Guillermo del Toro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guillermo del Toro
Guillermo del Toro na San Diego Comic Con International de 2015, em San Diego, Califórnia, Estados Unidos
Nome completo Guillermo del Toro Gómez
Nascimento 9 de outubro de 1964 (52 anos)
Guadalajara, estado de Jalisco,  México
Nacionalidade México mexicano
Residência Agoura Hills, Califórnia,
 Estados Unidos
Ocupação diretor, produtor, roteirista cinematográfico, escritor
Atividade 1985-presente
Cônjuge Lorenza Newton (1986-presente)
Assinatura Guillermo del Toro signature.svg
Outros prémios
Prémio do Fantasporto
1994, 2007
[[1] Página oficial]
IMDb: (inglês)

Guillermo del Toro (nascido Guillermo del Toro Gómez; Guadalajara, 9 de outubro de 1964) é cineasta, diretor, produtor, roteirista, escritor e empresário mexicano radicado nos Estados Unidos.

Ao longo de sua carreira profissional de mais de trinta anos, Del Toro vem alternando entre produções em espanhol de terror gótico e dark fantasy e longas em inglês de ação e ficção.

Seu primeiro sucesso foi Cronos, em 1992, filme que ganhou nove prêmios no México e se tornou um sucesso no Festival de Cannes na França em 1993. No início dos anos 2000, produziu e dirigiu El espinazo del diablo, de 2001, uma história de fantasma passada na época da Guerra Civil Espanhola, e trabalhou em suas primeiras grandes produções anglófonas em Hollywood, Blade 2, de 2002, e Hellboy, de 2004. Sua consagração internacional, no entanto, veio com O Labirinto do Fauno (no original, El Labirinto del Fauno), de 2006, um longa hispânico de horror e fantasia, tendo ganho três Óscars da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA.

Os trabalhos de del Toro são caracterizados pela forte influência de conto de fadas europeus e por aspectos do gênero de horror, com foco visual estilístico onipresente e recorrente linguagem poética e metafórica. Contemporâneo dos também diretores mexicanos Alejandro González Iñárritu e Alfonso Cuarón, integra ao lado deles o grupo "The Tres Amigos of Cinema", como apelidados pela imprensa americana especializada, ícones de uma bem-sucedida geração de cineastas de origem mexicana cujos trabalhos alcançam êxito internacional[1].

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Creditado como
Diretor Roteirista Produtor
1986 Dona Herlinda e seu Filho Sim
1993 Cronos Sim Sim
1997 Mimic Sim Sim
1998 Un Embrujo Sim
2001 A Espinha do Diabo Sim Sim
2002 Asesino en serio Sim
Blade II Sim
2004 Crónicas Sim
Hellboy Sim Sim
2006 Hellboy: Espada das Tempestades Sim
O Labirinto do Fauno Sim Sim Sim
2007 Hellboy: Blood and Iron Sim
O Orfanato Sim
2008 While She Was Out Sim
Rudo y Cursi Sim
Cosas insignificantes Sim
Hellboy II: O Exército Dourado Sim Sim
2009 Splice — A Nova Espécie Sim
2010 Biutiful Sim
Los Ojos de Julia Sim
2011 Não Tenha Medo do Escuro Sim Sim
Kung Fu Panda 2 Sim
O Gato de Botas Sim
2012 Rise of the Guardians Sim
The Hobbit Sim
Dos Espadas Sim
2013 Pacific Rim Sim Sim Sim
Mama Sim
2014 Festa no Céu (The book of life) Sim
2015 A Colina Escarlate Sim
2016 Caçadores de Trolls Sim Sim Sim
2017 pinocchio Sim Sim
20?? O Jardim Secreto(nova adaptação)

Recepção[editar | editar código-fonte]

Filme Rotten Tomatoes[2] Metacritic[3]
Cronos 89% 70
Mimic 61% 55
El espinazo del diablo 92% 78
Blade II 57% 52
Hellboy 81% 72
O Labirinto do Fauno 95% 98
Hellboy II: The Golden Army 85% 78
Pacific Rim 71% 64
Crimson Peak 71% 66

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Ganhou o Prêmio Mercedes-Benz no Festival de Cannes, por "Cronos" (1993).
  • Ganhou o prêmio de Melhor Filme de Estréia no Festival de Havana, por "Cronos" (1993).
  • Recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Argumento Original, por "El laberinto del fauno" (2006).
  • Recebeu uma nomeação ao Goya de Melhor Realizador, por "El laberinto del fauno" (2006).

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

|}