Pacific Rim: Uprising

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pacific Rim: Uprising
Batalha do Pacífico: A Revolta (PT)
Círculo de Fogo: A Revolta (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2018 •  cor •  111 min 
Direção Steven S. DeKnight
Produção Guillermo del Toro
Thomas Tull
Jon Jashni
Mary Parent
John Boyega
Femi Oguns
Roteiro Steven S. DeKnight
Emily Carmichael
Kira Snyder
T.S. Nowlin
História Guillermo del Toro
Baseado em Personagens por
Travis Beacham
Elenco John Boyega
Scott Eastwood
Cailee Spaeny
Jing Tian
Rinko Kikuchi
Charlie Day
Burn Gorman
Gênero Ação
Aventura
Ficção científica
Música John Paesano
Cinematografia Dan Mindel
Edição Zach Staenberg
Companhia(s) produtora(s) Legendary Pictures
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Reino Unido 15 de março de 2018
(Vue West End)
Brasil 22 de março de 2018
Estados Unidos 23 de março de 2018
Portugal 5 de abril de 2018
Idioma Inglês
Orçamento US$ 150 milhões[1]
Receita US$ 290.061.297[2]
Cronologia
Pacific Rim
(2013)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Pacific Rim: Uprising (no Brasil, Círculo de Fogo: A Revolta;[3] em Portugal, Batalha do Pacífico: A Revolta[4]) é um filme de ação, aventura e ficção científica estadunidense de 2018, dirigido por Steven S. DeKnight e escrito por DeKnight, Emily Carmichael, Kira Snyder e T.S. Nowlin, a partir da história escrita por Guillermo del Toro, sendo a sequência de Pacific Rim, de 2013. Produzido pela Legendary Pictures e distribuído pela Universal Pictures, é estrelado por John Boyega, Scott Eastwood, Cailee Spaeny e Jing Tian, com Rinko Kikuchi, Charlie Day e Burn Gorman, que reprisam seus papéis do filme anterior.

A pré-estreia de Pacific Rim: Uprising ocorreu no dia 15 de março de 2018 no Vue West End, em Londres. Estreou no Brasil em 22 de março de 2018, sendo lançado nos Estados Unidos no dia 23 de março de 2018 nos formatos convencional, RealD 3D, IMAX e IMAX 3D. Em Portugal, a estreia ocorrerá em 5 de abril de 2018. Recebeu críticas mistas, destacando-se as performances do elenco, em especial Boyega e Spaeny, o ritmo e o CGI, enquanto a narrativa foi recebida de forma negativa. A crítica especializada o classifica como um "entretenimento divertido e bobo", podendo agradar o público que estiver sem maiores pretensões e que seja consumidor de títulos "barulhentos, ousados e que possuem histórias que giram em torno de prolongadas e insignificantes cenas de destruição". Para alguns críticos, Uprising apresenta uma qualidade simpática e divertida,e tambem faz parte dos filmes Transformers.[5][6] Arrecadou mais de US$ 290 milhões mundialmente,[2] contra um orçamento de US$ 150 milhões.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O conflito de proporções globais entre os monstros gigantes de outro mundo e as super máquinas pilotadas por humanos foi apenas o prelúdio do grande ataque que a humanidade enfrentará.

John Boyega estrela como o rebelde Jake Pentecost, um outrora promissor piloto de Jaeger, cujo lendário pai deu sua vida para garantir a vitória da humanidade contra os monstruosos kaijus. Jake tinha abandonado o seu treinamento apenas para envolver-se com o submundo do crime. Mas quando inimigos ainda mais imbatíveis são liberados sobre nossas cidades e ameaçam colocar nosso mundo de joelhos, a ele é oferecida uma última chance de honrar o legado de seu pai. Sua irmã adotiva, Mako Mori (Rinko Kikuchi), lidera uma nova geração de pilotos que cresceram sob a sombra da guerra. Buscando justiça para os caídos, sua última esperança é permanecer unidos em um levante global contra as forças que podem nos levar a extinção.

Jake une-se a um piloto rival, Lambert (Scott Eastwood) e uma hacker de Jaeger de 15 anos, Amara (Caille Spaeny), que se tornam sua família. Eles são a mais poderosa linha de defesa que já caminhou sobre a Terra.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • John Boyega como Jake Pentecost
  • Scott Eastwood como Nate Lambert
  • Cailee Spaeny como Amara
  • Jing Tian como Liwen Shao
  • Rinko Kikuchi como Mako Mori
  • Charlie Day como Dr. Newt Geiszler
  • Burn Gorman como Dr. Hermann Gottlieb
  • Karan Brar como Suresh
  • Ivanna Sakhno como Vik
  • Zhang Jin como Marechal Quan
  • Adria Arjona como Jules Reyes
  • Mackenyu como Ryoichi
  • Shyrley Rodriguez como Renata
  • Rahart Adams como Tahima Shaheen
  • Levi Meaden como Ilya
  • Wesley Wong como Jinhai
  • Lily Ji como Mei Lin
  • Nick E. Tarabay como Sonny

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 2012, antes do lançamento do primeiro filme, Del Toro observou que ele tinha idéias para a sequência.[7] Mais tarde, em 2014, notaram que ele secretamente estava trabalhando no roteiro com Zak Penn por vários meses.[8] Posteriormente, em junho, Del Toro confirmou que dirigiria a sequela, e que seria lançado pela Universal Pictures, novo sócio de finanças e distribuição da Legendary, em 7 de abril de 2017.[9] Em julho de 2015, foi relatado que a filmagem estava prevista para começar em novembro, no entanto a produção foi interrompida após os conflitos entre Universal e Legendary. Como o futuro da sequela ficou claro, a Universal indefinidamente adiou o filme.[10][11] Ainda determinado a fazer o filme, Del Toro continuou trabalhando no filme e, em outubro, anunciou que havia apresentado ao estúdio um roteiro e um orçamento.[12]

Após a venda da Legendary para o Grupo Chinês Wanda por US$ 3,5 bilhões,[13] observadores observaram uma maior probabilidade de a produção de Círculo de Fogo 2 ser revitalizada porque o primeiro filme foi tão bem sucedido na China.[14]

Em fevereiro de 2016, o estúdio e o próprio del Toro, via Twitter, anunciaram que Steven S. DeKnight assumiria funções de direção com um novo roteiro escrito por Jon Spaihts marcando a estréia de DeKnight como diretor, enquanto del Toro permaneceria no projeto como produtor.[15] Derek Connolly foi trazido em 12 de maio de 2016, para fazer outra reescrição do roteiro.[16]

Pré-produção[editar | editar código-fonte]

Os anúncios em elenco começaram em junho, John Boyega aceitando um papel.[17] Com a notícia de que Scott Eastwood estava em negociações aparecendo mais tarde naquele mês.[18] Outros anúncios ocorreram em setembro[19][20][21][22] e novembro.[23] Uma notável ausência do elenco foi Charlie Hunnam, que não conseguiu se juntar ao projeto por causa de seus conflitos de agenda.[24]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens do filme começaram em 9 de novembro de 2016, na Austrália.[25][26] Em 14 de dezembro de 2016, o título oficial foi revelado ser Pacific Rim: Uprising.[27] Em fevereiro de 2017, foi revelado que três jaegers estarão de volta, reconstruídos e atualizados como Gipsy Danger, Crimson Typhoon e Cherno Alpha.[28] Em 8 de março de 2017 as filmagens começaram na China.[29] Em 30 de março de 2017, as filmagens foram concluídas.[30]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O compositor John Paesano estará escrevendo a partitura do filme, substituindo o compositor do primeiro filme, Ramin Djawadi.[31]

Referências

  1. a b «Seesawing Fate of Legendary Reflects the Film Industry's Volatility» (em inglês). The New York Times. 25 de julho de 2017. Consultado em 6 de fevereiro de 2018. 
  2. a b «'Pacific Rim Uprising' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 31 de maio de 2018. 
  3. «CÍRCULO DE FOGO: A REVOLTA». AdoroCinema. Consultado em 1 de abril de 2018. 
  4. «Pacific Rim: A Revolta (2018)». filmSPOT. Consultado em 1 de abril de 2018. 
  5. «PACIFIC RIM: UPRISING IS NOT THAT GOOD» (em inglês). Rotten Tomatoes. 22 de março de 2018. Consultado em 24 de março de 2018. 
  6. «Pacific Rim Uprising review round up: Here's what the critics are saying» (em inglês). The Independent. 21 de março de 2018. Consultado em 24 de março de 2018. 
  7. Vary, Adam B. (24 de Julho de 2012). «Pacific Rim Comic-Con panel: Giant robots! Giant monsters! Giant monster American Idol (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 28 de Julho de 2012. 
  8. «"Pacific Rim 2" Script In The Works, Says Guillermo del Toro» (em inglês). BuzzFeed. 8 de junho de 2014. Consultado em 8 de junho de 2014. 
  9. McNary, Dave (26 de Junho de 2014). «'Pacific Rim 2′ Confirmed for April 7, 2017, Release» (em inglês). Variety. Consultado em 27 de junho de 2014. 
  10. Han, Angie. «'Pacific Rim 2' Delayed Indefinitely being replaced with Pitch Perfect 3» 
  11. Han, Angie. «'Pacific Rim 2' Pushed Off Universal's Release Calendar; 'Pitch Perfect 3' Gets New Date». Slashfilm. Consultado em 18 de janeiro de 2017. 
  12. Han, Angie. «'Pacific Rim 2' Has a New Script Draft, Because Guillermo del Toro Does Not Give Up». Cinemablend. Consultado em 27 de janeiro de 2017. 
  13. Kaiman, Jonathan (11 de janeiro de 2016). «China's Dalian Wanda Group buys Legendary Entertainment for up to $3.5 billion». Los Angeles Times. Consultado em 12 de janeiro de 2016. 
  14. «Legendary Acquired by China's Wanda; Pacific Rim 2 Hopeful?». Collider. Consultado em 23 de junho de 2017. 
  15. Fleming Jr, Mike (23 de fevereiro de 2016). «'Spartacus' Creator Steven S. DeKnight To Direct 'Pacific Rim 2'». Deadline. Consultado em 24 de fevereiro de 2016. 
  16. Goldberg, Matt (12 de maio de 2016). «Pacific Rim 2 Hires Screenwriter Derek Connolly». Collider. Consultado em 14 de dezembro de 2016. 
  17. Jr, Mike Fleming (6 de junho de 2016). «'Star Wars' John Boyega Takes Lead In 'Pacific Rim' Sequel». Deadline. Consultado em 7 de junho de 2016. 
  18. Galuppo, Mia (30 de junho de 2016). «Scott Eastwood in Early Talks to Join 'Pacific Rim 2'». The Hollywood Reporter. Consultado em 1 de julho de 2016. 
  19. Kroll, Justin (15 de setembro de 2016). «Newcomer Cailee Spaeny Lands Female Lead in 'Pacific Rim 2' (EXCLUSIVE)». Variety. Consultado em 17 de setembro de 2016. 
  20. Kroll, Justin (21 de setembro de 2016). «'Pacific Rim 2' Adds Chinese Actress Jing Tian». Consultado em 22 de setembro de 2016. 
  21. McNary, Dave (23 de setembro de 2016). «'Aftermath' Star Levi Meaden Joins 'Pacific Rim' Sequel (EXCLUSIVE)». Variety. Consultado em 27 de setembro de 2016. 
  22. D'Alessandro, Anthony (26 de setembro de 2016). «'Pacific Rim 2' Adds 'Emerald City's Adria Arjona». Deadline. Consultado em 27 de setembro de 2016. 
  23. N'Duka, Amanda (14 de novembro de 2016). «Austin Stowell Cast In 'Horse Soldiers'; Rahart Adams Boards 'Pacific Rim' Sequel». Deadline. Consultado em 15 de novembro de 2016. 
  24. Evry, Max (26 de julho de 2016). «Pacific Rim 2: Charlie Hunnam is Not Coming Back». ComingSoon.net. Consultado em 27 de julho de 2016. 
  25. Perry, Spencer (9 de novembro de 2016). «Pacific Rim Sequel Title Confirmed as Production Begins». ComingSoon.net. Consultado em 10 de novembro de 2016. 
  26. «Steven S. DeKnight on Twitter». Consultado em 10 de novembro de 2016. 
  27. Loughrey, Clarisse (15 de dezembro de 2016). «Pacific Rim 2 has a new title and it couldn't be more basic». The Independent. Consultado em 27 de dezembro de 2016.. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2016 
  28. https://mobile.twitter.com/pacificrimmovie/status/829776072640253952
  29. http://comicbook.com/2017/03/09/pacific-rim-uprising-john-boyega-chinese-launch-ceremony/
  30. http://screenrant.com/pacific-rim-2-uprising-filming-wrap/
  31. «JOHN PAESANO TO SCORE PACIFIC RIM: UPRISING» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]