Kenneth Branagh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Kenneth Branagh
Nome completo Kenneth Charles Branagh
Nascimento 10 de dezembro de 1960 (55 anos)
Belfast
Ocupação Ator
Cônjuge Lindsay Brunnock (2003-presente)
Emmys
Melhor Ator em minissérie ou telefilme

2001 - Conspiracy

Prémios BAFTA
Melhor Realizador
1990
IMDb: (inglês)

Kenneth Charles Branagh, Kt (Belfast, 10 de dezembro de 1960) é um ator, diretor e roteirista britânico nascido na Irlanda do Norte. Aos nove anos, mudou-se para a Inglaterra, onde estudou na Royal Academy of Dramatic Art. É um dos mais importantes intérpretes de Shakespeare da atualidade. É conhecido por interpretar Gilderoy Lockhart em Harry Potter e a Câmara Secreta, por dirigir e atuar no filme Mary Shelley's Frankenstein, com Robert de Niro e Helena Bonham Carter e por dirigir o filme Thor, grande sucesso de bilheteira em 2011. Além de dirigir o filme em live-action do clássico Cinderela em 2015.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Kenneth Branagh, o segundo de três filhos, nasceu e passou os primeiros anos da sua vida em Belfast. É oriundo de uma família da classe trabalhadora e protestante. O seu pai era canalizador e carpinteiro[1]. Quando Kenneth tinha 9 anos, a sua família mudou-se para Reading no Berkshire para fugir dos "The Troubles"[2]. Kenneth frequentou a Grove Primary School, a Whitekights Primary School e, mais tarde, a Meadway School em Tilehurst onde participou em peças como Toad of Toad Hall e Oh, What a Lovely War!. Na escola assimilou o sotaque inglês para evitar que fosse alvo de bullying.

Atualmente sobre a a sua identidade diz: "Sinto-me irlandês. Acho que não é possível retirarem Belfast deste rapaz" e atribui o seu "amor pelas palavras" à sua identidade irlandesa[1]. Na sua juventude foi membro do Reading Cine & Video Society (atualmente Reading Film & Video Makers) e um membro ativo do Progress Theatre do qual é agora benfeitor.

Kenneth estudou na Royal Academy of Dramatic Art (RADA)[3].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

A carreira de Kenneth Branagh começou no teatro. Em 1982 recebeu o prémio SWET de ator revelação pelo seu papel de Judd na peça Another Country, o seu primeiro trabalho após terminar os seus estudos na RADA. Kenneth fez parte de uma nova geração de atores de sucesso formados pela prestigiada escola de representação que também incluiu nomes como Jonathan Pryce, Juliet Stevenson, Alan Rickman, Anton Lesser, Bruce Payne e Fiona Shaw. Em 1984 participou na peça Henry V da Royal Shakespeare Company encenada por Adrian Noble. Esta foi uma das peças mais bem sucedidas da companhia e esgotou muitas das suas exibições, principalmente no teatro Barbican em Londres. Mais tarde, em 1989, Kenneth adaptou a peça ao cinema. Kenneth e David Parfitt criaram a companhia de teatro Renaissance Theatre Company em 1987 no seguimento do sucesso de várias peças na edição de Londres do Festival de Fringe. A primeira grande produção da Renaissance foi Twelfth Night, uma adaptação da peça de William Shakesperare apresentada no Riverside Studios em Hammersmith no Natal de 1987. O elenco era composto por Richard Bries no papel de Malvollo e Frances Barber no papel de Viola e uma banda sonora original composta pelo ator, músico e compositor Patrick Doyle.

Kenneth ganhou notoriedade entre os meios de comunicação e nos palcos britânicos quando o Rennaissance colaborou com o Birmingham Rep numa digressão com três peças de Shakespeare em 1988. Esta digressão ficou marcada pela estreia na encenação de atores como Judi Dench (Much Ado About Nothing), Geraldine McEwan (As You Like It) e Derek Jacobi (Hamlet, onde Kenneth fez o papel principal). O crítico do Evening Standard, Milton Shulman disse: "A parte positiva é que Branagh tem a vitalidade de Olivier, a paixão de Gielgud, a confiança de Guinness, para falar apenas de três atores famosos que representaram o papel. A parte negativa é que não tem a atração de Olivier, nem a voz doce de Gielgud, nem a inteligência de Guinness".

No ano seguinte, em 1989, Kenneth partilhou o palco com Emma Thompson numa adaptação da Rennaissance da peça Look Back in Anger. Judi Dench encenou a peça e realizou a adaptação televisiva da mesma.

Em 2001 encenou a peça The Play I Wrote. Em 2002, Kenneth protagonizou a peça Richard III no Crucible Theatre em Londres. Em 2003 protagonizou a peça Edmond de David Mamet no National Theatre. Entre setembro e novembro de 2008, Kenneth protagonizou uma nova versão de Tom Stoppard da peça Ivanov no Donmar Warehouse. Vários críticos consideraram o seu desempenho um dos melhores desse ano e o papel valeu-lhe o prémio de Melhor Ator nos Critics' Circle Theatre Awards, porém, para surpresa de vários críticos, não foi nomeado para o prémio Olivier.[4]

Em julho de 2013, foi um dos encenadores e protagonista da peça Macbeth no Manchester Internacional Festival. Os bilhetes para a última apresentação da pela esgotaram e esta foi exibida nos cinemas como parte do National Theatre Live. Kenneth voltou a assumir os mesmos deveres quando a peça se mudou para o Park Avenue Armory em Nova Iorque em junho de 2014. Esta foi a estreia do ator nos palcos de Nova Iorque.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Kenneth é conhecido pelas suas várias adaptações de peças de William Shakesperare ao cinema. A primeira foi Henry V (1989), seguida de Much Ado About Nothing (1993), Hamlet (1996), Love's Labour Lost (2000) e As You Like It (2006). As You Like It foi exibido nos cinemas na Europa, mas nos E.U.A. estreou na televisão na HBO em agosto de 2007. Houve rumores de que Kenneth tinha sido um dos atores considerados para o papel de Obi-Wan nas três prequelas de Star Wars.

Os filmes mais conhecidos com Kenneth Branagh para além dos filmes baseados em obras de William Shakesperare incluem: Dead Again (1991), Mary Shelley's Frankenstein (ambos realizados por Branagh), Wild Wild West (1999), Rabbit-Proof Fence (2002), Valkyrie (2008) e The Boat That Rocked (2009). Para muitos, o seu papel mais memorável no cinema foi o do professor Gilderoy Lockhart no segundo filme da saga Harry Potter, Harry Potter and the Chamber of Secrets (2002).

Entre 1989 e 1996, Kenneth realizou a maioria dos filmes onde participou. Filmes esses que incluem Peter's Friends, com um elenco composto principalmente pelos seus antigos colegas de escola Emma Thompson, Hugh Laurie, Tony Slattery e Stephen Fry, para além de Imelda Staunton e Rita Rudner. Porém, o fracasso comercial de Love's Labour Lost fez com que suspendesse a sua carreira como realizador durante alguns anos. Em 2006, no mesmo ano em que a versão para o cinema de As You Like It foi lançada, Branagh realizou uma versão da ópera A Flauta Mágica de Mozart que ainda não foi lançada nos E.U.A. sob qualquer forma. Branagh também realizou o thriller Sleuth (2007) um remake do filme com o mesmo nome de 1972. Enquanto promovia o filme Valkyrie em 2008, Kenneth confirmou que fora escolhido para realizar o filme Thor, baseado no super-herói da Marvel[5]. O filme que marcou o regresso de Kenneth Branagh à realização de filmes de grande orçamento estreou a 6 de maio de 2011. No mesmo ano, Kenneth representou o papel de Laurence Olivier no filme My Week with Marilyn.

Em 2015 foi lançado o filme Cinderela, uma adaptação live-action do filme de animação da Disney que Kenneth realizou.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Kenneth esteve envolvido em vários telefilmes ao longo da sua carreira. Entre os seus desempenhos mais elogiados encontra-se o de presidente Franklin D. Roosevelt no telefilme Warm Springs (2005) que lhe valeu uma nomeação para os prémios Emmy. Kenneth tinha recebido esse prémios alguns anos antes, em 2001 pelo seu desempenho no telefilme Conspiracy, onde fez o papel do líder das SS, Reinhard Heydrich. Em 2002 Kenneth protagonizou o telefilme de duas partes Shackleton, a dramatização da Expedição Transantártica Imperial de 1914 e da batalha pela sobrevivência que lhe valeu nomeações para os BAFTA e os Emmy. Kenneth narrou os documentários da BBC Walking with Dinossaurs, World War 1 in Colour, Walking with Beasts e Walking with Monsters, e a mini-série Great Composers.

Kenneth protagonizou a versão britânica da série Wallender, uma adaptação de uma série de livros de crime. Branagh faz o papel do Inspetor Kurt Wallender e também foi produtor executivo da série. A primeira temporada de três episódios foi transmitida pelo canal BBC One em novembro e dezembro de 2008. Kenneth recebeu o prémio de Melhor Ator nos Broadcasting Press Guild Television and Radio Awards, o seu primeiro prémio por um desempenho televisivo no Reino Unido. Em abril de 2009 venceu o prémio de Melhor Ator nos BAFTA TV. O seu desempenho no primério episódio da série, One Step Behind, veleu-lhe uma nomeação pafra os Emmy's na categoria de Melhor Ator numa Mini-Série ou Telefilme e ainda uma nomeação para os Crime Thriller Awards de 2009. A segunda temporada de Wallender foi transmitida em janeiro de 2010 e a terceira em julho de 2012.

Rádio[editar | editar código-fonte]

Kenneth protagonizou as peças de rádio Hamlet e Cyrano de Bergerac e fez o papel de Edmund em King Lear.

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Kenneth narrou vários livros áudio, entre eles The Magician's Nephew de C.S. Lewis.

Participou na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de 2012 de Londres onde fez o papel de  Isambard Kingdom Brune no segmento da Revolução Industrial e declamou um discurso retirado de The Tempest.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com a atriz Emma Thompson entre 1989 e 1995 com quem trabalhou na mini-série Fortunes of War, entre outros. Quando ainda estava casado com ela e na altura em que realizou o filme Mary Shelley's Frankenstein, Branagh teve um caso com a atriz Helena Bonham Carter, uma das protagonistas.[6] Em 2003 casou-se com a realizadora Lindsay Bunnock que conheceu nas filmagens de Shakleton.[7]

É adepto do Tottenham Hotspur e do Rangers F.C.[8]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como ator[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Notas
2013 Operação Sombra: Jack Ryan Viktor Cherevin
2012 Stars in Shorts Mark Snow
Cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos 2012 Isambard Kingdom Brunel Parte no 'Pandemonium', sequência de Industrial Revolution
2011 My Week with Marilyn (br: Sete Dias com Marilyn) Sir Laurence Olivier Oscar - Melhor Ator Coadjuvante
Prodigal Mark Snow curta-metragem
A Poem Is... Narrador
2009 The Boat That Rocked (br: Piratas do Rock) Sir Alistair Dormandy
2008 Wallander Kurt Wallander Série de TV (9 episódios); como produtor executivo
10 Days to War Tim Collins Série de televisão (1 episódio "Our Business Is North")
Valkyrie (br: Operação Valquíria) Major-General Henning von Tresckow
2007 Sleuth outro cara da TV Não creditado
2006 The Magic Flute
The American Experience Narrador Série de televisão/Documentário (1 episódio: "The Man Behind Hitler")
2005 Warm Springs Franklin D. Roosevelt televisão
2004 Five Children and It Tio Albert
2002 Rabbit-Proof Fence (br: Geração roubada - pt: A vedação) A. O. Neville
Harry Potter and the Chamber of Secrets (br: Harry Potter e a câmara secreta - pt: Harry Potter e a câmara dos segredos) Professor Gilderoy Lockhart
Shackleton Sir Ernest Henry Shackleton televisão
2001 Conspiracy Reinhard Heydrich
Schneider's 2nd Stage Joseph Barnett curta-metragem
2000 Big Al uncovered televisão / curta-metragem
The Periwig-Maker Periwig-Maker voz
The Road to El Dorado (br/pt: O caminho para El Dorado) Miguel
How to Kill Your Neighbor's Dog (br/pt: Como matar o cão do vizinho) Peter McGowan
Love's Labour's Lost Berowne
1999 Wild Wild West (br: As loucas aventuras de James West - pt: Wild Wild West) Dr. Arliss Loveless Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante
Alien love Triangle Steven Chesterman curta-metragem
The Betty Schimmel Story
1998 The Dance of Shiva Col. Evans
The Theory of Flight (br: Livre para voar - pt: Teoria de voo) Richard
Celebrity (br/pt: Celebridades) Lee Simon
The Proposition (br/pt: A proposta) Pai Michael McKinnon
The Gingerbread Man (br: A armação - pt: Caminhos perigosos) Rick Magruder
1996 Hamlet Hamlet
Looking for Richard (br: Ricardo III - Um ensaio)
1995 Othello (br/pt: Othello) Iago
Shadow of a Gunman televisão
Performance Donal Davoren Série de televisão, 1 episódio: "Shadow of a Gunman"
1994 Frankenstein (br/pt: Frankenstein de Mary Shelley) Victor Frankenstein
True Story of Frankestein televisão
1993 Much Ado About Nothing (br/pt: Muito barulho por nada) Benedick Independent Spirit Awards de Melhor Filme
Swing Kids (br: Os últimos rebeldes) Herr Knopp, Gestapo não creditado
1992 Peter's Friend (br: Para o resto de nossas vidas) Andrew Benson
1991 Dead Again (br: Voltar a morrer - pt: Viver de novo) Roman Strauss/Mike Church
1990 Discovering Hamlet
1989 Henry V (br/pt: Henrique V) Henrique V Oscar, de Melhor Ator.
BAFTA, na categoria de Melhor Ator.
Look Back in Anger Jimmy Porter televisão
1988 American Playhouse Gordan Evans
Thompson Diversos papéis Série de televisão; 6 episódios.
1987 High Season (br: Casos de paixão) Rick
The Lady's Not for Burning Thomas Mendip televisão
A Month in the Country James Moon
Strange Interlude (br: Interlúdio) televisão
Fortunes Of War Guy Pringle Série de televisão; 7 episódios.
Theatre Night Oswald Série de TV; 1 episódio. "Ghosts"
Loma Billy televisão
1985 Coming Through (br: Casos de paixão) D. H. Lawrence
1984 Boy in the Bush Jack Grant Mini-série de televisão
1983 To the Lighthouse Charles Tansley televisão
Maybury Robert Clyde Moffat Série de televisão; 2 episódios.
1982 Too Late to Talk to Billy televisão
Play for Today Billy Martin Série de televisão; 3 episódios.
Play for Tomorrow Estudante Série de televisão; 1 episódio "Easter 2016".
1981 Chariots of Fire (br: Carruagens de Fogo - pt: Momentos de Glória Estudante de Cambridge não creditado.

Como diretor[editar | editar código-fonte]

Ano Título Notas
2015 Cinderela
2013 Operação Sombra - Jack Ryan
2011 Thor
2006 The Magic Flute
As You Like It
2003 Listening
2000 Love's Labour's Lost
1996 Hamlet Oscar de Melhor Argumento/Roteiro Adaptado
1995 In the Bleak Midwinter
1994 Frankenstein
1993 Much Ado About Nothing
1992 Peter's Friends
Swan Song Oscar de Melhor Curta de Animação
1991 Dead Again
1989 Henry V Oscar, de Melhor Diretor

BAFTA, na categoria de Melhor Realizador/Diretor

Como roteirista[editar | editar código-fonte]

Ano Títilo
2006 The Magic Flute
As You Like It
2003 Listening
2000 Love's Labour's Lost
1996 Hamlet
1995 In the Bleak Midwinter
1993 Much Ado About Nothing
1989 Henry V

Referências

  1. a b «Biografia de Keneth Branagh». 
  2. James Rampton (19 de janeiro de 2002). «Staying In: An Appetite for Destruction». The Indepentdent. Consultado em 13 de abril de 2015. 
  3. David James Smith (20 de fevereiro de 2000). «IN THE COMPANY OF KEN». London Times. Consultado em 13 de abril de 2015. 
  4. Tanitch, Robert. The London Stage in the 20th Century [S.l.: s.n.] 
  5. Josh Horowitz (13 de dezembro de 2008). «EXCLUSIVE: Kenneth Branagh Breaks Silence On 'Thor,' Says Casting Talk Is Premature». MTV Movies. Consultado em 13 de abril de 2015. 
  6. Sarah Smyth (12 de novembro de 2013). «Emma Thompson forgives Helena Bonham-Carter for affair that ended her marriage to Kenneth Brannagh». The Daily Mail. Consultado em 13 de abril de 2015. 
  7. ALISON BOSHOFF. «Is Ken turning over a new leaf?». 
  8. Kenneth Branagh (23 de maio de 2000). «Kenneth Branagh on Tottenham Hotspur». The Guardian. Consultado em 13 de abril de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]