Guillermo del Toro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guillermo del Toro
Guillermo del Toro na Comic Con de San Diego, 2010.
Nome completo Guillermo del Toro Gómez
Nascimento 9 de outubro de 1964 (53 anos)
Guadalajara, México
Nacionalidade mexicano
Ocupação Diretor, produtor, roteirista
Atividade 1985 - presente
Cônjuge Lorenza Newton
Prémios BAFTA
Melhor Filme Estrangeiro
2007 – El Laberinto del Fauno
Festival de Veneza
Leão de Ouro
2017 – The Shape of Water
Página oficial
IMDb: (inglês)

Guillermo del Toro (Guadalajara, 9 de outubro de 1964) é um cineasta e escritor mexicano.

Criado pela sua avó, Del Toro desenvolveu interesse por cinema quando adolescente. Mais tarde, aprendeu sobre efeitos e maquiagem com Dick Smith (que trabalhara em O Exorcista e vários curta-metragens). Por dez anos, trabalhou como supervisor de maquiagem, até formar a sua própria companhia, Necropia, no começo dos anos 80. Dirigiu ainda programas para a TV Mexicana, onde aprendeu a fazer filmes.

Em 1986, aos 21 anos, Del Toro foi produtor executivo de seu primeiro filme, Dona Herlinda e seu Filho. Seu primeiro sucesso foi Cronos, em 1992, filme que ganhou nove prêmios no México e se tornou um sucesso em Cannes. Seguindo o sucesso de Cronos, dirigiu um filme de Hollywood, Mimic (1997) com Mira Sorvino. Decepcionado com o resultado pobre deste filme, retornou ao México, formou a produtora The Tequila Gang e conquistou a crítica com o filme de horror atmosférico A Espinha do Diabo, uma história de fantasma situada na época da Guerra Civil Espanhola. Em 2002, Del Toro voltou a Hollywood para dirigir Blade 2 e, em 2004, dirigu Hellboy. Conquistou o estrelato com O Labirinto do Fauno, filme de fantasia sombria similar a A Espinha do Diabo, que foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2007.

Depois da continuação Hellboy II: The Golden Army, lançado em 2008, Del Toro focou-se no trabalho de produtor. Desistiu de dirigir O Hobbit para apenas ajudar no roteiro devido aos atrasos da produtora em dar andamento.[1] Desde 2010, é parceiro da DreamWorks Animation, produzindo e supervisionando os filmes animados do estúdio.[2] Em 2013, dirigiu o filme Pacific Rim, uma homenagem aos filmes de monstro japoneses. Em 2015, dirigiu A Colina Escarlate, um romance gótico.

Del Toro mora em Los Angeles e é casado com Lorenza Newton, com quem teve duas filhas: Mariana e Marisa. Também investiu na literatura, escrevendo A Trilogia da Escuridão em parceria com Chuck Hogan.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Creditado como
Diretor Roteirista Produtor
1986 Dona Herlinda e seu Filho Sim
1993 Cronos Sim Sim
1997 Mimic Sim Sim
1998 Un Embrujo Sim
2001 A Espinha do Diabo Sim Sim
2002 Asesino en serio Sim
Blade II Sim
2004 Crónicas Sim
Hellboy Sim Sim
2006 Hellboy: Espada das Tempestades Sim
O Labirinto do Fauno Sim Sim Sim
2007 Hellboy: Blood and Iron Sim
O Orfanato Sim
2008 While She Was Out Sim
Rudo y Cursi Sim
Cosas insignificantes Sim
Hellboy II: O Exército Dourado Sim Sim
2009 Splice - A Nova Espécie Sim
2010 Biutiful Sim
Los Ojos de Julia Sim
2011 Não Tenha Medo do Escuro Sim Sim
Kung Fu Panda 2 Sim
O Gato de Botas Sim
2012 Rise of the Guardians Sim
The Hobbit Sim
Dos Espadas Sim
2013 Pacific Rim Sim Sim Sim
Mama Sim
2014 Festa no Céu Sim
2015 A Colina Escarlate Sim
2016 Trollhunters Sim Sim Sim
2017 The Shape of Water Sim Sim Sim

Recepção[editar | editar código-fonte]

Filme Rotten Tomatoes[3] Metacritic[4]
Cronos 89% 70
Mimic 61% 55
El espinazo del diablo 92% 78
Blade II 57% 52
Hellboy 81% 72
O Labirinto do Fauno 95% 98
Hellboy II: The Golden Army 85% 78
Pacific Rim 71% 64
Crimson Peak 71% 66

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Ganhou o Prêmio Mercedes-Benz no Festival de Cannes, por "Cronos" (1993).
  • Ganhou o prêmio de Melhor Filme de Estréia no Festival de Havana, por "Cronos" (1993).
  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Original, por "El laberinto del fauno" (2006).
  • Recebeu uma nomeação ao Goya de Melhor Realizador, por "El laberinto del fauno" (2006).
  • Em 2017, seu filme The Shape of Water ganhou o Leão de Ouro no Festival de Veneza.[5]

Referências

  1. «Guillermo del Toro departs The Hobbit». theonering.com. 30 de maio de 2010. Consultado em 30 de maio de 2010 
  2. «A Era da Inocência». Estado de Minas 
  3. «Guilherme Del Toro». Rotten Tomatoes 
  4. «Guilhermo Del Toro». Metacritic 
  5. «Mexicano Guillermo del Toro conquista Leão de Ouro em Veneza». G1 - Cinema. Globo. 11 de setembro de 2017. Consultado em 3 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]