um Longa-Metragem (com o elenco do filme) Indicados [208]
Teen Choice Awards Melhor Performance Masculina Vencedor [209]
Golden Apple Awards Descoberta Jovem do Ano Vencedor [210]
2002 Prêmio Saturno Melhor Atuação Juvenil Indicado [211]
Broadcast Film Critics Association Melhor Atuação Juvenil Indicado [212]
Empire Awards Melhor Estreia (com Emma Watson e Rupert Grint) Indicados [213]
Phoenix Film Critics Society Awards Melhor Novato Indicado [214]
2003 Prêmio Saturno Melhor Atuação Juvenil Harry Potter e a Câmara Secreta Indicado [215]
Phoenix Film Critics Society Awards Melhor Elenco (com o elenco do filme) Indicado [216]
2005 Broadcast Film Critics Association Melhor Atuação Juvenil Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban Indicado [217]
Prêmio Saturno Melhor Atuação Juvenil Indicado [218]
2006 Broadcast Film Critics Association Melhor Atuação Juvenil Harry Potter e o Cálice de Fogo Indicado [219]
Prêmio Saturno Melhor Atuação Juvenil Indicado [220]
Empire Outstanding Contribution to British Melhor Ator Vencedor [221]
MTV Movie Awards Melhor Herói Indicado [222]
Melhor Time Indicado [222]
2007 National Movie Award Melhor Performance Masculina Harry Potter e a Ordem da Fênix Vencedor [43]
2008 Empire Awards Melhor Ator Indicado [223]
MTV Movie Awards Melhor Beijo (com Katie Leung) Indicado [224]
Prêmio Saturno Melhor Atuação Juvenil Indicado [225]
2009 Broadway.com Audience Award Melhor Ator de uma Peça da Broadway Equus Vencedor [226]
Revelação Favorita Vencedor [226]
Drama Desk Award Melhor Ator em uma Peça Indicado [74]
Drama League Awards Performance Mais Marcante Indicado [227]
2010 J-14's Teen Icon Awards Estrela icônica - Indicado [228]
National Movie Awards Performance do Ano Harry Potter e o Enigma do Príncipe Indicado [229]
People's Choice Awards Melhor Time (com Emma Watson e Rupert Grint) Indicado [230]
MTV Movie Awards Melhor Performance Masculina Indicado [46]
Super Estrela Global Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 Indicado [46]
2011 Broadway.com Audience Award Ator Favorito de uma Peça da Broadway How to Succeed in Business Without Really Trying Vencedor [231]
Par favorito (com John Larroquette) Vencedor [231]
Outer Critics Circle Award Melhor Ator de Musical Indicado [80]
Drama League Awards Performance Notável Indicado [81]
Drama Desk Award Melhor Ator de Musical Indicado [82]
Do Something Awards Estrela Cinematográfica - Indicado [232]
MTV Movie Awards Melhor Beijo (com Emma Watson) Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 Indicado [233]
Melhor Briga (com Rupert Grint e Emma Watson) Indicado [233]
Melhor Performance Masculina Indicado [233]
Teen Choice Awards Melhor Ator em Filme, Sci-Fi/Fantasy Indicado [234]
Beijo na Boca (com Emma Watson) Vencedor [234]
Melhor Ator Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 Vencedor [234]
Scream Awards Melhor Ator de Fantasia Vencedor [235]
Melhor Elenco (com o elenco do filme) Indicado [236]
2012 People's Choice Awards Elenco Favorito (com o elenco do filme) Vencedor [237]
Ator Favorito Indicado [237]
Estrela Favorita Abaixo dos 25 Anos Indicado [237]
Nickelodeon Kids' Choice Awards Ator Favorito Indicado [238]
MTV Movie Awards Melhor Performance Masculina Indicado [239]
Melhor Elenco (com Emma Watson, Rupert Grint e Tom Felton) Vencedor [240]
Melhor Herói Vencedor [240]
Grammy Award Melhor Álbum de Teatro Musical (com John Larroquette) How to Succeed in Business Without Really Trying Indicado [241]
2013 Empire Awards Melhor Ator em uma Peça Equus Vencedor [229]
Glamour Awards Homem do Ano - Vencedor [242]
Jameson Empire Awards Herói Empire - Vencedor [243]
2014 Drama Desk Awards Melhor Ator em uma Peça The Cripple of Inishmaan Indicado [244]
2016 NME Awards Melhor Ator Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 Indicado [245]

Notas

  1. Referindo-se a quantia de dinheiro recebida por filmes em que atuou, não a sua renda pessoal.

Referências

  1. «Daniel Radcliffe». Internet Broadway Database. Consultado em 16 de junho de 2014 
  2. «Adele e Daniel Radcliffe encabeçam lista de artistas mais ricos na Grã Bretanha». BBC. 12 de abril de 2012. Consultado em 27 de março de 2013 
  3. Jones, Ben (5 de julho de 2016). «Daniel Radcliffe: "Becoming A Health and Fitness Fanatic Helped Me Avoid Alcohol"». National Youth Film Academy. Consultado em 13 de março de 2017 
  4. Semigran, Aly (21 de março de 2011). «DANIEL RADCLIFFE TO RECEIVE TREVOR PROJECT HERO AWARD». MTV. Consultado em 13 de março de 2017 
  5. «Daniel Radcliffe: Charity Work, Events and Causes». Look to the Stars. Consultado em 13 de março de 2017 
  6. O'Toole, Caitlin (12 de novembro de 2015). «Long way from Harry Potter! Daniel Radcliffe beams as he is honored with star on Hollywood Walk Of Fame». The Daily Mail. Consultado em 17 de março de 2017 
  7. Blackhall, Sue (2014). Daniel Radcliffe - The Biography. [S.l.]: John Blake Publishing. p. 23. ISBN 9781784182410 
  8. Hattenstone, Simon (23 de novembro de 2013). «Daniel Radcliffe: 'There's no master plan to distance myself from Harry Potter'». The Guardian. Consultado em 13 de março de 2017 
  9. Hicklin, Aaron (11 de fevereiro de 2013). «The Long Education of Daniel Radcliffe». Out.com. Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  10. «"Harry Potter's" Daniel Radcliffe stars in Martin McDonagh's play "The Cripple of Inishmaan"». IrishCentral.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  11. Barker, Lynn (12 de julho de 2011). «Daniel Radcliffe Tells Potter Fans: "Now go conquer the world!"». Teen Hollywood. Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  12. Neophytou, Nadia (22 de julho de 2012). «Radcliffe is 'partly South African'». Channel24. Joanesburgo. Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  13. a b Reader, Dotson (7 de janeiro de 2012). «Daniel Radcliffe's Life After Harry». Parade. Nova Iorque. Consultado em 8 de abril de 2012 
  14. a b Maron, Marc. «Episode 655 - Daniel Radcliffe». WTF with Marc Maron Podcast. Consultado em 16 de novembro de 2015 
  15. «Top of the form». The Jewish Chronicle. 20 de dezembro de 1968. p. 26 
  16. «Faces of the week: DANIEL RADCLIFFE». BBC News. 2 de março de 2007. Consultado em 27 de maio de 2011 
  17. a b Roberts, Sheila (10 de setembro de 2007). «Daniel Radcliffe Interview, December Boys». Movies Online. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2015 
  18. a b c d Kaplan, James (28 de junho de 2009). «Daniel Radcliffe Breaks Free». Parade. Parade Publications. Consultado em 27 de maio de 2011 
  19. «Sussex House School, London». Independent Special Boarding International 
  20. Williams, Sally (9 de fevereiro de 2012). «Daniel Radcliffe's Next Trick». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 3 de novembro de 2012 
  21. a b Garfield, Simon (Junho de 2007). «DANIEL RADCLIFFE». Details. p. 2. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2013 
  22. Vineyard, Jennifer (10 de julho de 2007). «'Harry Potter' Star Daniel Radcliffe Gets Leather-y in Racy Photo Spread». MTV. Consultado em 27 de maio de 2011 
  23. Farndale, Nigel (26 de novembro de 2012). «Daniel Radcliffe: 'I've always had an intolerance for bad behaviour'». www.telegraph.co.uk. Londres: The Telegraph. Consultado em 21 de junho de 2013 
  24. «Emma Watson - Biography». The New York Times. Consultado em 3 de setembro de 2010. Cópia arquivada em 8 de outubro de 2013 
  25. McLean, Craig (15 de julho de 2007). «Hobnobs & broomsticks». Sunday Herald. Herald & Times Group. Consultado em 15 de julho de 2007. Cópia arquivada em 18 de julho de 2007 
  26. Koltnow, Barry (8 de julho de 2007). «One Enchanted Night at Theater, Radcliffe Became Harry Potter». East Valley Tribune. Consultado em 15 de julho de 2007. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2007 
  27. a b c d e «Who owns Daniel Radcliffe? The curse of child fame». The Independent. Londres: Independent Print Limited. 4 de março de 2007. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 21 de junho de 2008 
  28. «Young Daniel gets Potter part». BBC News. 21 de agosto de 2000. Consultado em 12 de abril de 2011 
  29. Sussman, Paul (22 de agosto de 2000). «British child actor 'a splendid Harry Potter'». CNN. Consultado em 20 de outubro de 2007. Cópia arquivada em 8 de março de 2012 
  30. «Daniel Radcliffe turned down Harry Potter film offer at first». The Daily Telegraph. Londres. 22 de novembro de 2011. Consultado em 27 de novembro de 2011 
  31. Daly, Steve (11 de julho de 2007). «Mr. Wizard». Entertainment Weekly. p. 2. Consultado em 28 de julho de 2011 
  32. «2001 WORLDWIDE GROSSES». Box Office Mojo. Consultado em 14 de maio de 2013 
  33. «2001 Worldwide Grosses». Box Office Mojo. Consultado em 10 de abril de 2013 
  34. a b «When Danny Met Harry». The Times. Reino Unido. 3 de novembro de 2001 
  35. «Daniel Radcliffe». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 28 de maio de 2011 
  36. Graham, Bob (31 de maio de 2002). «'Potter's' amazing powers». San Francisco Chronicle. Hearst Communications Inc. Consultado em 30 de maio de 2011 
  37. HUNTER, Stephen (14 de novembro de 2002). «Harry Potter and The Chamber of Secrets» (em inglês). The Washington Post. Consultado em 9 de abril de 2013. Cópia arquivada em 12 de maio de 2015 
  38. «BRAVO OTTO - SIEGER 2003». Bravo. 2003. Consultado em 9 de abril de 2013 
  39. Scott, A. O. (3 de junho de 2004). «Harry Potter and the Prisoner of Azkaban: Film review». The New York Times. Consultado em 23 de setembro de 2007. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2012 
  40. «Harry Potter and the Goblet of Fire». Box Office Mojo. Consultado em 15 de outubro de 2011 
  41. «Daniel Radcliffe, Emma Watson and Rupert Grint». IGN. 15 de novembro de 2005. Consultado em 29 de maio de 2011 
  42. «Interview with Daniel Radcliffe». IGN UK. Consultado em 2 de junho de 2011 
  43. a b «The 2011 NMAs». National Movie Awards. Consultado em 28 de maio de 2011. Arquivado do original em 19 de outubro de 2013 
  44. «Hollywood Blvd Celebrates Potter's 'Wands of Fame'». KCBS-TV. CBS. 9 de julho de 2007. Consultado em 10 de julho de 2007. Cópia arquivada em 27 de setembro de 2007 
  45. «Harry Potter Will Be Played By Daniel Radcliffe in Final Two Flicks». MTV. 2 de março de 2007. Consultado em 28 de maio de 2011 
  46. a b c «MTV Movie Awards 2010: Full Nominees List!». MTV. 12 de maio de 2010. Consultado em 28 de maio de 2011 
  47. RICHARDS, Olly (17 de março de 2008). «Potter Producer Talks Deathly Hallows». Empire. Consultado em 12 de abril de 2013 
  48. Malvern, Jack (14 de março de 2008). «Longer spell at box office for Harry Potter». The Times 
  49. «Daniel Radcliffe talks about the Deathly Hallows split». Total Film. Future Publishing Limited. 9 de maio de 2011. Consultado em 28 de maio de 2011 
  50. Nordyke, Kimberly (26 de novembro de 2010). «Daniel Radcliffe on the Differences Between 'Deathly Hallow' Parts 1 and 2». The Hollywood Reporter. Consultado em 28 de maio de 2011 
  51. Ditzian, Eric (21 de junho de 2010). «Daniel Radcliffe Recalls 'Weeping' During Final 'Harry Potter' Shoot». MTV. Consultado em 28 de maio de 2011 
  52. «Bilheteria de "Relíquias da Morte - Parte 2" ultrapassa US$ 1 bi». IG. 1 de agosto de 2011. Consultado em 7 de maio de 2013 
  53. Hornaday, Ann (13 de julho de 2011). «Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 2». The Washington Post. Consultado em 4 de setembro de 2011 
  54. Reed, Rex (12 de julho de 2011). «Harry Potter Saga Come to Thrilling End in Final Film». The New York Observer. Consultado em 4 de setembro de 2011 
  55. Travers, Peter (13 de julho de 2011). «Harry Potter and the Deathly Hallows, Part 2». Rolling Stone. Consultado em 4 de setembro de 2011 
  56. Ebert, Roger (13 de julho de 2011). «Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2 (PG-13)». Chicago Sun-Times. Consultado em 4 de setembro de 2011 
  57. Winning, Josh (18 de novembro de 2010). «Daniel Radcliffe: 'Harry Potter will stick to me'». Total Film. Future Publishing Limited. Consultado em 28 de maio de 2011 
  58. «Daniel Radcliffe». The-Numbers.com. Nash Information Services, LLC. Consultado em 28 de maio de 2011 
  59. a b c Nathan, John (2 de novembro de 2006). «Equus Revival – with "Harry Potter" Star Radcliffe – Sets West End Dates». Playbill. Playbill, Inc. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 18 de julho de 2014 
  60. Daly, Steve (27 de julho de 2007). «Daniel Radcliffe Talks 'Deathly Hallows'». Entertainment Weekly. Consultado em 28 de maio de 2011 
  61. «My Boy Jack reviews». Metacritic. CBS Interactive 
  62. Buckman, Adam (17 de abril de 2008). «Harry Goes to War». New York Post. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  63. Wiegand, David (19 de abril de 2008). «Son goes to war in 'My Boy Jack'». San Francisco Chronicle. Consultado em 23 de agosto de 2009 
  64. Flynn, Gillian (11 de abril de 2008). «My Boy Jack». Entertainment Weekly. Consultado em 27 de maio de 2011 
  65. «Daniel Radcliffe Signs on to Made For TV Movie». IGN. 28 de agosto de 2006. Consultado em 31 de março de 2011 
  66. «Daniel Radcliffe». Heat World. Bauer Media Group. Consultado em 27 de maio de 2011 
  67. «Naked stage role for Potter star». BBC News. 28 de julho de 2006. Consultado em 5 de junho de 2007 
  68. «RADCLIFFE'S WOMEN NERVES». Contact Music. 5 de junho de 2007. Consultado em 5 de junho de 2007 
  69. Burchell, Kenzie (28 de fevereiro de 2007). «Moving the Magic». MSNBC. Consultado em 5 de junho de 2007. Cópia arquivada em 18 de março de 2007 
  70. Spencer, Charles (28 de fevereiro de 2007). «Radcliffe's naked talent makes Equus a hit». The Daily Telegraph. Reino Unido. Consultado em 27 de maio de 2011 
  71. Vineyard, Jennifer (4 de setembro de 2007). «Radcliffe To Bare All On Broadway As 'Equus' Eyes Late '08 Opening». MTV. Consultado em 5 de setembro de 2007 
  72. Nathan, John (9 de junho de 2007). «London Equus – Starring Radcliffe and Griffiths – Closes 9 June». Playbill. Playbill, Inc. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 14 de abril de 2009 
  73. Nichols, Michelle (5 de setembro de 2007). «Radcliffe nervous about baring all on Broadway». Thomson Reuters. Reuters. Consultado em 27 de maio de 2011 
  74. a b Lipton, Brian Scott (17 de maio de 2009). «Billy Elliot Leads Winners of 2009 Drama Desk Awards». Nova Iorque: TheatreMania.com. Consultado em 18 de março de 2017 
  75. Ward, Kate (8 de novembro de 2010). «Daniel Radcliffe on 'The Simpsons': 'Harry Potter' star pokes fun at 'Twilight'». Entertainment Weekly. Consultado em 27 de maio de 2011 
  76. Itzkoff, David (15 de abril de 2010). «Daniel Radcliffe to Star in 'How to Succeed' Revival on Broadway». The New York Times. Consultado em 27 de maio de 2011 
  77. Rooney, David (27 de março de 2011). «Daniel Radcliffe's How to Succeed in Business Without Really Trying: Review». The Hollywood Reporter. Consultado em 27 de maio de 2011 
  78. «Daniel Radcliffe gets rave reviews for Broadway debut». Oneindia.in. 29 de março de 2011 
  79. Gardner, Elysa (27 de março de 2011). «Danel Radcliffe Succeeds in 'Business'». USA Today. Consultado em 15 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 19 de março de 2012 
  80. a b «2011 Outer Critics Circle Nominations Announced! SISTER ACT LEADS WITH 9!». BroadwayWorld.com. 26 de abril de 2011. Consultado em 21 de setembro de 2011 
  81. a b Gans, Andrew (20 de maio de 2011). «Mormon, War Horse, Normal Heart, Anything Goes, Mark Rylance Win Drama League Awards». Playbill. Playbill, Inc. Consultado em 21 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2011 
  82. a b «How to Succeed in Business Without Really Trying - 2011». Broadway World. Consultado em 19 de março de 2017 
  83. «List of nominees for 2011 Tony Awards». USA Today. Gannett Co. Inc. 3 de maio de 2011. Consultado em 27 de maio de 2011. Cópia arquivada em 6 de setembro de 2011 
  84. Broadway.com Staff (7 de setembro de 2011). «Nick Jonas to Follow Darren Criss (and Daniel Radcliffe) in 'How to Succeed'». Broadway.com. Consultado em 24 de setembro de 2011 
  85. Riley, Jenelle (2 de fevereiro de 2012). «Daniel Radcliffe Leaves Harry Potter Behind for 'The Woman in Black'». Backstage. Consultado em 15 de março de 2017 
  86. «A MULHER DE PRETO». Adoro Cinema. Consultado em 15 de março de 2016 
  87. Zakarin, Jordan (11 de abril de 2011). «Daniel Radcliffe In 'The Woman in Black': First Teaser Trailer (VIDEO)». Huffington Post. Estados Unidos: HuffingtonPost.com Inc. Consultado em 27 de maio de 2011 
  88. «Daniel Radcliffe to star in The Woman in Black». BBC News. 19 de julho de 2010. Consultado em 28 de maio de 2011 
  89. Chen, Joyce (1 de fevereiro de 2012). «Daniel Radcliffe reveals he doesn't manscape his nether region – and prefers women don't either». Daily News. Nova Iorque. Consultado em 3 de fevereiro de 2012 
  90. «Daniel Radcliffe Prepares To 'Kill Your Darlings'». MTV. Consultado em 3 de fevereiro de 2012 
  91. Borgo, Érico (11 de junho de 2014). «Versos de um Crime / Crítica». Omelete. Uol.com. Consultado em 15 de março de 2017 
  92. Vlessing, Etan (16 de agosto de 2012). «The Canadian indie is shooting for six weeks in Toronto and Dublin, with Daniel Radcliffe and Zoe Kazan in the lead roles.». The Hollywood Reporter. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  93. McClintock, Pamela (13 de julho de 2012). «Daniel Radcliffe to Star in Fantasy-Thriller 'Horns'». The Hollywood Reporter. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  94. «Daniel Radcliffe to star in supernatural thriller 'Horns'». Entertainment Weekly. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  95. Shoard, Catherine (16 de julho de 2012). «Daniel Radcliffe to grow Horns for new role». The Guardian. Londres. Consultado em 2 de setembro de 2012 
  96. «Did Daniel Radcliffe Own The Toronto International Film Festival?». MTV News. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  97. McNary, Dave. «Toronto: Daniel Radcliffe's 'The F Word' Nears Deal With CBS Films». Variety. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  98. «THE CRIPPLE OF INISHMAAN». london-theatreland.co.uk. Consultado em 1 de março de 2013 
  99. Singh, Anita (23 de fevereiro de 2014). «Daniel Radcliffe and Rupert Grint win at WhatsOnStage Awards». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 26 de fevereiro de 2014 
  100. Jagernauth, Kevin (28 de fevereiro de 2013). «Daniel Radcliffe Is Putting It Together For Fox's 'Frankenstein'». indiewire.com. Consultado em 1 de março de 2013 
  101. «Daniel Radcliffe Invents 'Grand Theft Auto' in New Trailer». Rolling Stone. Consultado em 15 de dezembro de 2016 
  102. Fleming, Mike (29 de junho de 2015). «Paul Dano, Daniel Radcliffe & Mary Elizabeth Winstead Join 'Swiss Army Man'». Deadline. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  103. Yamato, Jen (2 de outubro de 2014). «Daniel Radcliffe Eyeing 'Now You See Me 2' Role». Deadline. Consultado em 15 de dezembro de 2016 
  104. Britt, Ryan (8 de junho de 2016). «Why the Fantasy Magic of 'Harry Potter' Is Actually Related to 'Now You See Me'». Inverse. Consultado em 19 de fevereiro de 2017 
  105. Green, Jesse (18 de julho de 2016). «Theater Review: Listening in on Daniel Radcliffe in Privacy». Vulture. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  106. Lincoln, Ross A. (30 de julho de 2015). «Daniel Radcliffe To Go Undercover In FBI Thriller 'Imperium'». Deadline. Consultado em 15 de dezembro de 2016 
  107. Rich, Katey (1 de maio de 2013). «Daniel Radcliffe Will Fight The Yakuza In Thriller Tokyo Vice». cinemablend.com. Consultado em 2 de maio de 2013 
  108. Kit, Borys (3 de novembro de 2015). «Anne Hathaway, Keanu Reeves, Daniel Radcliffe to Star in 'The Modern Ocean'». The Hollywood Reporter. Consultado em 5 de novembro de 2015 
  109. Friedman, Emily (19 de agosto de 2008). «Dyspraxia Explains Harry Potter's Klutziness». ABC News. Consultado em 26 de maio de 2011 
  110. «Ator de Harry Potter revela que sofre de um distúrbio cerebral». Revista Quem. G1.com. 18 de agosto de 2008. Consultado em 15 de março de 2017 
  111. Singh, Anita (4 de julho de 2011). «Daniel Radcliffe: why I don't drink alcohol any more». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 4 de julho de 2011 
  112. a b McLean, Craig (4 de julho de 2009). «Dan the Man». The Guardian. Londres. Consultado em 11 de julho de 2009 
  113. «Harry Potter actor Daniel Radcliffe's 'secret life as a published poet'». The Daily Telegraph. Londres. 11 de julho de 2009. Consultado em 26 de maio de 2011 
  114. «Harry Potter Y EL MISTERIO DEL PRINCIPE». Cinemanía. Julho de 2009 
  115. «Emma Watson». Friday Night with Jonathan Ross. Séries 16. Episódio 22. 5 de julho de 2009. No minuto 7:40–19:40. BBC One 
  116. Singh, Anita (3 de setembro de 2008). «Daniel Radcliffe: I lost my virginity to an older woman». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 28 de maio de 2011 
  117. Coates, Sam; Asthana, Anushka (2006). «Daniel Radcliffe». The Times. Londres. Consultado em 31 de maio de 2011 
  118. Burman, John (10 de março de 2009). «In Pictures: Hollywood's Most Valuable Young Stars». Forbes. Forbes.com LLC. Consultado em 27 de maio de 2011 
  119. Knapton, Sarah (27 de abril de 2009). «Harry Potter magic puts Daniel Radcliffe 12th on young Rich List». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 26 de maio de 2011 
  120. «Harry Potter star Emma Watson is top-earning actress». BBC News. 5 de fevereiro de 2010. Consultado em 27 de maio de 2011 
  121. Pomerantz, Dorothy (20 de dezembro de 2010). «In Pictures: Hollywood's Highest-Grossing Actors». Forbes. Forbes.com LLC. Consultado em 27 de maio de 2011 
  122. Freeth, Becky (1 de outubro de 2015). «That's a Potter money! Daniel Radcliffe puts his New York apartment up for rent at a whopping $19k a month». The Daily Mail. Consultado em 20 de março de 2017 
  123. Sblendorio, Peter (20 de outubro de 2015). «Daniel Radcliffe reveals he fell for girlfriend Erin Darke while filming intimate scene with her». New York Daily News. Consultado em 16 de março de 2016 
  124. Durand Streisand, Elizabeth (21 de abril de 2014). «Daniel Radcliffe (Finally) Photographed With Girlfriend of 2 Years». Yahoo! 
  125. «Daniel Radcliffe and Erin Darke marriage rumors not true, according to Flint actress' father». MLive.com. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  126. «'Harry Potter' Star Daniel Radcliffe Engaged? Actor Reportedly Set To Wed Girlfriend Erin Darke». International Business Times. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  127. «Daniel Radcliffe Supports Girlfriend Erin Darke's New Off-Broadway Play 'The Spoils'». International Business Times. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  128. Bhattacharya, Ananya (9 de março de 2017). «Daniel Radcliffe and Erin Darke engaged? Wipe those tears, ladies!». India Today. Consultado em 16 de março de 2017 
  129. «DANIEL RADCLIFFE PEDIU A NAMORADA ERIN DARKE EM CASAMENTO». Ofuxico. Terra. 9 de março de 2017. Consultado em 16 de março de 2017 
  130. a b Quinn, Ben (6 de fevereiro de 2012). «Daniel Radcliffe ends support for Liberal Democrats». The Guardian. Londres 
  131. Stanton, Pete (24 de março de 2010). «Daniel Radcliffe Pledges Support for the Liberal Democrats». Moviefone. AOL Inc. Consultado em 26 de maio de 2011 
  132. «Daniel Radcliffe endorses Jeremy Corbyn». The Big Issue. 10 de setembro de 2015 
  133. Sessums, Kevin (26 de janeiro de 2009). «Dirty Harry». The Daily Beast. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  134. «Daniel Radcliffe drawing acquired by National Portrait Gallery». National Portrait Gallery. 11 de abril de 2006. Consultado em 5 de junho de 2007 
  135. «Campaign to grant Edward Snowden presidential pardon gets support of heavyweight influencers». news.com.au. 15 de setembro de 2016. Consultado em 16 de março de 2017 
  136. «Edward Snowden is a hero not a traitor». Amnistia Internacional. Consultado em 16 de março de 2017 
  137. «Obama recusa perdoar Snowden por fugas graves de informação». Público. 18 de janeiro de 2017 
  138. «Edward Snowden e Daniel Radcliffe encontram-se em palco em Privacy». Público. 1 de julho de 2016. Consultado em 16 de março de 2017 
  139. Lee, Ann (22 de setembro de 2016). «Daniel Radcliffe finds the Brexit vote 'really upsetting' but he hasn't given up hope». Metro.co.uk. Consultado em 16 de março de 2017 
  140. Jones, Emma (23 de setembro de 2016). «Daniel Radcliffe voices Brexit and Trump fears». BBC News. Consultado em 16 de março de 2016 
  141. a b Sessums, Kevin (26 de janeiro de 2009). «Dirty Harry». The Daily Beast. The Newsweek Daily Beast Company. Consultado em 26 de maio de 2011 
  142. Revista Attitude, Londres. Março de 2012. p. 60. Disponível online (canto inferior direito da página, na coluna azul) em: «Cut List: Daniel Radcliffe». Consultado em 20 de maio de 2014 
  143. Final (12 de fevereiro de 2012). «Daniel Radcliffe – militant atheist». TVNZ. Consultado em 13 de junho de 2012 
  144. Duke, Barry (6 de julho de 2009). «Shock, horror! Harry Potter star Daniel Radcliffe is an atheist». The Freethinker 
  145. Singh, Anita (4 de junho de 2009). «Daniel Radcliffe: a cool nerd». The Daily Telegraph. Londres. Consultado em 6 de junho de 2009 
  146. Blackhall, Sue (2014). Daniel Radcliffe: The Biography. [S.l.]: John Blake Publishing. ISBN 1782199896 
  147. Lerer, Diego (20 de julho de 2007). «Soy un adolescente normal». Diario Clarín. Consultado em 31 de janeiro de 2009 
  148. Simpson, Richard (31 de outubro de 2005). «The older girl who's cast a spell on Harry». =Daily Mail. Consultado em 31 de janeiro de 2009 
  149. «Harry Potter está de novio». La Nación. 31 de outubro de 2005. Consultado em 31 de janeiro de 2009 
  150. «Daniel Radcliffe assume namoro com Laura O'Toole». Diário de Notícias. 21 de julho de 2009. Consultado em 17 de março de 2017 
  151. «¡Tiene novia, tiene novia!». La Nación. 6 de novembro de 2007. Consultado em 31 de janeiro de 2009 
  152. «Daniel admits he has a girlfriend». OK Magazine. 21 de julho de 2009. Consultado em 25 de outubro de 2009 
  153. a b c Powers, Lindsay (21 de março de 2011). «Daniel Radcliffe to Receive Trevor Project's Hero Award». The Hollywood Reporter. Consultado em 26 de maio de 2011 
  154. a b c «Daniel Radcliffe films Trevor Project suicide prevention public service announcement for gay youth». Daily News. Nova Iorque: Mortimer Zuckerman. 27 de fevereiro de 2010. Consultado em 26 de maio de 2011 
  155. «DANIEL RADCLIFFE MAKES MAJOR DONATION TO SUPPORT THE TREVOR PROJECT». The Trevor Project. 10 de agosto de 2009. Consultado em 26 de maio de 2011. Cópia arquivada em 1 de agosto de 2013 
  156. «Daniel Radcliffe doa seus primeiros óculos para exposição». Ego. Globo.com. 3 de janeiro de 2008. Consultado em 17 de março de 2017 
  157. «Stars Donate Eyeglasses to Holocaust Exhibit». People. 3 de janeiro de 2008. Consultado em 26 de maio de 2011 
  158. «Pouf-lit "Cu-bed"». Marie Claire Maison.com (em francês). Marie Claire. Consultado em 22 de outubro de 2011 
  159. «Daniel Radcliffe X Habitat». Complex. Consultado em 17 de março de 2017 
  160. «10 amazing things Daniel Radcliffe has already done in his 26 years on Earth». Sideshow. Consultado em 17 de março de 2017 
  161. «DanRadcliffe.co.uk's 2005 Candle For Care». DanRadcliffe.co.uk. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2007 
  162. Piepenburg, Erik (12 de abril de 2011). «How to Take Home a Piece of Daniel Radcliffe (and Other Tales from Broadway Auction Season)». The New York Times. Consultado em 26 de maio de 2011 
  163. «Daniel Radcliffe 'Best Friend' of Get Connected». Get Connected UK. Consultado em 9 de novembro de 2015. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2014 
  164. «O Alfaiate do Panamá (2001)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  165. «Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  166. «Harry Potter e a Câmara Secreta (2002)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  167. «Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  168. «Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  169. «Um Verão Para Toda Vida (2007)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  170. «Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  171. «Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  172. «Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 (2010)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  173. «Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 (2011)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  174. «A Mulher de Preto (2012)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  175. «Versos de Um Crime (2013)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  176. «Será Que? (2013)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  177. «Amaldiçoado (2013)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  178. «Descompensada (2015) - Full Cast & Crew». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  179. «Victor Frankenstein (2015)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  180. «Um Cadáver Para Sobreviver (2016)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  181. «Truque de Mestre: O 2º Ato (2016)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  182. «Imperium (2016)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  183. Louise, Ana (15 de setembro de 2016). «Jungle / Veja primeira imagem de Daniel Radcliffe em filme na Amazônia». Cinema com Rapadura. Consultado em 13 de março de 2017 
  184. Ford, Rebecca (20 de outubro de 2016). «Daniel Radcliffe to Star in Action-Thriller 'Beast of Burden'». Hollywood Reporter. Consultado em 16 de março de 2017 
  185. Kit, Borys (3 de novembro de 2015). «Anne Hathaway, Keanu Reeves, Daniel Radcliffe to Star in 'The Modern Ocean'». Hollywood Reporter. Consultado em 16 de março de 2017 
  186. Jr., Mike Fleming (6 de setembro de 2016). «First Look Media, Fuqua Films Team Daniel Radcliffe & Zachary Quinto For 'We Do Not Forget'». Deadline. Consultado em 13 de março de 2017 
  187. Anderton, Ethan (3 de fevereiro de 2014). «Daniel Radcliffe & Dane DeHaan Are Reteaming as 'Young Republicans'». FirstShowing.net. Consultado em 16 de março de 2017 
  188. a b c d e f g h «Daniel Radcliffe». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  189. «Foley & McColl: This Way Up (2005)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  190. «"QI" Hocus-Pocus (TV Episode 2010)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  191. «"Saturday Night Live" Daniel Radcliffe/Lana Del Rey (TV Episode 2012)». IMDb. Consultado em 18 de março de 2017 
  192. O'Connor, Roisin (11 de abril de 2015). «Have I Got News For You: Daniel Radcliffe hosts first episode of new series». Independent. Consultado em 18 de março de 2017 
  193. «Have I Got News for You 49X01». Subfactory.fr. Consultado em 18 de março de 2017 
  194. Jones, Will (28 de setembro de 2016). «Daniel Radcliffe interview: Swiss Army Man, quiz shows». Den of Geek. Consultado em 18 de março de 2017 
  195. Makuch, Eddie (22 de abril de 2015). «GTA Drama Casts Daniel Radcliffe and Bill Paxton». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 23 de abril de 2015. Cópia arquivada em 23 de abril de 2015 
  196. «Daniel Radcliffe On Stage - Theatre Credits, Bio and Tickets». LondonTheatre.co.uk. Consultado em 18 de março de 2017 
  197. Billington, Michael (28 de fevereiro de 2007). «Theatre review: Equus / Gielgud Theatre, London». The Guardian. Consultado em 18 de março de 2017 
  198. «Equus at Broadhurst Theatre New York, NY». New York City Theatre. Consultado em 18 de março de 2017 
  199. Brantley, Ben (27 de março de 2011). «'How to Succeed in Business Without Really Trying' With Daniel Radcliffe - Review». The New York Times. Consultado em 18 de março de 2017 
  200. Walker, Tim (22 de junho de 2013). «The Cripple of Inishmaan, Noel Coward theatre». The Telegraph. Consultado em 18 de março de 2017 
  201. Brantley, Ben (20 de abril de 2014). «Daniel Radcliffe Stars in Revival of 'The Cripple of Inishmaan'». The New York Times. Consultado em 18 de março de 2017 
  202. Brantley, Ben (18 de julho de 2016). «Review: 'Privacy,' a Play That Urges You to Keep Your Smartphone On». The New York Times. Consultado em 18 de março de 2017 
  203. «Daniel Radcliffe in Rosencrantz and Guildenstern Are Dead – in pictures». The Guardian. 6 de março de 2017. Consultado em 18 de março de 2017 
  204. «Slow Club - Beginners». YouTube. Consultado em 18 de março de 2017 
  205. «Harry Potter and the Sorcerer's Stone - Awards». IMDb. Consultado em 20 de março de 2017 
  206. «Daniel Radcliffe Wins First Award». World Entertainment News Network. 6 de dezembro de 2001 
  207. Mancini, Robert (23 de abril de 2002). «'Lord of the Rings,' 'Fast and the Furious' Top MTV Movie Award Nominees». MTV. Consultado em 31 de maio de 2011 
  208. «Twenty-Third Annual Young Artist Awards 2002». Young Artist Awards 
  209. «Teen Choice Awards 2002: Complete Winners List». Hollywood.com 
  210. «Golden Apple Awards». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  211. «2002 Saturn Awards». Consultado em 14 de maio de 2013 
  212. «Broadcast Film Critics Association Awards». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  213. «Empire Awards 2002 UK». Consultado em 14 de maio de 2013 
  214. «Phoenix Film Critics Society Awards». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  215. «2002 Saturn Awards». Consultado em 16 de março de 2017 
  216. «Phoenix Film Critics Society Awards». Consultado em 16 de março de 2017 
  217. «Broadcast Film Critics Association Awards». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  218. «2005 Saturn Awards». Consultado em 16 de março de 2017 
  219. «Broadcast Film Critics Association Awards». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  220. «2006 Saturn Awards». Consultado em 16 de março de 2017 
  221. «Previous winners - 2006». Empireonline.com. Bauer Consumer Media. 2012. Consultado em 15 de setembro de 2014 
  222. a b Borgo, Érico (5 de junho de 2006). «Conheça os vencedores do MTV Movie Awards 2006». Omelete. Consultado em 16 de março de 2017 
  223. «Empire Awards 2008 UK». Consultado em 14 de maio de 2013 
  224. Adler, Shawn (6 de maio de 2008). «MTV Movie Award Nominations Show Some McLovin To 'Superbad,' 'Juno,' 'Transformers' And More». MTV. Consultado em 30 de maio de 2011 
  225. Weinberg, Scott (20 de fevereiro de 2008). «2007 Saturn Award Nominees Have Landed». Moviefone. AOL Inc. Consultado em 30 de maio de 2011 
  226. a b Broadway.com Staff (22 de maio de 2011). «The Fans Have Spoken! 2009 Broadway.com Audience Award Winners Announced». Broadway.com. Consultado em 30 de maio de 2011 
  227. Broadway.com Staff (21 de abril de 2011). «2009 Drama League Award Nominees Announced». Broadway.com. Consultado em 30 de maio de 2011 
  228. «Vote for J-14's Teen Icon Awards!». Revista J-14. Bauer Teen Network. 14 de setembro de 2010. Consultado em 30 de maio de 2011 
  229. a b «Daniel Radcliffe Awards and Nominations». ACESHOWBIZ. Consultado em 16 de março de 2017 
  230. «People's Choice Awards, USA». IMDb. Consultado em 16 de março de 2017 
  231. a b Broadway.com Staff (15 de maio de 2011). «2011 Broadway.com Audience Choice Award Winners Announced». Broadway.com. Consultado em 30 de maio de 2011 
  232. «Movie Star Nominees». VH1. 2011. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  233. a b c MTV Movie Award Staff (3 de maio de 2011). «'Eclipse,' 'Inception' Lead 2011 MTV Movie Awards Nominations». MTV. Consultado em 30 de maio de 2011 
  234. a b c Votta, Rae (29 de junho de 2011). «Teen Choice Awards 2011 Nominees Announced: Harry Potter vs Twilight». Huffington Post. HuffingtonPost.com Inc. Consultado em 16 de agosto de 2011 
  235. «Best Fantasy Actor». Spike TV. Consultado em 12 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2013 
  236. «Best Ensemble». Spike TV. Consultado em 12 de setembro de 2011. Cópia arquivada em 16 de janeiro de 2013 
  237. a b c «Nominations Announced for the 'People's Choice Awards 2012'». TVbythenumbers. Zap2it.com. 8 de novembro de 2011. Consultado em 1 de janeiro de 2012 
  238. «Daniel Radcliffe Among Nominees for 25th ANNUAL KIDS' CHOICE AWARDS, 3/31». TV News Desk. Broadway World. 16 de fevereiro de 2012. Consultado em 17 de março de 2017 
  239. «2012 MTV Movie Awards Nominees: The Full List». MTV. Consultado em 3 de junho de 2012 
  240. a b «MTV Movie Awards: Check out the winners here». Entertainment Weekly. 3 de junho de 2012. Consultado em 3 de junho de 2012 
  241. «Best Musical Theater Album». National Academy of Recording Arts and Sciences. 2 de dezembro de 2011. Consultado em 2 de dezembro de 2011 
  242. «Juno Temple: Daniel Radcliffe is Man of the Year!». Just Jared Jr. 4 de junho de 2013. Consultado em 17 de março de 2017 
  243. «Empire Hero Award Daniel Radcliffe». Jameson Empire Awards 2013. Consultado em 12 de setembro de 2013 
  244. Lefkowitz, Andy (25 de abril de 2014). «A Gentleman's Guide to Love and Murder Leads the 2014 Drama Desk Award Nominations». TheatreMania.com. Nova Iorque. Consultado em 17 de março de 2017 
  245. Britton, Luke Morgan (17 de fevereiro de 2016). «NME Awards 2016 with Austin, Texas full winners list». NME. Consultado em 17 de março de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons